Palestinos são mortos na Cisjordânia; Israel afirma ter feito ataque contra militantes
Reuters

Cinco palestinos foram mortos em uma ofensiva militar israelense na cidade de Jenin, na Cisjordânia, nesta sexta-feira (5), disse o Ministério da Saúde palestino.  Os militares israelenses afirmaram num comunicado que as suas forças cercaram um edifício onde os militantes se barricaram e que um avião atingiu alvos na área.

A Cisjordânia é comandada pela Autoridade Palestina, que governa com o apoio do governo do premiê Benjamin Netanyahu. Ainda assim, a violência na região aumentou após o início da guerra entre Israel e Hamas na Faixa de Gaza, ao sul de Israel.

Os conflitos na região levaram a um número crescente de radicalização de jovens palestinos e à escalada dos ataques de colonos israelenses — que ocupam partes da Cisjordânia de maneira ilegal — contra cidadãos palestinos.

 

Momento em que ocorre uma explosão na Faixa de Gaza | Imagem: reprodução/G1

A guerra entre o grupo islâmico Hamas e Israel já gerou, até agora, 920 mortes, sendo 600 em Israel, 313 na Faixa de Gaza e sete na Cisjordânia. Na madrugada de hoje (8), novas explosões ocorreram em Gaza e se intensificaram ao amanhecer.

Segundo a agência Reuters, militares israelenses disseram que o norte de Israel sofreu ataques a partir do Líbano. Os novos ataques foram reivindicados pelo grupo Hezbollah, que afirmou ter disparado foguetes em “solidariedade” aos palestinos.

Segundo o próprio grupo, os alvos dos ataques seriam três posições militares israelenses localizadas na região conhecida como Fazendas de Shebaa, que é ocupada por Israel desde 1967 e reivindicada pelo Líbano.

Contra-ataque

Os militares de Israel disseram que revidaram o ataque do Hezbollah e que um drone atingiu um posto do grupo, localizado na região da fronteira com o Líbano. As forças israelenses também afirmaram que continuam com uma operação em oito áreas que ficam nos arredores da Faixa de Gaza, no sul do país.

Na noite de ontem (7), o primeiro ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse que irão transformar em ruínas todos os lugares onde o Hamas estiver. Confira o pronunciamento abaixo.

Um complexo, que seria usado pela inteligência do Hamas, foi bombardeado em Gaza.

O Hamas comunicou que seus membros continuam engajados em “lutas ferozes” dentro de Israel.

Contato

Rua José e Maria Passos, nº 25
Centro - Palmeira dos Índios - AL.
(82) 99641-3231
TELEFONE FIXO - ESTUDIO:
(82)-3421-4842
SETOR FINANCEIRO: (82) 3421-2289 / 99636-5351
(Flávia Angélica)
COMERCIAL: 
(82) 99344-9999
(Dalmo Gonzaga)
O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados. Segurança e privacidade
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram