Milhares de colombianos protestam contra as reformas econômicas e sociais de Petro            Foto: Reuters

Dezenas de milhares de colombianos marcharam neste domingo (21) para rejeitar as reformas econômicas e sociais propostas pelo governo do presidente Gustavo Petro, a mais recente de uma série de manifestações contra as políticas nacionais.

As reformas, que Petro diz que combaterão a profunda desigualdade, mas que os oponentes dizem que prejudicarão a economia que já passa por dificuldades do país, foram as principais promessas de campanha do líder de 64 anos, que assumiu o cargo em 2022.

Apesar do céu cinzento e da chuva, cerca de 70 mil pessoas marcharam em Bogotá, de acordo com estimativas do governo municipal, cantando “fora Petro”, agitando bandeiras nacionais e tocando trombetas antes de se reunirem na Praça Bolívar, no centro.

A marcha ocorreu depois que um comitê do Senado, no início do mês, rejeitou uma proposta de reforma da saúde que visava tirar o poder das seguradoras e expandir o acesso à assistência médica, já que o governo assumiu o controle de duas grandes seguradoras que, segundo ele, não haviam atendido corretamente os pacientes.

Espera-se que o governo proponha uma nova versão da reforma da saúde quando a nova sessão legislativa começar em julho. As reformas previdenciária e trabalhista ainda estão sendo debatidas pelos parlamentares.

As pessoas também foram às ruas na cidade de Medellín e em Cali, perto da costa do Pacífico.

 

Contato

Rua José e Maria Passos, nº 25
Centro - Palmeira dos Índios - AL.
(82) 99641-3231
TELEFONE FIXO - ESTUDIO:
(82)-3421-4842
SETOR FINANCEIRO: (82) 3421-2289 / 99636-5351
(Flávia Angélica)
COMERCIAL: 
(82) 99344-9999
(Dalmo Gonzaga)
O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados. Segurança e privacidade
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram