Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Na manhã de hoje (14), em Belford Roxo (RJ), o Ministério Público (MP) do Rio de Janeiro, com o apoio da Corregedoria Geral da Polícia Militar (PM), prendeu 13 militares denunciados pelos crimes de organização criminosa, corrupção passiva e peculato, praticados em 2019 e 2020.

Segundo a CNN, os delitos foram descobertos após a apreensão do celular de um homem identificado como Julio Cesar Ferreira dos Santos, que responde por duplo homicídio. No aparelho, foram verificadas mensagens onde os PMs cobravam valores pela segurança de comerciantes e mototaxistas da área do 39° Batalhão da Polícia Militar (BPM).

Além das mensagens, a investigação das autoridades também encontrou evidências de outros crimes, como desvio de drogas, armas de fogo, celulares e peças de veículos.

A PM do Rio de Janeiro se pronunciou através de uma nota e informou que não compactua com desvios de conduta na tropa e disse que os agentes presos foram conduzidos para a Unidade Prisional da Corporação, em Niterói. Agora, os policiais podem ser excluídos dos quadros da corporação e sofrer a punição prevista no regulamento interno da PM.

Contato

Rua José e Maria Passos, nº 25
Centro - Palmeira dos Índios - AL.
(82) 99641-3231
TELEFONE FIXO - ESTUDIO:
(82)-3421-4842
SETOR FINANCEIRO: (82) 3421-2289 / 99636-5351
(Flávia Angélica)
COMERCIAL: 
(82) 99344-9999
(Dalmo Gonzaga)
O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados. Segurança e privacidade
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram