Coqueiro Seco | Foto: reprodução/Flikr/Eu, Meu Outro

Na tarde da última segunda-feira (24), um homem ateou fogo na casa da própria mãe, no Centro de Coqueiro Seco. O motivo do crime não foi informado. Não houve registro de feridos.

Vizinhos da vítima ajudaram a apagar o fogo.

De acordo com o Centro de Operações da Polícia Militar (Copom), uma guarnição policial foi até o local e, constatando o que havia acontecido, prendeu o suspeito, que é usuário de drogas.

Foto: Ascom PC/AL

Na manhã de hoje (19), um homem identificado como Joelito Luiz da Silva (49), suplente de vereador em Coqueiro Seco, foi morto a tiros no povoado Brasília, na referida cidade alagoana. O motivo do crime ainda é desconhecido, assim como a identidade do seu autor.

A Polícia Civil (PC) informou que um inquérito foi instaurado e as investigações sobre o caso já foram iniciadas. Estão atuando na apuração os agentes do 15° Distrito Policial (DP) de Santa Luzia do Norte e do 16° DP de Coqueiro Seco.

“Vamos analisar as câmeras de monitoramento da cidade e iremos dar uma resposta a esse crime o mais rápido possível. Com relação ao motivo ainda estamos esclarecendo”, disse o delegado Valdkes Pereira, titular do 16° DP.

Histórico ruim

Segundo a Polícia Civil, Joelito Luiz da Silva já tinha diversas passagens policiais, incluindo uma por tentativa de homicídio. Atualmente, ele era proprietário de uma discoteca em Coqueiro Seco.

Ministro Cristiano Zanin | Foto: Carlos Moura/SCO/STF

Na última quinta-feira (7), o ministro Cristiano Zanin determinou que fosse distribuída uma quantia de R$ 272,6 milhões entre o Governo de Alagoas, Maceió e outros 12 municípios alagoanos. O valor estava bloqueado judicialmente após a concessão dos serviços de saneamento básico na região metropolitana da capital. A decisão de Zanin segue a interpretação prévia do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Luís Roberto Barroso.

70% da quantia, cerca de R$ 190,8 milhões, serão distribuídos entre as prefeituras de Maceió, Rio Largo, Marechal Deodoro, Atalaia, Pilar, Murici, Satuba, Barra de Santo Antônio, Messias, Paripueira, Barra de São Miguel, Santa Luzia do Norte e Coqueiro Seco. Os outros 30% do valor, equivalente a R$ 81,8 milhões, serão destinados ao governo estadual.

Entre as cidades, o dinheiro será dividido de maneira equitativa para metade do valor, enquanto a outra metade seguirá a proporção estabelecida pelo critério populacional.

A seguir, veja o valor que cada município irá ganhar:

Foto: ilustração

Uma mulher de 27 anos fugiu de Coqueiro Seco, onde residia, depois de ser espancada e ameaçada por integrantes de uma facção criminosa. O caso aconteceu na localidade conhecida como “Favelinha”, no povoado Brasília.

De acordo com o que foi apurado, o espancamento e a ameaça foram registrados na madrugada deste domingo (03) e constam do relatório de ocorrências da Secretaria de Segurança Pública (SSP/AL).

A mulher foi conduzida para o posto de saúde central de Coqueiro Seco e, após receber os primeiros socorros, relatou aos policiais do 8º BPM que integrantes de uma facção responsável pelo tráfico de drogas na região a agrediram com várias coronhadas na cabeça e chutes nas pernas e costas.

Segundo a vítima, o grupo a acusou de ser “X9” (gíria usada para designar delatores) e disse que ela seria fuzilada caso ainda estivesse no município ao amanhecer do dia.

Contato

Rua José e Maria Passos, nº 25
Centro - Palmeira dos Índios - AL.
(82) 99641-3231
TELEFONE FIXO - ESTUDIO:
(82)-3421-4842
SETOR FINANCEIRO: (82) 3421-2289 / 99636-5351
(Flávia Angélica)
COMERCIAL: 
(82) 99344-9999
(Dalmo Gonzaga)
O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados. Segurança e privacidade
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram