Alagoas registra mais 900 casos confirmados e 18 mortes por Covid-19

Alagoas registra mais 900 casos confirmados e 18 mortes por Covid-19

Alagoas confirmou mais 900 casos e 18 mortes por Covid, segundo o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) desta segunda-feira (14).

Uma das vítimas foi o professor Edvaldo Albuquerque, que não tinha comorbidades. Ele morreu de Covid aos 56 anos, em Arapiraca, nesse domingo (13).

O número de casos confirmados no estado desde o começo da pandemia chegou a 204.126. O total de óbitos subiu para 5.020.

Dos casos confirmados, 194.620 pacientes estão recuperados e outros 3.670 ainda estão em tratamento, com indicação para isolamento domiciliar.

Há 14.440 casos suspeitos, à espera de liberação de resultado positivo ou negativo para infecção pelo coronavírus.

A ocupação dos leitos de UTI Covid no estado é de 92%. Em Maceió, a ocupação é de 89%.

As taxas de casos confirmados e de mortes voltaram a subir depois de dez semanas de estabilidade, segundo boletim do Observatório Alagoano de Políticas Públicas para Enfrentamento da Covid-19, divulgado nesta segunda-feira (14).

Mais 18 mortes por Covid

  • Maceió: Homem, 29 anos – paraplegia

  • Maceió: Homem, 51 anos – hipertenso

  • Maceió: Homem, 71 anos – doença cardiovascular

  • Maceió: Homem, 75 anos – diabético

  • Maceió: Mulher, 45 anos – diabética, obesa e hipertensa

  • Maceió: Mulher, 52 anos – sem comorbidades

  • Maceió: Mulher, 57 anos – doença cardiovascular crônica, diabetes e depressão

  • Maceió: Mulher, 77 anos – doença respiratória crônica e doença renal crônica – morreu em casa

  • Arapiraca: Homem, 56 anos – sem comorbidades

  • Arapiraca: Homem, 78 anos – diabético e hipertenso

  • Arapiraca: Mulher, 36 anos – doença renal crônica

  • Arapiraca: Mulher, 70 anos – sem comorbidades

  • Rio Largo: Homem, 77 anos – doença cardiovascular crônica e diabetes

  • Rio Largo: Mulher, 63 anos – sem comorbidades

  • Rio Largo: Mulher, 65 anos – diabetes

  • Palmeira dos Índios: Homem, 47 anos – obeso

  • Palmeira dos Índios: Homem, 50 anos – sem comorbidades

  • Porto Real do Colégio: Mulher, 44 anos – hipertensão


Deixe uma resposta