82 99641-3231 (pedido musical)

82 99947-6977 (jornalismo)

Palmeira dos Índios: Dupla armada faz arrastão e rouba seis celulares na noite de ontem.

imagem ilustrativa

Uma dupla de motoqueiros fez um arrastão na noite de ontem, quinta-feira (06), e roubaram seis celulares, o fato ocorreu na Rua Zuleide Gaia, no bairro Vila Maria em Palmeira dos Índios. A dupla estava em posse de uma arma de fogo.

A primeira vítima foi uma mulher que estava na porta de casa, segundo ela, era por volta das 19hrs e estava calor, ela então decidiu ficar na porta de sua casa usando o aparelho celular, pouco tempo depois ela foi abordada pela dupla de assaltantes.

De acordo com a vítima, ela achou que se tratava de uma brincadeira e hesitou na hora de entregar o celular, nesse momento, um dos autores ameaçou matar a vítima, que mesmo em choque, entregou o aparelho que tinha comprado a pouco tempo e só tinha pagado uma prestação.

Não satisfeitos, os meliantes ainda abordaram um grupo de crianças que tinham entre 8 e 10 anos que brincavam nesta mesma rua e roubaram os aparelhos celulares.

Saindo da Rua Zuleide Gaia, os acusados foram para a Rua João do Né, no bairro Sonho Verde, onde fizeram outra vítima, logo após os criminosos passaram pela Rua Ten. Júlio Amorim onde mais uma vítima foi assaltada.

Segundo as vítimas, a dupla é formada por um moreno baixo gordinho e por um magro alto, os acusados estavam de capacete e usavam uma moto preta, provavelmente uma 160.

Após o arrastão, a dupla tomou destino ignorado, entretanto, as características batem com um roubo e tentativa de estupro ocorrido no povoado Santo Antônio, também em Palmeira dos Índios, na manhã desta sexta feira (7) por volta das 5 horas da manhã.  .

A Polícia Militar efetuou rondas na cidade, mas os meliantes não foram localizados.


MP recomenda retirada das fotos dos prefeitos de Palmeira e Estrela das escolas municipais

Com o objetivo de evitar a promoção pessoal, e garantir o princípio constitucional da impessoalidade, o Ministério Público recomendou as Prefeituras de Estrela de Alagoas e Palmeira dos Índios, a retirada de quadros com as imagens dos Prefeitos destas cidades, de corredores de acesso, recepção, pátios de recreação, refeitórios e auditórios das Escolas Públicas destas cidades.
O MP publicou a recomendação na edição do Diário Oficial desta terça-feira (06), onde ainda trás que as Prefeituras também retirassem nomes de pessoas vivas que estejam dando nome a Prédios públicos.
As promotorias dão um prazo de 10 dias, para que os municípios realizem o cumprimento desta recomendação, a publicação oficial é assinada pelo promotor de Justiça de Palmeira dos Índios, Thiago Chacon Delgado.

Toninho Garrote cobra curso de tiro para a Guarda Municipal de Palmeira dos Índios

Vereador Toninho Garrote (Foto:Assessoria/Câmara)

Portal Rádio Sampaio

O efetivo da Guarda Municipal (GM) de Palmeira dos Índios poderá passar por um curso de armamento e tiro, que vai permitir que os agentes se tornem aptos a portarem arma. A inciativa foi do vereador Toninho Garrote (PP) que solicitou  pedido na Câmara de Vereadores.

Segundo o vereador Toninho Garrote, o curso é exigência para retirar o porte de arma de acordo com a Lei do Estatuto do Desarmamento. “O Guarda Municipal estará na rua, botando sua vida em risco para defender nossa cidade e para isso ele precisa está preparado, precisa esta equipado.” afirmou Toninho Garrote.

O objetivo geral da iniciativa é desenvolver competências, habilidades e atitudes para manejar e utilizar os revólveres, em defesa própria ou de terceiros, por meio de uso correto, seguro e eficaz da arma no desempenho de atividades funcionais. Os conteúdos que são abordados nesse tipo de curso são, ainda, sobrevivência, procedimentos e regras de segurança em meio urbano, prática no uso dos revólveres, fundamentos e particularidades do tiro defensivo.

 

Infraestrutura 

O vereador Toninho Garrote apresentou também um pedido a Secretaria Municipal de Infraestrutura e a SMTT, solicitando a construção de um quebra mola na Rua Bráulio Montenegro, próximo a Unidade de Pronto Atendimento. Segundo o vereador, o pedido foi motivado após reclamações de moradores da região que não se sentem seguros com o constante número de veículos que passam em alta velocidade pela via.

 

“Sabemos que um quebra mola não resolve todos os problemas do trânsito, mas nesse momento poderemos levar um pouco mais de segurança a população que trafegava naquela rua.” explicou Toninho Garrote.

 

Tanto a solicitação do curso de tiros para guarda municipal como a implantação do quebra mola foram levadas para a pauta da sessão e aprovados por todos os vereadores presentes.

 


Caso UPA: Família registra Boletim de Ocorrência contra médica

Vitima teve Traumatismo Craniano confundido com embriaguez e esperou mais de 15 horas, segundo a família

Unidade de Pronto Atendimento de Palmeira dos Índios (UPA24hrs)

Cayo César

A família de José Wellington Tomé, o idoso que teve um traumatismo craniano confundido com embriaguez por uma médica da Unidade de Pronto Atendimento, registrou um Boletim de Ocorrência na Delegacia Regional de Polícia Civil, em Palmeira dos Índios.

 

Ainda segundo a família o objetivo do registro é “buscar por respostas e penalizar quem realmente é o culpado pelo erro”. O caso foi registrado como não tipificado, já que as investigações ainda estão abertas para apurar o que realmente aconteceu durante as 15 horas que a vítima ficou dentro da UPA.


Com esse registro, a Polícia agora terá a frente as investigações do caso. Além disso outras investigações internas foram iniciadas e não foi divulgado nenhum prazo para a conclusão do caso.

 

José Wellington está na área vermelha do Hospital de Emergência Dr. Daniel Houly, onde permanece intubado e em estado de coma. Além disso a vitima permanece com um dreno no tórax para drenar um pneumotórax causado pela perfuração do pulmão. Ainda segundo a família ele passará por uma avaliação do cirurgião torácico.


Tivemos acesso exclusivo ao Boletim de Ocorrência Registrado pela família, confira;  





Médica da UPA de Palmeira confunde Traumatismo Craniano com embriaguez e deixa paciente esperando por 15 horas

Família procurou a Rádio Sampaio para denunciar o caso.

Um paciente que sofreu um acidente na noite de sábado, 11, teve um diagnóstico inusitado o ser atendido na Unidade de Pronto Atendimento de Palmeira dos Índios. Um senhor identificado como José Welligton Tomé da Silva sofreu um acidente próximo a Churrascaria Ferreira, devido a situação, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), socorreu a vitima e levou para a Unidade de Pronto Atendimento de Palmeira dos Índios.

 

Segundo a sobrinha da vitima, Welligton deu entrada no serviço de emergência desacordado, após avaliação da médica, a família foi informada que  caso não era trauma, e sim, um caso considerado clínico e que estava apenas com escoriações e ninguém se preocupasse já que ele estava desacordado porque estava embriagado. Durante toda a noite de sábado Welligton não apresentou melhora e continuou inconsciente.

 

Ainda segundo a família várias vezes os médicos foram procurados e questionados sobre a situação, mas as respostas foram as mesmas de que ele estava bem. Ainda segundo a sobrinha, o mesmo não teve um assistência adequada já que pacientes com traumatismo encefálico devem ficar sendo monitorados na sala vermelha, e José Welligton estava área amarela junto com os pacientes clínicos. Familiares informam ainda que depois de 15 horas esperando e muita insistência da família, ele foi transferido para o Hospital Regional Santa, ainda em Palmeira dos Índios. Ao ser avaliado pelo médico do Santa Rita, a família teve uma surpresa ao ser informada que aquele tipo de caso não era para lá, já que era um TCE, traumatismo Crânio Encefálico.

 

Devido a gravidade do caso, José Welligton foi transferido para o Hospital de Emergência Drº Daniel Houly, em Arapiraca onde foi levado com urgência para a Sala de Vermelha trauma, onde após exames foi constatado o Traumatismo Craniano, 7 costelas fraturadas e um dos pulmões perfurado pelas costelas, devido a perfuração do pulmão, a vitima apresentava ainda hemorragia dentro do tórax ao qual não foi tratada com urgência na UPA de Palmeira dos Índios.

 

A família desesperada procurou na manhã desta segunda-feria, 13, a Rádio Sampaio para pedir ajuda e levar o caso a tona. Cintia Tomé que é sobrinha do José Welligton afirmou ainda que seu tio permanece em estado grave, intubado e em coma no Hospital de Emergência.  Revoltados com o erro grave da UPA de Palmeira dos Índios, a família informou que vai registrar o caso na Polícia Civil e denunciar a médica no Conselho Regional de Medicina (CREMAL).

Até o momento a Unidade de Pronto Atendimento não se manifestou sobre o caso.


‘O Procon em Palmeira não existe, é uma simples piada’ afirma vereador Fabiano Gomes

Vereador por Palmeira dos Índios, Fabiano Gomes (Assessoria/Câmara)

Cayo César

Após inúmeras reclamações da população, o vereador do município de Palmeira dos Índios, Fabiano Gomes (PSC), realizou uma visita ao Serviço de Proteção ao Consumidor, Procon, e constatou que a devida instituição não funciona na sua real função, assim prejudicando aqueles consumidores que recorreram do seus direitos.

 

Segundo Fabiano Gomes, o atual Procon que é administrado pelo Governo do Estado, apenas conta com uma funcionária que é cedida pelo município, em outras palavras, o município que sustenta o Procon. Ainda segundo o vereador, por ter apenas uma única funcionária, ela não pode sair para fiscalizar e nem autuar já que para isso precisaria fechar a sala de atendimento da unidade.

 

“Palmeira não pode deixar sua população a mercê, a população não tem a quem recorrer quando tem seu direito cessado em alguns ambientes comerciais de nosso município”, afirmou Fabiano Gomes e continuou. “Infelizmente o Procon do estado, que é o Procon de direito, não funciona”

 

Procon Municipal

Preocupado com essa situação, o vereador Fabiano Gomes tomou a frente e decidiu apresentar na manhã desta quarta-feira, 01, no retorno das Sessões da Câmara de Vereadores de Palmeira dos Índios, a indicação de nº 282/2018, solicita da prefeitura um projeto de lei que implanta um Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor Municipal.

 

Meu compromisso é com o povo! o objetivo de criar o Procon municipal é para fiscalizar e atender as demandas da população palmeirense, foi para isso que fui eleito vereador!

Afirmou Fabiano quando questionado sobre o objetivo da criação do projeto.

 

A iniciativa do vereador Fabiano Gomes, pode levar um alívio para muitos consumidores que realizam compras no comércio da cidade. E apesar de ser uma instituição municipal, o Procon municipal  poderá atuar em relação a qualquer empresa, mesmo aquelas com sede fora da capital.

 

“Com o Procon Municipal, essa instituição terá todos os direitos e deveres, e mais ele poderá notificar e multar o estabelecimento comercial que não se adeque ao código de defesa do consumidor” justificou Fabiano Gomes sobre seu projeto.

 

A indicação do vereador Fabiano Gomes, foi colocada em pauta e aprovada por todos os vereadores presentes na sessão.


Redes sociais


Whatsapp: 82 99641-3231

Contato


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Tel: (82) 99641-3231

© 2020 RÁDIO SAMPAIO - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey