Após lives, cantor Gusttavo Lima é alvo de representação ética pelo Conar

Gusttavo Lima está sendo processado após descumprir medidas da ...
Após lives, cantor Gusttavo Lima é alvo de representação ética pelo Conar

O cantor Gusttavo Lima e a Ambev foram alvos de uma representação ética aberta pelo Conselho Nacional de Autorregulação Publicitária (Conar) nesta quarta-feira (15). A medida diz respeito às ações publicitárias de bebidas alcoólicas realizadas durante as apresentações “Live Gusttavo Lima – Buteco em Casa” e “Buteco Bohemia em Casa”, exibidas pelo YouTube.

De acordo com o Conar, a representação foi aberta a partir de denúncias recebidas de dezenas de consumidores, que consideraram que as ações publicitárias precisam de cuidados recomendados pelo Código Brasileiro de Auto-regulamentação Publicitária para a publicidade de bebidas alcoólicas.

A denúncia cita ainda a falta de mecanismo de restrição de acesso ao conteúdo das lives a menores de idade e a excessiva ingestão de cerveja durante apresentação do cantor, gerando um potencial estímulo ao consumo irresponsável do produto.

Apesar de acolher a denúncia dos consumidores, o Conar destacou o formato inovador da comunicação publicitária para o momento de isolamento social vivido pelo país, mas considerou que ela deve ser conciliada com os princípios fundamentais da comunicação comercial do segmento, com a divulgação responsável de bebidas alcoólicas e com a cautela para que não seja difundida entre crianças e adolescentes.

A Ambev afirmou que treinou e enviou um guia reforçando as regras do Conar às pessoas envolvidas. Mas, em certas lives, de forma totalmente espontânea, algumas destas orientações não foram seguidas. “Estamos reforçando as regras dado esse novo contexto de entretenimento virtual e estamos mais do que nunca comprometidos com o consumo responsável de nossos produtos. Para promover a iniciativa, patrocinamos alguns desses eventos, sempre com o cuidado de assegurar as medidas de higiene e distanciamento social e com a devida orientação prévia aos artistas sobre as regras do Conar de publicidade de bebidas”, afirmou em nota.

Em sua conta no Twitter, o cantor Gusttavo Lima manifestou-se nesta quarta-feira, alegando que o objetivo das lives é ajudar os necessitados e compartilhar com o público a vida fora dos palcos: “Àqueles que só criticam e não ajudam em nada, vai um conselho: não precisam ajudar, mas não atrapalhem quem está procurando ajudar nossos irmãos necessitado. Além de shows ao vivo, estamos arrecadando e fazendo doações para entidades e pessoas carentes que neste momento passam por extrema necessidade… Estamos dividindo as nossas intimidades, mostrando ao público como é nossa vida fora dos palcos, compartilhando momentos únicos”, afirmou o artista.

O Conar destacou que a Ambev e o artista Gusttavo Lima têm prazo regimental para enviar, se assim desejarem, uma defesa ao Conselho de Ética ou adaptarem de imediato o conteúdo publicitário das lives às regras éticas.


Deixe uma resposta