Foto: AaronP/Bauer-Griffin/GC Images

O piloto da Alaska Airlines, Joseph Emerson (44), que tentou desligar os motores de um avião durante o voo, nos Estados Unidos, disse ao The New York Times que foi afetado por cogumelos psicodélicos que havia ingerido dois dias antes da viagem, em Washington, DC, durante a celebração de morte do seu melhor amigo.

Emerson disse que pensou que estava sonhando enquanto voltava para a Califórnia. “Achei que parando os dois motores, o avião começaria a se encaminhar para um acidente, e eu acordaria”, contou o piloto, da prisão do condado de Portland, em Oregon. O homem recebeu 83 acusações de tentativa de homicídio.

Joseph ainda disse que nunca havia comido cogumelos e que o fez durante a celebração por insistência de um participante. Já na noite daquele dia, ele começou a sentir como se seus amigos pudessem machucá-lo. Posteriormente, passou a se preocupar com a segurança de sua esposa e dos seus filhos. “Pensei em muitas coisas traumáticas: ‘estou morto? Isso é um inferno?’”, relatou.

O estado alucinado do piloto continuou até na sala de detenção do aeroporto de Portland, após o avião pousar. No local, ele ficou nu, urinou em si mesmo e tentou pular de uma janela, tentando acordar.

Ao The New York Times, Emerson disse que nunca teve a intenção de machucar ninguém e que vinha lutando contra uma depressão desde que perdeu seu amigo, em 2018.

Contato

Rua José e Maria Passos, nº 25
Centro - Palmeira dos Índios - AL.
(82) 99641-3231
TELEFONE FIXO - ESTUDIO:
(82)-3421-4842
SETOR FINANCEIRO: (82) 3421-2289 / 99636-5351
(Flávia Angélica)
COMERCIAL: 
(82) 99344-9999
(Dalmo Gonzaga)
O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados. Segurança e privacidade
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram