82 99641-3231 (pedido musical)

82 99947-6977 (jornalismo)

‘Doença do Pombo’ mata dois homens em SP e moradores ficam em alerta

Cinegrafista Mauro Sérgio e o empresário José Wilson estavam com a 'Doença do Pombo' — Foto: Arquivo Pessoal
Cinegrafista Mauro Sérgio e o empresário José Wilson estavam com a ‘Doença do Pombo’ — Foto: Arquivo Pessoal

Um cinegrafista, de 43 anos, e um empresário, de 56 anos, morreram no último mês, em Santos, no litoral de São Paulo, em decorrência da criptococose, conhecida como “Doença do Pombo”. A prefeitura informou que os atuais protocolos de saúde não obrigam a notificação dos casos, mas que realiza ações de prevenção.

O empresário José Wilson de Souza morreu em 19 de julho, enquanto a morte do cinegrafista Mauro Sérgio Gil Senhorães ocorreu no dia 23 do mesmo mês. Ambos ficaram internados por quatro meses em hospitais diferentes e, antes disso, tinham vida ativa e eram sadios, segundo familiares, a quem os médicos informaram sobre a doença.

Os sintomas apresentados pelos dois homens eram semelhantes: intensa dor de cabeça, tonturas, febre, além de falta de ar e cansaço. Em algumas situações, as pessoas podem confundir os sinais da doença com gripe forte. Ao final da internação dos dois pacientes, os quadros se agravaram: o empresário chegou a ficar em coma.

A infecção é ocasionada por fungos que se proliferam nas fezes dos pombos e também em ocos de árvore. Eles se espalham pelo ar e o risco maior está em ambientes fechados, onde esses animais se abrigam. Após ser inalado pelas pessoas, o fungo se instala no pulmão e, depois, migra para o sistema nervoso central.

Em entrevista, a infectologista Rosana Richtmann disse que a rápida reprodução dos pombos dificulta o controle da doença em grandes cidades. “As fezes ressecadas dos pombos, espalhadas pelo vento, podem ser inaladas e causar doenças”, declarou. A ordem é evitar o contato com animais e lugares de concentração dos pombos.

Veja o ciclo da criptococose — Foto: Arte/TV Globo
Veja o ciclo da criptococose — Foto: Arte/TV Globo

A Secretaria de Saúde de Santos informou que a doença não é de notificação obrigatória pelas unidades de saúde públicas e particulares, conforme os atuais protocolos. Por essa razão, não há dados. Entretanto, a municipalidade declarou que realiza ações educativas para prevenção e de controle de pragas urbanas.

Fonte: G1

Servidores do IML e peritos criminais paralisam atividades por 24 horas

IML de Maceió

Na noite dessa quinta-feira (8), peritos criminais, médicos legistas, odontolegistas, técnicos forenses e papiloscopistas, todos servidores da Perícia Oficial do Estado de Alagoas, decidiram em assembleia paralisar as atividades por 24 horas, contadas a partir das 7h da manhã desta sexta (9).

De acordo com o representante do Sindicato dos Peritos Oficiais de Alagoas (Sinpoal), Paulo Rogério Ferreira, o protesto é pela falta de diálogo com o Governo do Estado. “Se houve uma redução da criminalidade, a perícia criminal está envolvida em cada ação de segurança, mas até o momento não conseguimos abrir uma mesa de negociações”, afirma Paulo Rogério. Os servidores querem discutir valorização da categoria, seguindo o modelo adotado pelo governo do Estado para as demais carreiras da Segurança Pública do Estado. “Armas apreendidas, vestígios em local de crime, exames laboratoriais, exames em documentos, exames de DNA, exames em cadáveres, identificação humana, lesões corporais e exames em presos: todos os crimes do Estado passam pela perícia criminal”, explicou o representante do Sinpoal.

Com a paralisação, os IMLs de Maceió e Arapiraca deixam de realizar necropsias e exames de corpo de delito, inclusive em presos, mantendo o atendimento apenas de vítimas de estupro.

O Instituto de Criminalística vai funcionar com apenas uma equipe para cobrir todo Estado e os laboratórios não atenderão pedidos de urgência.

As atividades retornam na manhã deste sábado (10). A categoria agendou uma assembleia para a próxima semana, para discutir um indicativo de greve por tempo indeterminado.

 

 

 

 

Fonte: TNH1

Polícia divulga retrato falado de suspeitos de decepar dedos de mulher em Arapiraca, AL

Polícia divulgou os retratos falados dos suspeitos de decepar dedos de mulher durante assalto em Arapiraca, Alagoas — Foto: Divulgação/PC-AL

A polícia divulgou nesta quinta-feira (8) os retratos falados de dois homens suspeitos de decepar dois dedos de uma comerciante durante uma tentativa de assalto em Arapiraca, Agreste de Alagoas.

Segundo a polícia, um dos suspeitos tem um porte atlético e é musculoso, tem a pele branca, os olhos verdes, cerca de 1,87 m de altura e entre 23 e 24 anos. Além disso, o homem possui uma tatuagem de estrela do lado direito do pescoço, de contorno escuro e com o fundo pintado de azul.

O outro criminoso tem um porte físico comum. Ele é negro, tem cerca de 1,55 m de altura, entre 22 e 27 anos de idade e possui arranhões aparentemente recentes no rosto. A polícia diz ainda que o suspeito usa brinco tipo argola na orelha direita e provavelmente é canhoto.

Quem tiver informações que possam ajudar na localização dos dois suspeitos, pode ligar para o Disque Denúncia, pelo número 181. Não é necessário se identificar.

O crime ocorreu no último fim de semana. A vítima estava na oficina da família quando foi abordada pelos criminosos, que queriam levar um dos carros. A mulher disse que não tinha a chave. Irritada, a dupla decepou dois dedos dela, usando faca e martelo.

Ainda de acordo com relatos da vítima, os homens ainda tentaram abusá-la, mas desistiram e fugiram levando dinheiro que encontraram em seu sutiã.

A mulher foi socorrida e levada para a Unidade de Emergência do Agreste, onde foi atendida.

O Ministério Público (MP-AL) acompanha as investigações sobre o caso.

 

 

 

 

 

 

Fonte: G1

Suspeito é espancado por populares após roubar loja em Arapiraca

Após roubar loja, suspeito é contido por populares

Um homem identificado como Joaldo Rodrigues de Moura, de 30 anos, foi espancado por populares no fim da tarde desta quinta-feira (08), no bairro Eldorado, em Arapiraca, Agreste de Alagoas.

Segundo a polícia, ele é suspeito de roubar uma loja de ferramentas situada na rua Maurício Pereira e, no momento da fuga Joaldo teria sido interceptado por populares, que iniciaram uma agressão coletiva.

“Quando chegamos ao local ele estava sendo espancado por populares. Havia uma grande aglomeração de pessoas e ao chegar ao local percebemos que o homem já estava com os pés e as mãos algemadas após ter realizado um furto”, contou um policial militar.

Joaldo Rodrigues encaminhado ao Hospital de Emergência do Agreste, onde foi medicado e conduzido até a Central de Polícia Civil.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Todo Segundo

Polícia Civil apreende dois menores infratores em União dos Palmares

Ação policial apreendeu menores infratores em União dos Palmares – Foto: Divulgação – PC/AL

Uma operação policial integrada, deflagrada nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (8), coordenada pelo delegado Valter Nascimento, titular da 11ª Delegacia Regional da Polícia Civil de União dos Palmares (11ª DRP) e pelo comandante do 2° Batalhão da Polícia Militar, coronel Cláudio, resultou na apreensão de dois menores infratores.

A ação policial deu cumprimento a mandados de busca e apreensão domiciliar, mandados de prisão e mandados de busca e apreensão de menor infrator, expedidos pelo Juízo de Direito da 3ª Vara Criminal e Vara da Infância e da Juventude de União.

“A integração das polícias é uma das diretrizes do governo do Estado e as operações deverão ocorrer de forma contínua visando sobretudo a manutenção da ordem pública na cidade de União dos Palmares”, frisaram os coordenadores da operação que têm o apoio dos órgãos gestores das polícias Civil e Militar.

O trabalho mobilizou policiais civis da 11ª Delegacia Regional de Polícia (União dos Palmares), Asfixia e militares 2° Batalhão da Polícia Militar.

 

 

 

 

Fonte: Todo Segundo

Cutias mantidas irregularmente em hotel são resgatadas em Arapiraca

Cutias resgatadas pela FPI do São Francisco em Arapiraca, Alagoas — Foto: Jonathan Lins/Ascom FPI
Cutias foram resgatadas pela FPI do São Francisco em Arapiraca, agreste de Alagoas — Foto: Jonathan Lins/Ascom FPI

Equipes da Fiscalização Preventiva e Integrada (FPI) do Rio São Francisco, do Ministério Público do Estado de Alagoas (MP-AL), resgatou 38 cutias nesta quinta-feira (8). Os animais foram flagrados em situação de cativeiro, dentro de gaiolas em um hotel localizado no bairro Planalto, em Arapiraca.

Os animais estavam em um local nos fundos do hotel. Um deles estava morto, em avançado estado de decomposição. Eles serão devolvidos à natureza, em local que não foi divulgado para preservar a segurança das cutias.

O estabelecimento foi autuado, através de um Termo Circunstancial de Ocorrência (TCO), já que não possuía licença ambiental e pelas condições do local, que caracterizavam cativeiro para esses animais. O termo foi feito na Delegacia Regional de Arapiraca.

A FPI resgatou, até o momento, 360 animais em condições semelhantes. Desses, 120 já foram devolvidos à natureza.

Cutias foram resgatadas pela FPI do São Francisco em Arapiraca, agreste de Alagoas — Foto: Jonathan Lins/Ascom FPI
Cutias foram resgatadas pela FPI do São Francisco em Arapiraca, agreste de Alagoas — Foto: Jonathan Lins/Ascom FPI

 

Fonte: G1

Redes sociais


Whatsapp: 82 99641-3231

Contato


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Tel: (82) 99641-3231

© 2020 RÁDIO SAMPAIO - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey