Nesta terça-feira (9), um avião vindo do Paraguai foi interceptado próximo à cidade de Londrina (PR), pela Força Aérea Brasileira (FAB). A aeronave, modelo Cesna-182, entrou no espaço aéreo brasileiro sem plano de voo e passou a ser monitorada tanto pela Polícia Federal (PF) quanto pelo Comando de Operações Aeroespaciais (Comae). De início, ela foi identificada na fronteira do estado do Mato Grosso do Sul com o Paraguai.

Após iniciarem o monitoramento do avião e constatarem que ele possuía a matrícula clonada, os pilotos da defesa aérea classificaram o veículo como suspeito. Posteriormente, um dos agentes determinou um pouso obrigatório em Londrina, mas a aeronave descumpriu a ordem e acabou pousando de maneira forçada em uma pista de terra próxima de Santa Cruz do Rio Pardo (SP).

O tripulante do avião suspeito foi detido pela PF. Dentro do veículo foi encontrado pasta base de cocaína, que foi apreendida.

A Polícia Civil de Campo Grande (MS) está investigando a colisão que causou a morte de um entregador identificado como Hudson de Oliveira Ferreira (39), na Av. Antônio Maria Coelho, na cidade sul-mato-grossense. O responsável pelo ocorrido estava dirigindo um carro da marca Porsche, avaliado em mais de R$ 1 milhão. O caso ocorreu no dia 23 de março. O suspeito não parou para prestar socorro.

Imagens de uma câmera de segurança registraram o momento em que o automóvel de luxo passa em alta velocidade e atinge a lateral da moto do entregador, que caiu na avenida. A vítima chegou a ser socorrida e levada para a Santa Casa de Campo Grande, mas não resistiu e faleceu dois dias depois.

O caso foi registrado pela polícia como homicídio em direção de veículo automotor. O motorista está sendo procurado.

Imagem: Agência Sertão

No último domingo (24), a serpente de cerca de oito metros de comprimento encontrada na Amazônia e classificada como sendo de uma nova espécie de sucuri, foi encontrada morta no Rio Formoso, na cidade de Bonito (MS). As informações iniciais dão conta de que a cobra, apelidada de “Ana Júlia”, pode ter sido morta com disparos de arma de fogo. A motivação e o responsável pelo ato ainda são desconhecidos.

O animal foi encontrado nas águas por moradores da região, que desciam o rio em um bote. A informação da morte da sucuri foi divulgada pelo documentarista Cristian Dimitrius, que alegou conhecer o animal há cerca de 10 anos.

A sucuri ficou famosa em fevereiro deste ano, quando apareceu ao lado do apresentador e cientista holandês Freek Vonk. A doutora em Ecologia pela Universidade de São Paulo (USP), Juliana Terra, foi a responsável por reconhecer o animal morto como sendo o mesmo do registro de Vonk. A identificação foi feita através das manchas na cabeça. “As manchas são únicas, como uma impressão digital. A linha grossa atrás do olho, seguida de uma fina que formava um coraçãozinho, é a marca dela”, explicou.

As sucuris não possuem veneno e não representam um risco para as pessoas a menos que se sintam ameaçadas, assim como outros animais selvagens.

Imagem: reprodução

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) comunicou que o Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina e Rio Grande do Sul devem continuar a ser atingidos, neste sábado (16), pela onda de calor que ocorreu no Brasil ao longo da semana. Além disso, praticamente toda a região Sul do país está em estágio de perigo por conta das fortes chuvas e tempestades.

Segundo os alertas do Inmet, as chuvas devem ter entre 30 e 60mm/h ou entre 50 e 100mm/dia. Os ventos podem chegar a até 100 km/h e pode haver queda de granizo. Em decorrência dos eventos meteorológicos, existe o risco de corte de energia, queda de árvores, alagamentos e estragos em plantações.

Em caso de tempestades, o Inmet tem algumas recomendações:

É possível obter mais informações junto à Defesa Civil através do 199, e ao Corpo de Bombeiros, pelo número 193.

Foto: Benedito Braga

Entre os dias 11 e 15 deste mês, o Brasil deve passar pela terceira onda de calor deste ano. Durante esse período, as temperaturas podem ficar até 5°C acima da média em algumas regiões do país, fazendo os termômetros chegarem a quase 40°C. Isso ocorre porque, segundo o Climatempo, o ar quente ganha força na região semiárida do Paraguai e no norte da Argentina, formando um sistema de alta pressão nos níveis médios da atmosfera, o que favorece o ar quente e dificulta a formação de nuvens carregadas.

A Organização Meteorológica Mundial acredita que uma onda de calor se forma quando as temperaturas permanecem acima de 5°C acima da média durante cinco dias consecutivos. Isso deve ocorrer na região oeste do sul do Brasil, sudoeste do Mato Grosso do Sul e oeste de São Paulo.

Na região sul do país, no MS, na parte sul do Mato Grosso, no triângulo mineiro, no sul do Rio de Janeiro e em grande parte de São Paulo, os termômetros podem apresentar temperaturas entre 3°C e 5°C acima da média.

Foto: divulgação/Polícia Civil do Mato Grosso do Sul

Na manhã de ontem (18), durante uma operação para combater o transporte para abate ilegal de animais, a Polícia Civil do Mato Grosso do Sul prendeu, na rodovia MS-386, um homem de 48 anos, suspeito de transportar e vender cavalos para produção de mortadela no Paraguai. De acordo com o indivíduo, os animais eram “refugos” de fazendas e o receptor os encaminharia para o consumo humano.

Ao todo, foram apreendidos 27 equinos, sendo 14 cavalos e 13 éguas. Todos foram adquiridos no interior de São Paulo, cada um custando R$ 300. A revenda dos cavalos custava R$ 21,6 mil.

O transporte dos animais estava sendo feito em gaiolas metálicas sem piso emborrachado, contrariando as boas práticas de transporte recomendadas pelo Ministério da Agricultura. Os equinos, segundo membros da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal, estavam debilitados e com lesões.

Foto: PCAL

Na última quarta-feira (12), um homem de 42 anos foi localizado e preso em Satuba (AL), acusado de estuprar a sobrinha, de sete anos, na cidade de Sidrolândia (MS). A prisão foi feita pela equipe da Diretoria de Inteligência Policial (Dinpol), em parceria com a equipe de capturas da Diretoria de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Dracco), da Polícia Civil de Alagoas (PCAL).

Sob a coordenação do delegado Thales Araújo, os policiais cumpriram o mandado de prisão expedido por um juiz da Comarca de Sidrolândia.

O crime ocorreu entre 2018 e 2019.

Imagem: ilustração

Na última sexta-feira (22), um homem de 34 anos foi preso na cidade de Três Lagoas (MS), após cinco anos foragido da Justiça de Alagoas. O suspeito foi capturado em sua residência, por membros da Seção de Investigações Gerais (SIG) e do Núcleo Regional de Inteligência (NRI) da cidade sul-mato-grossense.

O indivíduo é suspeito de ter esfaqueado um homem até a morte, junto a um tio, em Coruripe (AL). Em agosto de 2018 foi decretada a prisão preventiva e ontem (22) ele foi preso, sendo levado para a sede da SIG.

De acordo com o Delegado Ricardo Henrique Cavagna, o indivíduo passou por um exame de corpo de delito e conduzido às celas da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac), onde aguardará até ser transferido para Alagoas.

Contato

Rua José e Maria Passos, nº 25
Centro - Palmeira dos Índios - AL.
(82) 99641-3231
TELEFONE FIXO - ESTUDIO:
(82)-3421-4842
SETOR FINANCEIRO: (82) 3421-2289 / 99636-5351
(Flávia Angélica)
COMERCIAL: 
(82) 99344-9999
(Dalmo Gonzaga)
O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados. Segurança e privacidade
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram