Ao menos 4 gestantes morreram de Covid em AL de janeiro a maio, aponta levantamento

Ao menos 4 gestantes morreram de Covid em AL de janeiro a maio, aponta levantamento

Quatro mulheres grávidas faleceram em Alagoas por Covid-19 entre janeiro e maio deste ano, segundo dados do Ministério da Saúde. A informação faz parte de um levantamento dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em gestantes, divulgado pelo Ministério da Saúde.

O Nordeste foi a segunda região do Brasil com maior número de gestantes diagnosticadas com SRAG, que pode ser causada por vários vírus, inclusive o coronavírus.

Em Alagoas, até a Semana Epidemiológica 20, encerrada no dia 22 de maio, já foram registrados 71 casos e 5 mortes, sendo a maioria por Covid. Apenas em uma morte não foi especificada a causa da SRAG.

Dos total de gestantes hospitalizadas por SRAG no estado, 41 tiveram teste positivo para Covid, 6 foram classificadas com SRAG não especificado e 24 ainda estão em investigação.

Perfil

Em todo o Brasil, dos 864.276 casos de SRAG hospitalizados, 7.432 (0,9%) foram gestantes. Do total de gestantes hospitalizadas por SRAG, 4.860 (65,4%) foram confirmados para Covid-19 e 1.086 (14,6%) estão em investigação.

O Sudeste ficou com o maior número de casos de SRAG em grávidas, 2.977(40,1%). Em seguida ficou o Nordeste ,1.574, (21,2%).

A faixa etária com mais casos foi de 30 a 39 anos, 3.055 (41%), seguida pelas gestantes de 20 a 29 anos, 3.012 (40,5%).

Tanto os casos de SRAG, como SRAG confirmado para Covid-19, a idade gestacional mais frequente é o 3º trimestre, com 4.253 (57,2%) e 2.821 (58,0%), respectivamente.

Sobre os óbitos de gestantes, até a Semana Epidemiológica 19, o Sudeste registrou o maior número, 43,4% (258) dos óbitos. Em seguida ficou o Nordeste, com 19,9% (188 mortes).

Público geral em Alagoas

Considerando todos os públicos, incluindo as grávidas, Alagoas teve 10.889 casos da síndrome. A maioria, 6.499, foi confirmada para Covid.

Foram notificados 1.820 óbitos por SRAG no estado, sendo 1.459 devido à Covid.


Deixe uma resposta