Alagoas se aproxima de 3 mil mortes por Covid-19

Alagoas se aproxima de 3 mil mortes por Covid-19

Alagoas se aproxima das 3 mil mortes por Covid-19. Nas últimas 24 horas, o estado confirmou mais 10 óbitos de pessoas infectadas pelo coronavírus, elevando o número total para 2.989. A informação é do boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) divulgado neste sábado (27).

O mesmo boletim mostra que o estado confirmou mais 483 casos positivos. Com isso, o total de pessoas infectadas desde o início da pandemia subiu para 131.066.

O número acumulado de casos suspeitos, pessoas que aguardam resultados de exames laboratoriais para confirmação ou não da doença, subiu para 11.380 neste sábado, 1.023 a mais que o registrado um dia antes. E 124.518 pacientes conseguiram se recuperar.

O estado segue vacinando a população contra o coronavírus. Até sexta (26), tinham sido imunizadas 92.749 pessoas.

Ocupação de leitos

O último levantamento da ocupação de leitos exclusivos para pacientes com confirmação ou suspeita da Covid-19, feito na sexta-feira (26), mostra que 71% das UTIs do estado estão ocupadas.

Considerando também os leitos clínicos, a ocupação total no estado é de 55%.

A situação é mais crítica no interior. Ao menos cinco municípios estão com ocupação acima dos 80%, sendo dois deles com taxa acima dos 100%.

Mais 10 mortes por Covid-19 em Alagoas

  • Maceió: Homem, 67 anos, sem comorbidades

  • Maceió: Homem, 78 anos, hipertenso e diabético

  • Maceió: Mulher, 65 anos, doença cardiovascular

  • Maceió: Mulher, 86 anos, hipertensão arterial, diabetes e Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC)

  • Maceió: Mulher, 89 anos, hipertensa, diabética e tinha doença cardiovascular

  • Maravilha: Homem, 20 anos, sem comorbidades

  • Arapiraca: Homem, 52 anos, doença renal crônica, hipertensão arterial e doença cardiovascular

  • Palmeira dos Índios: Homem, 77 anos, sem comorbidades

  • Dois Riachos: Mulher, 43 anos, doença cardiovascular

  • Pão de Açúcar: Mulher, 77 anos, sem comorbidades


Deixe uma resposta