Planalto teme greve geral e convoca reunião extraordinária com servidores- Foto: Reprodução

O Palácio do Planalto marcou para quarta-feira (10) uma reunião extraordinária com representantes dos servidores públicos federais. O intuito é conter um possível movimento de greve identificado entre algumas categorias do funcionalismo.

A decisão pelo encontro foi tomada depois de uma reunião, no fim da semana passada, entre a ministra da Gestão e Inovação, Esther Dweck, e o ministro da Fazenda, Fernando Haddad (ambos na foto acima).

No encontro, segundo interlocutores, Dweck alertou Haddad de que a pressão por aumento no salário está aumentando.

A ministra da Gestão, no entanto, ouviu do ministro da Fazenda que é impossível falar em reajuste real ainda neste ano.

Mesmo sem intenção de atender as demandas dos servidores após o alerta vindo de dentro do próprio governo, o Planalto achou por bem marcar a reunião extraordinária da mesa de negociação salarial – que representa cerca de 40 entidades do funcionalismo federal.

Isso porque algumas categorias já têm indicativo de greve, como professores do ensino superior. Além disso, funcionários dos institutos federais e técnicos das universidades públicas paralisaram as atividades nos últimos dias.

Até agora, na mesa de negociação, há uma proposta rejeitada pelos servidores de aumento no valor dos benefícios como auxílio-alimentação, creche e saúde em 2024 e aumento de salário de 4,5% em 2025 e 2026.

A ideia da reunião é insistir nesses números e mostrar que as contas do governo não permitem ir além. Em 2023, os servidores tiveram um reajuste de 9%.

 

Papa Francisco- Foto: Divulgação/ Vatican Media

O Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia convocou seu núncio papal, o representante diplomático permanente da Santa Sé que exerce o posto de embaixador, nesta segunda-feira (11) para expressar “decepção” após comentários do Papa Francisco.

O pontífice disse que a Ucrânia deveria "demonstrar a coragem da bandeira branca" e abrir negociações com a Rússia para encerrar a guerra que dura dois anos.

A fala aconteceu em uma entrevista com a emissora suíça RSI que deve ser veiculada na íntegra em 20 de março.

O embaixador do Vaticano na Ucrânia, o arcebispo Visvaldas Kulbokas, foi informado que o papa deveria se abster de declarações que "legalizam o direito do poder e incentivam ainda mais desrespeitos às leis internacionais, pontuou um comunicado no site do ministério.

O comunicado afirmou que espera que o papa “envie sinais à comunidade internacional sobre a necessidade de imediatamente unir forças para garantir a vitória do bem sobre o mal”.

A Ucrânia “busca a paz como nenhum outro Estado. Essa paz, no entanto, precisa ser justa e baseada nos princípios da Carta das Nações Unidas e a fórmula de paz proposta pelo presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky”.

Zelensky rebateu os comentários do papa no último domingo. Embora não tenha se referido a eles diretamente, disse que figuras religiosas distantes não deveriam se envolver em “mediação virtual entre alguém que quer viver e alguém que quer destruí-lo”.

O plano de paz do presidente ucraniano pede a retirada das tropas russas, um retorno às fronteiras de 1991 da Ucrânia e o devido processo legal para responsabilizar a Rússia pelas suas ações. A Rússia afirma que não pode realizar negociações com uma premissa dessas.

Foto: Reprodução/CBF TV

O técnico da seleção brasileira, Dorival Júnior, anunciou as convocações do goleiro Léo Jardim, do Vasco; zagueiro Fabrício Bruno, do Flamengo e, também, o atacante Galeno, do Porto. O trio entra nas vagas de Ederson, do Manchester City, Marquinhos, do PSG, e Gabriel Martinelli, do Arsenal, que foram cortados da lista, todos lesionados.

"São atletas que já vinham sendo observados e chegam em condições de brigarem diretamente por uma posição para esses dois amistosos iniciais", afirmou Dorival, aos canais oficiais da CBF.

Os três jogadores chamados por Dorival Júnior receberam as primeiras convocações de suas carreiras. Eles aumentam o grupo de estreantes na lista do treinador. Com o trio, o Brasil terá oito jogadores que nunca atuaram pela Seleção nos amistosos contra Inglaterra, dia 23 deste mês, e Espanha, no dia 26.

O goleiro Ederson se lesionou no empate do Manchester City contra o Liverpool e deve ficar pelo menos quatro semanas afastado. Com sua ausência, Dorival Júnior não terá os dois principais jogadores da posição para sua estreia no comando da Seleção. Alisson também se recupera de um problema físico.

Destaque do Vasco na temporada, Léo Jardim recebe a convocação um dia após bater o recorde pessoal de defesas em uma partida. O ex-Lille fez 12 no empate por 1 a 1 com o Nova Iguaçu, no jogo de ida da semifinal do Campeonato Carioca.

Confira a lista de convocados:

Goleiros: Bento (Athletico-PR), Léo Jardim (Vasco)* e Rafael (São Paulo)*;

Laterais: Danilo (Juventus), Yan Couto (Girona), Ayrton Lucas (Flamengo) e Wendell (Porto);

Zagueiros: Beraldo (PSG)*, Gabriel Magalhães (Arsenal), Fabrício Bruno (Flamengo)* e Murilo (Palmeiras)*;

Meio-campistas: André (Fluminense), Andreas Pereira (Fulham), Bruno Guimarães (Newcastle), Casemiro (Manchester United), Douglas Luiz (Aston Villa), João Gomes (Wolverhampton), Lucas Paquetá (West Ham) e Pablo Maia (São Paulo)*;

Atacantes: Endrick (Palmeiras), Galeno (Porto)*, Raphinha (Barcelona), Richarlison (Tottenham), Rodrygo (Real Madrid), Savinho (Girona)* e Vini Jr (Real Madrid).

* Jogadores com asteriscos foram convocados pela primeira vez para seleção brasileira principal.

 

Jair Bolsonaro- reprodução vídeo

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) publicou, na segunda-feira (12), um vídeo onde convoca apoiadores para um "ato pacífico em defesa do Estado Democrático de Direito." Conforme a postagem feita em suas redes sociais, a manifestação ocorrerá no último domingo de fevereiro, dia 25, na Avenida Paulista, em São Paulo, às 15h.

Na convocação, Bolsonaro pediu aos militantes que compareçam trajando verde e amarelo, mas sem "qualquer faixa ou cartaz contra quem quer que seja". O ex-presidente disse que vai se defender de todas as acusações que têm sido imputadas à ele nos últimos meses.

A solicitação de Jair Bolsonaro acontece após a operação Tempus Veritatis, deflagrada no último dia 8 pela Polícia Federal e, também, a retirada de sigilo por parte do ministro Alexandre de Moraes do vídeo da reunião ocorrida em julho de 2022. A íntegra do vídeo em que mostra a reunião do então presidente e membros da alta cúpula de seu governo, ocorrida em 5 de julho de 2022. O momento está sendo investigado pela Polícia Federal como parte do inquérito que apura a tentativa de golpe de Estado, após as eleições de 2022.

Veja convocação do ex-presidente:

View this post on Instagram

A post shared by Jair M. Bolsonaro (@jairmessiasbolsonaro)

Reprodução

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) já notificou mais de três milhões de segurados – aposentados e pensionistas – que ainda não realizaram a prova de vida. Outras 1,2 milhão de pessoas serão notificadas a partir desta quinta-feira (dia 1°). No total, o órgão está convocando 4.351.557 cidadãos para fazer a atualização cadastral, pois não há informações desses segurados nos bancos de dados oficiais do governo.

Todos os segurados contatados são nascidos entre janeiro e março e precisam comprovar a existência para manter a continuidade dos benefícios pagos pelo INSS, já que estão há 12 meses ou mais sem realizar a prova de vida.

A notificação é enviada por meio do aplicativo Meu INSS, pela Central 135 ou por notificação bancária, informando que a prova de vida ainda não foi concluída.

Fui notificado. O que fazer?

Os segurados que receberem a convocação devem procurar o INSS ou a rede bancária onde recebem o benefício para realizar a prova de vida. Após 60 dias do recebimento do aviso, se a comprovação não for realizada, o pagamento poderá ser bloqueado.

Durante esse período, o segurado pode também efetuar a atualização cadastral pelo aplicativo e pelo site Meu INSS.

Se optar pela internet, não basta apenas acessar o Meu INSS, é preciso clicar na aba "Prova de Vida", localizada em "Outros Serviços".

Se fizer o procedimento presencialmente, é preciso levar os documentos pessoais ao banco ou à agência do INSS.

O que vale como comprovante

Acessar o aplicativo Meu INSS ou apps que tenham certificação e controle de acesso. No caso da prova de vida realizada pelo Meu INSS, é preciso acessar a opção "Prova de Vida", destacada no aplicativo na área "Outros Serviços"

Atendimento em Agência da Previdência Social

Receber pagamento de benefício com biometria

Fazer empréstimo consignado com biometria

Fazer atualizações no Cadastro Único (CadÚnico)

Os segurados ainda podem realizar a prova de vida presencialmente, em agências bancárias e unidades do INSS

E se o benefício for bloqueado? O que fazer?

Segundo o INSS, o benefício só será bloqueado se o cidadão for notificado e não provar que está vivo nos 60 dias de prazo concedido ou se o endereço cadastrado nas bases de dados do INSS for insuficiente para localizar a pessoa na pesquisa externa.

Nesses casos, informa o instituto, a pessoa será notificada, e o benefício será bloqueado pelo prazo de 30 dias.

Neste período de um mês, ela ainda pode realizar a prova de vida no banco, utilizando a biometria dos caixas eletrônicos, ou indo presencialmente a uma unidade do INSS.

O segurado corre risco de o benefício ser definitivamente suspenso?

Se o beneficiário não comparecer ao banco ou a uma agência do INSS nos 30 dias restantes, o benefício será suspenso. Após seis meses de suspensão, o pagamento será cessado.

Mudanças

No comparativo com o procedimento anterior, a prova de vida ocorria anualmente nas instituições financeiras pagadoras de benefícios, sendo um processo presencial com apresentação de documento de identificação com foto a um funcionário ou realizado por biometria nos terminais de autoatendimento.

Desde 2020, os segurados também têm a opção de realizar a prova de vida por biometria facial, utilizando a câmera do celular por meio do aplicativo Meu INSS.

As modificações foram possíveis porque, desde 2023, o recenseamento passou a ser feito por meio do cruzamento de dados que constam dos cadastros do próprio governo e de seus parceiros. A suspensão da prova de vida foi definida ainda no governo de Jair Bolsonaro (PL), ex-presidente.

De acordo com as novas regras, o INSS recebe esses dados de órgãos parceiros e os compara com as informações que já estão cadastradas em sua base.

Como funciona na prática?

Uma pessoa toma uma vacina contra a gripe num posto de saúde da rede pública. Ao receber essa informação, o INSS tem o indicativo de vida do beneficiário e tal indicativo serve para compor um "pacote de informações" sobre a pessoa. Esse "pacote de informações" reúne diversas ações da pessoa, registradas ao longo do ano, nos diferentes bancos de dados dos parceiros.

Quando o total de ações ao longo do ano registradas nas bases de dados parceiras for suficiente, o sistema considera a prova de vida realizada, garantindo a manutenção do benefício até o próximo ciclo.

Funcionário público

Para os servidores públicos federais inativos e pensionistas da União, a prova de vida é realizada exclusivamente nos aplicativos Sougov.br e Gov.br, ou na agência bancária onde o pagamento é efetuado. Este procedimento deve ocorrer no mês de aniversário do servidor ou beneficiário.

 

Bento, goleiro do Athletico-PR — Foto: José Tramontin/ Athletico

A CBF anunciou nesta segunda-feira (13) o corte do goleiro Ederson, que não estará à disposição para os jogos da Seleção contra Colômbia e Argentina pelas eliminatórias sul-americanas. Bento, do Athletico-PR, foi convocado em seu lugar.

Titular em todos os jogos com Fernando Diniz, Ederson sofreu um trauma no pé esquerdo durante o empate entre Manchester City e Chelsea no domingo (12) e não vai se apresentar com o restante do grupo na Granja Comary, em Teresópolis.

O Brasil encara a Colômbia no estádio Metropolitano na próxima quinta-feira (16), às 19h (de Brasília), pela quinta rodada das eliminatórias sul-americanas para a Copa de 2026. Na terça-feira, dia 21, o adversário será a Argentina, às 21h30, no Maracanã.

Com sete pontos, a Seleção ocupa a terceira colocação na competição, atrás de argentinos, com nove, e uruguaios, que também têm sete, os mesmo três gols de saldo, mas marcaram um a mais: 8 a 7.

A América do Sul oferece seis vagas diretas para a Copa do Mundo que será disputada na América do Norte (EUA, Canadá e México). O sétimo colocado se classifica para a repescagem.

Veja como ficou a lista de jogadores da Seleção para a data Fifa:

Goleiros: Alisson (Liverpool), Bento (Athletico-PR) e Lucas Perri (Botafogo)

Laterais: Carlos Augusto (Inter de Milão), Emerson Royal (Tottenham) e Renan Lodi (Olympique de Marselha)

Zagueiros: Bremer (Juventus), Gabriel Magalhães (Arsenal), Marquinhos (PSG) e Nino (Fluminense)

Meio-campistas: André (Fluminense), Bruno Guimarães (Newcastle), Douglas Luiz (Aston Villa), Joelinton (Newcastle) e Raphael Veiga (Palmeiras)

Atacantes: Endrick (Palmeiras), Gabriel Jesus (Arsenal), Gabriel Martinelli (Arsenal), Paulinho (Atlético-MG), Pepê (Porto), Raphinha (Barcelona), Rodrygo (Real Madrid) e Vini Jr (Real Madrid)

Ramon Menezes
Créditos: Thais Magalhães/CBF

Com o herói da Libertadores, destaques do Brasileirão e oito jogadores que atuam no exterior, Ramon Menezes convocou nesta terça-feira (7) a seleção brasileira olímpica para o último período de treinamentos antes da lista final visando o Pré-Olímpico, na Venezuela, em janeiro.

Não haverá amistosos e os 23 jogadores ficam reunidos para trabalhos no CT Joaquim Grava, do Corinthians, de 13 a 21 de novembro.

Ramon chamou oito jogadores que foram campeões do Pan-Americano, no último sábado, em Santiago, no Chile, mas o grande destaque ficou mesmo por conta da John Kennedy, herói do título do Fluminense na Libertadores.

Confira a lista completa

Goleiros

Andrew (Gil Vicente)

Marcelo Pitaluga (Liverpool)

Mycael (Athletico-PR)

Laterais

Khellven (CSKA Moscou)

Vinícius Tobias (Real Madrid)

Patrick (São Paulo)

Vanderlan (Palmeiras)

Zagueiros

Arthur Chaves (Acadêmicos de Vizeu)

Lucas Beraldo (São Paulo)

Michel (Palmeiras)

Robert Renan (Zenit)

Meio-campistas

Alexsander (Fluminense)

Andrey Santos (Nottingham Forest)

Guilherme Biro (Corinthians)

Igor Jesus (Flamengo)

Pablo Maia (São Paulo)

Victor Hugo (Flamengo)

Atacantes

Gabriel Pec (Vasco da Gama)

John Kennedy (Fluminense)

Luis Guilherme (Palmeiras)

Marcos Leonardo (Santos)

Matheus Nascimento (Botafogo)

Sávio (Girona)

 

Fernando Diniz, técnico da Seleção Brasileira
Créditos: Vitor Silva / CBF

 

O técnico da Seleção Brasileira Masculina, Fernando Diniz, convocou, neste sábado (23), os jogadores para a disputa das duas próximas rodadas das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2026.

No dia 12 de outubro, a Seleção enfrenta a Venezuela, na Arena Pantanal, em Cuiabá (MT), às 21h30, pela terceira rodada das Eliminatórias. Já o outro confronto será contra o Uruguai, no Estádio Centenário, em Montevidéu (URU), no dia 17 do mesmo mês, às 21h.

Com seis pontos, a Seleção Brasileira ocupa a liderança nas Eliminatórias da Copa.

Segue a lista dos convocados por Fernando Diniz:

Goleiros:

Alisson - Liverpool (ING)

Ederson- Manchester City (ING)

Lucas Perri - Botafogo

Laterais:

Renan Lodi - Olympique (FRA)

Caio Henrique - Monaco (FRA)

Danilo - Juventus (ITA)

Vanderson - Monaco (FRA)

Zagueiros:

Bremer Juventus (ITA)

Gabriel Magalhães - Arsenal (ING)

Marquinhos - PSG (FRA)

Nino - Fluminense

Meio-campistas:

André - Fluminense

Bruno Guimarães - Newcastle (ING)

Casemiro - Manchester United (ING)

Gerson - Flamengo

Raphael Veiga - Palmeiras

Atacantes:

Gabriel Jesus - Arsenal (ING)

Vinicius Junior- Real Madrid (ESP)

Richarlison - Tottenham (ING)

Rodrygo - Real Madrid (ESP)

Neymar - Al-Hilal (Arábia Saudita)

Matheus Cunha - Wolverhampton (ING)

Raphinha - Barcelona (ESP)

Ramon Menezes convoca Seleção Masculina Pan-Americana de Futebol
Créditos: Thais Magalhães/CBF

A Seleção Brasileira Masculina de Futebol Sub 23 foi convocada, nesta sexta-feira (22), para a disputa dos Jogos Pan-Americanos de Santiago, que será realizado entre os dias 20 de outubro a 5 de novembro.  No Grupo B do Pan, a Seleção Brasileira terá os seguintes adversários: Estados Unidos, Colômbia e Honduras.

"É uma felicidade representar o Brasil numa competição que estávamos sem disputar há anos. Gostaria de agradecer ao presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, e o coordenador da base da CBF, Branco, por mais essa oportunidade e também a todos os clubes pelas liberação dos seus atletas", afirmou Ramon Menezes, pouco antes de anunciar os 18 convocados

A estreia no Pan será diante dos Estados Unidos, no dia 23 de outubro, em Valparaíso, às 14h. O segundo confronto, acontecerá contra a Colômbia, no dia 26, às 16h, em Vinã del Mal. No último compromisso da primeira fase, a equipe comandada por Ramon Menezes terá pela frente a seleção de Honduras, dia 29, às 19h, em Sausalito.

Antes da competição, Ramon vai treinar o time na Granja Comary a partir do dia 9 de outubro.

Veja a lista dos convocados por Ramon Menezes:

Goleiros:

Mycael - Athletico-PR

Andrew - Gil Vicente (PORTUGAL)

Matheus Donelli - Corinthians

Laterais:

João Moreira - São Paulo

Rikelme - Cuiabá

Patryck - São Paulo

Zagueiros:

Lucas Halter - Goiás

Gustavo Martins - Grêmio

Arthur Chaves - Acadêmico de Viseu (PORTUGAL)

Meio-campistas:

Matheus Dias - Internacional

Guilherme Biro - Corinthians

Marquinhos - Nantes (FRANÇA)

Ronald - Grêmio

Igor Jesus - Flamengo

Atacantes:

Gabriel Veron - Porto (PORTUGAL)

Matheus Nascimento - Botafogo

Figueiredo - Vasco

Kaio - Coritiba

 

Contato

Rua José e Maria Passos, nº 25
Centro - Palmeira dos Índios - AL.
(82) 99641-3231
TELEFONE FIXO - ESTUDIO:
(82)-3421-4842
SETOR FINANCEIRO: (82) 3421-2289 / 99636-5351
(Flávia Angélica)
COMERCIAL: 
(82) 99344-9999
(Dalmo Gonzaga)
O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados. Segurança e privacidade
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram