Alagoas é celeiro do Folclore Nordestino com quase 30 grupos culturais

Pastoril é um dos mais marcantes folguedos de Alagoas — Foto: Jonathan Lins/G1

Há 55 anos o mês de agosto é destinado a cultura brasileira. Neste sábado (22), é comemorado o Dia do Folclore. E Alagoas é o celeiro do Folclore Nordestino, com 29 grupos culturais.

Um dos espetáculos mais conhecidos é o Pastoril. Misturando dança, teatro e música, ele retrata uma caminhada ao nascimento de Jesus. O grupo recordar é Viver foi fundado por dona Ana Alves. Há mais de 20 anos como contra mestra do Pastoril, ela conta que p pastoril é uma terapia.

Outro folguedo que chama atenção pelas cores é o Guerreiro. Com fitas e coloridas e o chapéu que representa a fé do povo. Ele é um folguedo genuinamente alagoano e surgiu no início do século XX.

“Eu brinco de Guerreiro desde 1982. Eu sou mestre, palhaço. Eu tenho amor pelo Guerreiro e pela cultura alagoana”, diz Antonio


Deixe uma resposta