Artista por trás da maior pintura do mundo pretende levantar US$ 30 milhões

O artista Sacha Jafri em um salão de hotel em Dubai, onde ele pretende finalizar o que será a maior pintura já feita – Foto: Pyong Sumaria

O pintor britânico Sacha Jafri ocupou o salão de um hotel de luxo em Dubai para produzir a maior pintura já criada em tela.

Depois de concluída – o que deve acontecer em setembro –, a obra de arte de 1.980 metros quadrados será dividida em painéis, que serão leiloados. A expectativa de Jafri é arrecadar US$ 30 milhões e doar esse valor para ações de caridade.

Batizado de The Journey of Humanity (a jornada da humanidade), o trabalho tem o tamanho equivalente a quatro quadras de basquete usadas nos jogos da NBA. O enorme quadro está sendo pintado no hotel Atlantis The Palm, em Dubai, onde Jafri está hospedado há mais de cinco meses depois que os Emirados Árabes Unidos adotaram medidas de isolamento social para retardar a disseminação do novo coronavírus.

“Eu estava preso em Dubai e queria criar algo comovente, algo que tivesse um significado”, disse Sacha Jafri.

Além da pintura “gota a gota” do estilo abstrato de Jafri, que ele chama de “realismo mágico”, a pintura tem trabalhos enviados pela internet por crianças de todo o mundo.

As contribuições das crianças tem temas como conexão, separação e isolamento durante a pandemia. Elas impressas em papel e incorporadas à pintura, onde se concentram em oito “portais” circulares sobre a tela.

“Pedi às crianças que enviassem suas obras de arte que contem como se sentiam, suas emoções”, disse Jafri. “Nós, como adultos, estamos achando isso difícil. Achamos os últimos cinco meses muito difíceis, muito confusos, muito frustrantes e bastante assustadores. Mas imagine como uma criança de 4 anos se sente.”

‘Inspirado na Humanidade’

A pintura deve levar 24 semanas para ser concluída e compreende quatro seções. A primeiro representa “a alma da Terra”, disse Jafri, dizendo que os outros fazem alusão à natureza, à humanidade e ao universo em geral.

Depois de concluída, a obra de arte entrará em turnê, quando será pendurada no edifício mais alto do mundo, o Burj Khalifa. A pintura será então dividida em 60 peças, medindo aproximadamente 30 metros quadrados cada, que serão emolduradas e vendidas individualmente em um leilão em Dubai, em dezembro.

“Nosso objetivo é arrecadar US$ 30 milhões, que irão ajudar as crianças mais pobres do mundo com educação, conectividade, saúde e saneamento”, disse Jafri, que ainda acrescentou: “cada pessoa que comprar um painel terá (não apenas) uma peça da maior pintura já criada no mundo, mas eles terão um pedaço da história, porque o que estamos fazendo com esse dinheiro é enorme”.

“Posso ver grandes colecionadores de arte, grandes investidores, grandes filantropos gastando até US$ 3 milhões ou US$ 4 milhões por painel.”

O projeto faz parte da iniciativa Humanity Inspired, uma parceria entre instituições de caridade como Unicef ??e Unesco para ajudar crianças.

O artista de 43 anos, que estudou no colégio britânico de elite Eton ao lado do príncipe William, duque de Cambridge, diz que o projeto foi endossado por mais de 100 figuras de destaque, incluindo Eva Longoria e Rita Ora.


Deixe uma resposta