Alagoas registra mais 870 casos confirmados e 21 mortes por Covid-19

Alagoas registra mais 870 casos confirmados e 21 mortes por Covid-19

Alagoas confirmou mais 870 casos e 21 mortes por Covid-19. Os dados são do boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) desta quinta-feira (10).

Um adolescente de 13 anos, que morava em Murici e não tinha comorbidades, morreu de Covid na Santa Casa de Maceió. Outras cinco pessoas que também não tinham comorbidades também faleceram. Elas tinham 28, 40, 43, 51 e 54 anos.

Com alta de óbitos e da taxa de ocupação de leitos de UTI, o governo de Alagoas prorrogou o decreto de emergência sem alterações da fase vermelha do Plano de Distanciamento Social Controlado. As medidas valem por 15 dias, a partir de 0h desta sexta-feira (11).

Desde o começo da pandemia, o estado registrou 200.870 casos confirmados e 4.943 óbitos por Covid-19.

Do total de casos confirmados, 191.693 pacientes já finalizaram o período de isolamento e estão recuperados e outros 3.367 ainda estão em tratamento, em isolamento domiciliar.

Há 16.237 casos suspeitos, à espera de resultado de exame.

A taxa de ocupação de leitos de UTI exclusivos para pacientes com Covid-19 pelo Sistema Único de Saúde (SUS) chegou a 91% nessa quarta-feira (9).

Palmeira dos Índios

A cidade de Palmeira dos Índios já realizou 16.106 testes, chegou a 4.519 casos confirmados, 12.408 casos descartados, 4.157 pessoas já se recuperaram do vírus, 110 óbitos e tem 11 pessoas hospitalizadas.

Mais 21 mortes por Covid-19

  • Maceió: Homem, 54 anos – sem comorbidades

  • Maceió: Homem, 58 anos – câncer e hipofaringe

  • Maceió: Homem, 60 anos – diabético e hipertenso

  • Maceió: Homem, 67 anos – doença cardiovascular, diabetes, hipertensão e obesidade

  • Maceió: Homem, 67 anos – diabetes e hipertensão

  • Maceió: Homem, 72 anos – doença respiratória crônica – morreu em casa

  • Maceió: Mulher, 44 anos – obesa e hipertensa

  • Maceió: Mulher, 47 anos – hipertensa

  • Maceió: Mulher, 53 anos – diabética e tabagista

  • Arapiraca: Mulher, 60 anos – hipertensão e diabetes

  • Canapi: Mulher, 61 anos – doença cardiovascular crônica e diabetes

  • Capela: Mulher, 57 anos – doença cardiovascular crônica

  • Chã Preta: Homem, 48 anos – hipertensão e depressão

  • Feira Grande: Homem, 40 anos – sem comorbidades

  • Limoeiro de Anadia: Homem, 43 anos – sem comorbidades

  • Major Isidoro: Homem, 28 anos – sem comorbidades

  • Murici: Homem (adolescente), 13 anos – sem comorbidades

  • Passo do Camaragibe: Mulher, 51 anos – sem comorbidades

  • Penedo: Homem, 67 anos – cardiopatia, nefropatia e hipertensão

  • Santana do Mundaú: Mulher, 29 anos – asma

  • Taquarana: Homem, 25 anos – hipertenso e obeso


Deixe uma resposta