35 municípios alagoanos são investigadas pela CPI da Covid-19

35 municípios alagoanos são investigadas pela CPI da Covid-19

Pelo menos 35 municípios alagoanos são alvos de investigações do Tribunal de Contas do Estado de Alagoas e do Ministério Público de Contas do Estado, de acordo com documentos encaminhados por esses órgãos à CPI da Covid-19, que acontece no Senado Federal, e que investiga como o Governo Federal, governadores e prefeitos utilizaram os recursos destinados ao combate à pandemia.

Tanto o Tribunal de Contas do Estado quanto o Ministério Público de Contas enviaram os relatórios das investigações para a CPI a pedido do senador Ciro Nogueira (PP-PI), que foi quem propôs a inclusão de prefeitos e governadores no âmbito das investigações da comissão.

Os documentos revelaram que o município de Ibateguara já vinha sendo investigado por ações realizadas durante o ano de 2020 com recursos da Covid-19, na gestão do ex-prefeito Géo Cruz, atual secretário de Administração Geral.

Além de Ibateguara, estão sendo investigados os seguintes municípios:

  • Campo Grande;

  • Arapiraca;

  • Taquarana;

  • Olho d´Água Grande;

  • São Miguel dos Milagres;

  • São Brás;

  • Porto Real do Colégio;

  • Passo de Camaragibe;

  • Novo Lino;

  • Campo Grande;

  • Limoeiro de Anadia;

  • Lagoa da Canoa;

  • Jacuípe;

  • São Sebastião;

  • Maragogi;

  • Porto Calvo;

  • Porto de Pedras;

  • Matriz de Camaragibe;

  • Jundiá;

  • Feira Grande;

  • Coité do Nóia;

  • Campestre;

  • Barra de São Miguel;

  • Igreja Nova.

O documento revela ainda que os municípios de Branquinha, Piranhas, Água Branca, Inhapi, Poço das Trincheiras, Senador Rui Palmeira, Canapi, Capela, Santana do Mundaú e Carneiros estão sendo investigados por falta de informações no Portal da Transparência. Particularmente, nos itens referentes aos gastos, contratações e receitas relacionados ao combate do Coronavírus em âmbito local.

 

 

*  por BR104


Deixe uma resposta