Palmeira dos Índios
23 ºC Céu Limpo

Redes Sociais

Palmeira dos Índios | Céu Limpo
23 ºC

82 99641-3231 (pedido musical)

82 99947-6977 (jornalismo)

82 99641-3231 (pedido musical)

82 99947-6977 (jornalismo)

Olimpíadas de Tóquio têm nova data: 23 de julho a 8 de agosto de 2021

Primeira reunião do Comitê Organizador de Tóquio e o COI, após o cancelamento das Olimpíadas — Foto: Issei Kato/Reuters
Primeira reunião do Comitê Organizador de Tóquio e o COI, após o cancelamento das Olimpíadas — Foto: Issei Kato/Reuters

As Olimpíadas e as Paralimpíadas de Tóquio têm uma nova data. Nesta segunda-feira, os Jogos Olímpicos foram confirmados para serem realizados entre 23 de julho e 8 de agosto de 2021 na capital japonesa. Os Jogos Paralímpicos serão entre os dias 24 de agosto e 5 de setembro. A decisão foi tomada após estudos e negociações entre o presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, e dirigentes das federações esportivas e de comitês nacionais. A nova data cumpre a promessa do COI de que os Jogos seriam realizados até o verão de 2021.

– Quero agradecer às Federações Internacionais pelo apoio unânime e às Associações Continentais dos Comitês Olímpicos Nacionais pela grande parceria e pelo apoio no processo de consulta nos últimos dias. Também gostaria de agradecer à Comissão de Atletas do COI, com quem mantemos contato constante. Com este anúncio, estou confiante de que, trabalhando em conjunto com o Comitê Organizador de Tóquio 2020, o Governo Metropolitano de Tóquio, o Governo Japonês e todas as nossas partes interessadas, podemos superar esse desafio sem precedentes. Atualmente, a humanidade se encontra em um túnel escuro. Estes Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 podem ser uma luz no fim deste túnel – disse Thomas Bach, em comunicado oficial divulgado pelo COI (confira o texto completo no fim da matéria).

Na tarde desta segunda-feira em Tóquio (madrugada no Brasil), membros do Comitê Executivo do COI e do Comitê Organizador de Tóquio 2020 realizaram o primeiro encontro desde que as Olimpíadas foram adiadas. Em uma primeira coletiva após o encontro, a nova data não foi confirmada. Logo depois, porém, uma nova coletiva foi convocada às pressas para fazer o anúncio.

Presidente do Comitê Tóquio 2020, Yoshiro Mori disse ter recebido uma ligação do Comitê Olímpico Internacional após a primeira coletiva, pedindo para que a nova data fosse confirmada. Pouco antes, Toshiro Muto, diretor-executivo do Comitê Organizador, havia negado que a nova data já estava definida.

Assim como havia feito no domingo, a TV japonesa NHK, a maior do país, já havia cravado que o novo início para os Jogos estava marcado para 23 de julho, citando fontes internas do comitê. Ao término da reunião, o CEO do Comitê Organizador Tóquio 2020, Thoshiro Muto, enfatizara que ainda não havia uma data para a realização dos Jogos, mas que isso seria resolvido o mais breve possível.

Thomas Bach, presidente do COI — Foto: REUTERS/Denis Balibouse
Thomas Bach, presidente do COI — Foto: REUTERS/Denis Balibouse

As Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio 2020 foram oficialmente adiadas pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) no dia 24 de março por causa da pandemia de coronavírus. A decisão foi tomada após uma teleconferência entre Thomas Bach, presidente do COI, e Shinzo Abe, Primeiro-Ministro do Japão, para resguardar a segurança de atletas, técnicos e de todos que participariam diretamente ou indiretamente das competições.

O orçamento de todos os Jogos terá de ser revisto. O contrato com algumas das sedes esportivas também passará por uma renegociação. Há ainda a preocupação sobre como ficará a questão dos ingressos e devolução de dinheiro para quem não quiser mais ir aos Jogos.

Em sua 32ª edição, a previsão era de que 11 mil atletas, de pelo menos 204 países, disputassem os Jogos, distribuídos por 33 esportes. Se não bastasse esse contingente de pessoas, o COI e o Comitê Organizador do Japão tinha por estimativa que as provas recebessem até cinco milhões de espectadores de todo o mundo, nos 43 locais de disputas.

Vice-presidente do Comitê Olímpico do Brasil e chefe de missão da equipe em Tóquio, Marco Antônio La Porta festejou o anúncio da nova data.

Confira o comunicado oficial do COI:

“As lideranças dos principais partidos se reuniram via conferência telefônica hoje cedo, com a presença do presidente do COI, Thomas Bach, do presidente Mori Yoshiro, do Comitê Olímpico Tóquio 2020, do governador de Tóquio, Koike Yuriko, e do ministro olímpico e paralímpico Hashimoto Seiko, que concordaram com o novo cronograma.

Essa decisão foi tomada com base em três considerações principais e em conformidade com os princípios estabelecidos pelo Conselho Executivo do COI, em 17 de março de 2020, confirmados em sua reunião de hoje. Estes foram apoiados por todas as Federações Esportivas Olímpicas Internacionais de Verão e todos os Comitês Olímpicos Nacionais:

1. Proteger a saúde dos atletas e de todos os envolvidos e apoiar a contenção do vírus COVID-19.

2. Resguardar os interesses dos atletas e do esporte olímpico.

3. O calendário internacional dos esportes.

Essas novas datas dão às autoridades de saúde e a todos os envolvidos na organização dos Jogos o tempo máximo para lidar com o cenário em constante mudança e com as perturbações causadas pela pandemia do COVID-19. As novas datas, exatamente um ano após as originalmente planejadas para 2020 (Olimpíadas em 24 de julho a 9 de agosto de 2020, e Paralimpíadas em 25 de agosto a 6 de setembro de 2020), também têm o benefício adicional de que qualquer problema que o adiamento cause ao calendário esportivo internacional pode ser reduzido ao mínimo, algo que interessa aos atletas e as Federações Internacionais. Além disso, eles fornecerão tempo suficiente para concluir o processo de qualificação. As mesmas medidas de mitigação de calor planejadas para 2020 serão implementadas.

Em uma teleconferência na terça-feira, 24 de março de 2020, com base nas informações fornecidas pela OMS na época, o presidente do COI Thomas Bach e o primeiro-ministro japonês Shinzo Abe concluíram que os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 seriam realizados em sua forma completa e até o verão de 2021 O Primeiro Ministro reiterou que o governo do Japão está pronto para cumprir sua responsabilidade de sediar os Jogos com sucesso. Ao mesmo tempo, o presidente do COI, Thomas Bach, enfatizou o compromisso total do COI com os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Após a decisão de hoje (segunda-feira, 30), o Presidente do COI disse: “Quero agradecer às Federações Internacionais pelo apoio unânime e às Associações Continentais dos Comitês Olímpicos Nacionais pela grande parceria e pelo apoio nas consultas feitas nos últimos dias. Também gostaria de agradecer à Comissão de Atletas do COI, com quem mantemos contato constante. Com este anúncio, estou confiante de que, trabalhando em conjunto com o Comitê Organizador de Tóquio 2020, o Governo Metropolitano de Tóquio, o Governo Japonês e todas as nossas partes interessadas, podemos superar esse desafio sem precedentes. Atualmente, a humanidade se encontra em um túnel escuro. Estes Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 podem ser uma luz no fim deste túnel. ”

Andrew Parsons, presidente do IPC, comentou: “É uma notícia fantástica podermos encontrar novas datas tão rapidamente para os Jogos de Tóquio 2020. As novas datas garantem segurança aos atletas, tranquilizam as partes interessadas e dá algo para o mundo inteiro esperar ansiosamente. Quando os Jogos Paralímpicos acontecerem em Tóquio no próximo ano, eles serão uma exibição extra-especial da humanidade, unindo-se como uma só, em uma celebração global da resiliência humana e uma sensacional demonstração do esporte. Com os Jogos Paraolímpicos de Tóquio 2020 a 512 dias, a prioridade para todos os envolvidos no Movimento Paralímpico deve ser o de manter a segurança com seus amigos e familiares durante este período sem precedentes e difíceis. ”

O Presidente do Comitê Organizador de Tóquio 2020, Mori Yoshiro, disse: “O Presidente do COI Thomas Bach e o Comitê Organizador de Tóquio 2020 realizaram uma teleconferência hoje para discutir em detalhes as datas dos Jogos de Tóquio 2020. O ministro dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio, Hashimoto Seiko, e o governador de Tóquio, Koike Yuriko, participaram da da conferência. Propus que os Jogos fossem sediados entre julho e agosto de 2021 e realmente aprecio o fato de que o Presidente Bach, depois de discutir essa proposta com as várias federações esportivas internacionais e outras organizações relacionadas, aceitou minha sugestão. É necessário um certo período de tempo para a seleção e qualificação dos atletas e para seu treinamento e preparação, e o consenso foi de que seria preferível a realização dos Jogos remarcados durante as férias de verão no Japão. Em termos de transporte, organização de voluntários e fornecimento de ingressos para residentes do Japão e do exterior, dependendo do que for permitido pela situação do COVID-19, achamos que seria melhor reprogramar os Jogos para um ano depois do planejado, no verão de 2021. Além do adiamento dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos pela primeira vez na história, e de várias outras questões que já foram destacadas, a programação do evento é a pedra angular dos preparativos futuros e estou convencido de que tomar essa decisão prontamente ajuda a acelerar os preparativos futuros. Eu gostaria de agradecer todas as partes interessadas, incluindo a cidade de Tóquio e o Governo do Japão pelo trabalho árduo durante esse curto período. O Comitê Organizador de Tóquio 2020 continuará trabalhando duro para o sucesso dos Jogos do ano que vem.”

O governador Koike Yuriko disse: “Considerando o surto global de coronavírus, precisamos de um certo prazo antes de nos prepararmos totalmente para a entrega de jogos seguros e protegidos para os atletas e espectadores. Além disso, a preparação para as novas datas ocorrerá sem problemas pois as datas coincidem com o mesmo período das datas originais da competição, correspondendo com a emissão dos ingressos, equipe do local, voluntários e transporte. Portanto, acredito que celebrar a abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 em 23 de julho de 2021 é o ideal. Os atletas, voluntários, carregadores da tocha e governos municipais locais se preocuparam com a situação. Como agora temos novas datas concretas a serem buscadas, o Governo Metropolitano de Tóquio comprometerá todos os seus recursos e trabalhará em estreita colaboração com o Comitê Organizador de Tóquio 2020, o governo nacional e outras partes interessadas para se preparar totalmente para a entrega de Jogos seguros e protegidos.

Foi confirmado anteriormente que todos os atletas já qualificados e as cotas já atribuídas para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 permanecerão inalteradas. Isso é resultado do fato de que esses Jogos Olímpicos de Tóquio, de acordo com o Japão, continuarão sendo os Jogos da XXXII Olimpíada”.


CSE tem materiais roubados em sua sede e rescinde contrato de quatro atletas por causa da pandemia

Estádio Juca Sampaio, em Palmeira dos Índios.

Mesmo diante da paralisação do Campeonato Alagoano, o CSE contou com um capítulo triste nesta semana. O tricolor de Palmeira dos Índios teve seus materiais roubados na última terça-feira (24), em sua sede.

Segundo o vice-presidente jurídico do CSE, Zenício Neto, foram levados 27 camisas tricolores, 21 uniformes modelo dois e 15 calções de jogos da equipe do agreste alagoano.

CSE rescinde contrato de quatro atletas

O futebol parado tem complicado a vida dos clubes. Sem jogos, não existe receita para os times, que precisam pagar os jogadores da mesma forma. O CSE já começa a sentir financeiramente essa paralisação.

Nesta semana, quatro atletas da equipe tiveram seus contratos rescindidos: o meia Sardinha, o zagueiro Marcão, o atacante Felipe Pedra e o lateral-direito Léo. Todos eles com residência no Rio de Janeiro. Os demais atletas continuam com seus contratos em vigor.

Supervisor do clube, Erivaldo Domício explicou a situação.

– O CSE não rescindiu o contrato de todos os atletas, não. Foram de quatro atletas, até agora, que residem no Rio de Janeiro. Eles precisavam viajar para suas casas, pediram a liberação, e não devem voltar mais. Os outros atletas permanecem.

CSE – Foto: Diego Wendric


Federação Alagoana prorroga suspensão do estadual até 20 de abril

Federação Alagoana prorroga suspensão do estadual até 20 de abril

A Federação Alagoana de Futebol (FAF) prorrogou nesta quinta o período de suspensão do campeonato estadual. Em ato da presidência, a FAF informou que o novo prazo é 20 de abril. Antes, a competição havia sido paralisada por 15 dias, contando desde 16 de março.

– Resolve-se prorrogar a suspensão de realização das partidas do Campeonato Alagoano Smile 2020 até 20 de abril do corrente ano, momento em que se fará avaliação quanto às condições e prazo para retorno da competição, assim também em relação às competições de base – informa o ato da presidência da federação, assinado por Felipe Feijó.

Principais clubes da capital, CRB e CSA informaram na tarde desta quinta que fecharam acordo com seus jogadores e vão dar férias justamente até o dia 20 de abril.

As competições esportivas estão paradas neste mês em Alagoas por causa da pandemia de coronavírus.

Nos bastidores, a federação ainda tenta manter o estadual e avisou que vai esperar para tomar novas medidas. No interior, o ASA já anunciou a suspensão dos contratos dos atletas e o CSE liberou nesta quinta quatro jogadores que moram no Rio de Janeiro.


Conmebol adia Copa América para 2021 por causa da pandemia de Covid-19

Conmebol adia Copa América para 2021 por causa da pandemia de Covid-19

A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) anunciou na manhã desta terça-feira (17) o adiamento da 47ª edição da  Copa América  para  2021. Inicialmente a competição estava prevista para ser realizada no período de 12 de junho a 12 de julho na Argentina e na Colômbia. A nova data do torneio já foi definida: acontecerá entre 11 de junho a 11 de julho de 2021.

A decisão foi tomada por conta do avanço da pandemia do novo coronavírus (Covid-19)  por países da América do Sul nos últimos dias.

“Um evento desta magnitude merece que toda a atenção e esforço sejam concentrados em sua organização, uma prioridade que hoje fica em segundo plano para proteger a saúde e a segurança das seleções nacionais, torcedores, mídia e cidades-sede”, afirmou a organização em comunicado.


​FAF suspende por 15 dias todos os jogos do Campeonato Alagoano

​FAF suspende por 15 dias todos os jogos do Campeonato Alagoano – Foto: Assessoria

A Federação Alagoana de Futebol (FAF) informou, na tarde desta segunda-feira (16/03), que estão suspensos por 15 dias todos os jogos do Campeonato Alagoano 2020. A medida segue o movimento de todo território nacional em evitar aglomerações por conta do surto de coronavírus. A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) também suspendeu todos os jogos programados.

Confira na íntegra o Ato da Presidência da FAF sobre a suspensão do Campeonato Alagoano:

O Presidente da Federação Alagoana de Futebol, no uso de suas atribuições legais, conferidas pelo Estatuto da Entidade em vigor:

Considerando a expansão do atual coronavírus (COVID-19) no território nacional, o que já implicava em uma série de medidas de prevenção, a fim de conter o avanço da transmissão, especialmente em ambientes com aglomeração de público;

Considerando que a Federação Alagoana de Futebol manteve contato permanente com a Secretaria Estadual de Saúde/AL, a fim de nortear suas decisões com base em informações e recomendações oficiais acerca do quadro no Estado de Alagoas, especialmente após a declaração de pandemia por parte da OMS;

Considerando a necessidade de agir com equilíbrio, baseada em dados do Poder Público, mas com a tomada de providências, mesmo que severas, que busquem contribuir com a minimização do risco de ampliação do contágio massificado da COVID-19;

Considerando que é dever da FAF promover as diversas competições com lastro nos princípios esportivos da imparcialidade e igualdade de oportunidades, além de, diante da atual dinâmica dos fatos, ser imperioso observar a supremacia do interesse público;

Considerando a necessidade de ordenar o desdobramento do Campeonato Alagoano Smile 2020, dentre outras competições;

RESOLVE:

Art. 1º – Suspender, por 15 (quinze) dias, com possibilidade de prorrogação, a realização das partidas do Campeonato Alagoano Smile 2020, bem como adiar o início de competições de base que estavam programadas.

Art. 2º – Determinar que a Diretoria de Competições e Comissão de Arbitragem tomem as medidas necessárias para a efetividade imediata da medida, realizando as comunicações necessárias.

Dê-se ciência. Publique-se. Cumpra-se.

Maceió, 16 de março de 2020.
Felipe Omena Feijó
Presidente


Coronavírus: Campeonato Carioca é suspenso por 15 dias

Coronavírus: Campeonato Carioca é suspenso por 15 dias

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) anunciou, no início da tarde desta segunda-feira (16), a suspensão do Campeonato Carioca por 15 dias em razão do avanço do coronavírus no Brasil.

A decisão foi tomada após reunião, realizada na sede da entidade, que contou com a presença de representantes de clubes, técnicos e jogadores, além de médicos especialistas.

O presidente da Ferj, Rubens Lopes, afirmou após o encontro: “Depois de debatermos com a presença dos presidentes de clubes, vários médicos, com a presença de Alfredo Sampaio, representando atletas, de Zé Mario, representante treinadores, (…) baixamos resolução da suspensão de 15 dias”.

Além disso, a Ferj recomendou às equipes que não realizem treinos, em especial em locais fechados.

Mesmo com a decisão, nesta segunda ainda será realizado o jogo entre Madureira e Vasco, no estádio de Conselheiro Galvão, a partir das 16h (horário de Brasília).


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2020 RÁDIO SAMPAIO - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey