Aprovados no concurso do Corpo de Bombeiros de Alagoas protocolam pedido para reverter anulação das provas

Foto: Minne Santos

Candidatos aprovados no concurso do Corpo de Bombeiros de Alagoas, um dos três certames anulados no final do mês passado, entregaram à Polícia Civil nesta segunda-feira (8) 136 declarações pedindo que sejam investigados individualmente, em uma tentativa de reverter o cancelamento das etapas já realizadas.

O cancelamento aconteceu depois que fraudes nos concursos dos bombeiros, da Polícia Militar e da Polícia Civil foram descobertas. 12 pessoas foram presas na Operação Loki, realizada nos estados de Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Sergipe no dia 21 de outubro.

As provas dos bombeiros foram aplicadas no dia 8 de agosto em Maceió e Arapiraca. Segundo a banca examinadora, o processo seletivo teve mais de 19 mil inscritos. O certame avançou até os testes físicos, que tiveram resultados divulgados no dia 20, com 190 aprovados.

Representantes do grupo de aprovados entregaram às declarações na sede da Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic) se colocando à disposição para prestar esclarecimentos e até autorizando a quebra de sigilos bancários, telefônicos e outros que possam comprovar que não estão envolvidos na fraude descoberta pela polícia.

“Levamos essas declarações para serem anexadas ao inquérito do caso. Falamos com o chefe de polícia e a escrivã, que nos recebeu, protocolou os termos e entregou uma certidão que comprova a entrega”, informou o candidato Emanuel Alves.

O delegado Gustavo Xavier, coordenador da Deic, informou que a parte da polícia com relação aos concursos está em verificar as fraudes e que, apesar da entrega das declarações dos candidatos, a polícia não pode interferir na anulação ou não das provas, decisão tomada pela Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag).

Sobre as investigações das fraudes, ele comentou que elas ainda não foram concluídas. “As investigações ainda estão em curso. É uma investigação complexa e a gente realmente precisa de um bom tempo para concluir o trabalho”, disse.

Na semana passada, os candidatos procuraram o Ministério Público do Estado de Alagoas (MP-AL) e na Defensoria Pública do Estado para pedir que a anulação do concurso seja revista.

“A gente pede que cada caso seja analisado na investigação e os que passaram de forma correta, continuem. O que não queremos é que mantenha a anulação do concurso porque quem passou de forma honesta não pode pagar por quem pode ter fraudado. Vamos anexar a entrega das declarações ao relatório que estamos fazendo para levar ao MP e Defensoria”, disse o candidato.

Datas de novas provas

No último dia 3, o Governo de Alagoas anunciou que as provas dos concursos da Segurança Pública de Alagoas estão previstas para serem novamente aplicadas em janeiro de 2022, nas seguintes datas:

  • Corpo de Bombeiros – 22 de janeiro

  • Polícia Militar – 23 de janeiro

  • Polícia Civil – 30 de janeiro


Deixe uma resposta