Ato em Maceió pede Justiça para o caso Mariana Ferrer

Ato em Maceió cobra Justiça para o caso Mariana Ferrer — Foto: Carolina Sanches/TV Gazeta

Cerca de 200 pessoas participaram de uma manifestação em Maceió na tarde deste sábado (7) para pedir Justiça para o caso Mariana Ferrer, que sofreu ataques durante o julgamento sobre estupro. A concentração foi realizada em frente ao Cepa, na Avenida Fernandes Lima. Na passarela de pedestres, foi colocada uma faixa com os dizeres “Estupro culposo é quando não há intenção de condenador o estuprador. #JustiçaporMariFerrer”.

A maioria das pessoas que participava do ato era mulher, mas homens também compareceram. Participantes seguravam uma faixa com as frases “Estupro é estupro. Tentaram calar nossa voz, mas esqueceram que não estamos sós!”.

Uma das organizadoras do ato, Paula Lopes, disse que o objetivo da manifestação é prestar apoio a Mariana Ferrer e cobrar respeito para as vítimas de estupro.

“Muitas mulheres passam por esses abusos continuamente. Tem também a falta de respeitos às vítimas, tanto por parte da Justiça quando pela política. Tem toda essa violência institucional. Já havia uma mobilização nacional e a gente organizou também aqui em Alagoas, porque todo mundo ficou bastante revoltado com essa situação [julgamento do caso Mariana Ferrer], porque a gente sabe que a acontece, mas quando vê se sensibiliza mais. E também é para dar um recado para as mulheres que não denunciaram ainda, para que elas saibam que elas tem apoio sim. Tudo o que aconteceu no caso não pode ser normalizado. A gente tem que ter a Justiça do nosso lado”, disse a organizadora.


Deixe uma resposta