Advogado e professor da Uneal morre em grave acidente de moto

Advogado e professor da Uneal morre em grave acidente de moto

Morreu no final da tarde de ontem, sábado (21), o advogado criminalista e professor da Uneal Lúcio Luiz Izidro da Silva, após um grave acidente de moto.

Ainda não há informações de como ocorreu o acidente fatal do jurista que era apaixonado por trilhas com moto.

Lúcio Izidro era conselheiro da OAB Alagoas e professor da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), em Maceió.

O advogado foi sepultado no começo da tarde deste domingo (22), no Cemitério Parque das Flores, em Maceió.

Após a confirmação da morte de Lúcio Izidro, a OAB Alagoas emitiu uma nota de pesar e se solidarizou com a família.

Veja a nota da OAB:

É com extremo pesar que a Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Alagoas (OAB-AL) informa o falecimento de seu conselheiro seccional, Lúcio Luiz Izidro da Silva, vítima de um acidente de moto na tarde deste sábado (21).

Ainda não há informações sobre velório e sepultamento.

A OAB-AL, a CAA , a ESA e todo sistema da Ordem agradecem ao nobre advogado por toda sua dedicação ao conselho seccional, atuando em pautas importantes para a advocacia alagoana.

A Seccional de Alagoas se solidariza aos familiares e amigos neste momento de dor pela perda de um ente querido.

A Uneal também emitiu uma nota de pesar pelo falecimento do professor;

Veja a nota da UNEAL:

A Universidade Estadual de Alagoas (UNEAL) lamenta profundamente a morte prematura do professor do curso de direito do Campus VI, Lúcio Luiz Izidro da Silva, neste sábado (21), em um acidente de motocicleta.Docente efetivo da Uneal desde 2005, Lúcio Izidro teve sua carreira acadêmica marcada pela firme atuação em sala de aula e ainda nas questões administrativas. Sua participação foi decisiva na criação dos cursos de direito da Uneal.

Iniciou a carreira como professor auxiliar. Após conclusão do mestrado pela Universidade Federal de Pernambuco, em 2013, ascendeu a professor assistente, tendo lecionado nos campi I, em Arapiraca, e VI, em Maceió. Exerceu o cargo de coordenador do curso de direito nas duas unidades. Estava prestes a concluir o doutorado pelo Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Lúcio Izidro, que lecionou ainda em diversas instituições privadas de ensino superior, exercia a advocacia e é autor das obras “Direito Penal Econômico: relação de consumo” e “Do Direito Penal Clássico ao Direito Penal Econômico: perspectivas de um giro epistemológico”.

O sepultamento aconteceu, neste domingo (22), às 12h, no Cemitério Parque das Flores, em Maceió.


Deixe uma resposta