Casal multa fazendeiro que furtava água para irrigar plantação de mandioca em Arapiraca

Técnicos da Casal flagraram homem furtando água para plantação de mandioca em Arapiraca, AL — Foto: Ascom/Casal

Equipes da Unidade de Negócio Agreste, da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), flagraram nesta quinta-feira (7) um homem furtando água para irrigar plantação de mandioca e encher um barreiro, no povoado Bananeira, na zona rural de Arapiraca, Agreste de Alagoas. De acordo com a Casal, o desvio de água prejudicava o abastecimento na região.

A ligação clandestina foi desmanchada por equipes da operação e o dono da propriedade também foi multado.

A assessoria da empresa informou ao G1 que o responsável pela ligação irregular é um fazendeiro e não é cliente da Casal. A ligação clandestina só poderia ser chamada de “gato de água” se o proprietário da fazenda fosse cliente da Casal e desviasse água de uma ligação normal.

Ainda segundo a assessoria, apenas o fazendeiro, dono da propriedade, estava envolvido no crime.

“Esse tipo de situação precisa ser combatido, pois causa prejuízos à Casal e à comunidade, que fica sem água, especialmente agora no verão, quando o consumo aumenta. A água tratada fornecida pela Casal é para consumo humano, e não para produção agrícola. Pedimos à população que denuncie qualquer tipo de furto para que possamos agir”, disse a gerente da Unidade de Negócio Agreste, Aparecida Torres.

Por não ter participação da polícia, o suspeito não foi preso em flagrante. A Casal vai registrar um boletim de ocorrência contra o homem na Polícia Civil.

Para denúncias, a empresa disponibiliza os números 0800 082 0195 e (82) 98139-9892.


Deixe uma resposta