Câmara do Rio decide barrar processo de impeachment contra o prefeito Marcelo Crivella

Câmara do Rio decide barrar processo de impeachment contra o prefeito Marcelo Crivella

A Câmara dos Vereadores do Rio decidiu, por maioria simples, barrar o processo de impeachment contra o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) nesta quinta-feira (3). Por 25 votos a 23, os vereadores decidiram rejeitar a proposta.

As discussões duraram quase 4 horas, numa sessão híbrida – presencial e remota, em meio à pandemia de coronavírus.

Houve momentos inusitados, como um vereador usando uma camisa do Flamengo, uma vereadora participando remotamente da sessão em um carro e outra comendo pipoca no plenário da Câmara.

A denúncia feita à Casa foi fundamentada na revelação do RJ2 sobre a existência do “Guardiões do Crivella” – grupo em aplicativo de conversas criado para tentar calar o trabalho de jornalistas e impedir denúncias da população sobre a situação precária da saúde municipal.

No total, a Câmara tem 51 vereadores e a votação se deu por maioria simples: para aprovação, bastava a maioria dos votos dos parlamentares presentes.


Deixe uma resposta