Manicure Carolaine Correia dos Santos foi morta a tiros na casa de amiga em Penedo — Foto: Arquivo pessoal

A mulher que cortou o cabelo do cadáver da manicure assassinada em Penedo prestou depoimento à polícia e disse que as duas eram amigas de infância. Carolaine Correia dos Santos foi morta por engano no dia 15 de agosto.

A mulher teve acesso ao corpo de Carolaine ao se apresentar como irmã da vítima na funerária e pedir aos funcionários do local para preparar o corpo dela para o velório. Segundo o delegado Rômulo Andrade, a família da vítima confirmou que autorizou a mulher a ir à funerária agilizar a liberação para o sepultamento, mas somente isso.

"Eles relataram que essa mulher realmente esteve na casa da família e se apresentou como amiga e que se ofereceu para ir na funerária agilizar a liberação do corpo. Elas não viram problema nisso. No depoimento, a mulher alegou que é amiga da Carolaine desde a infância e que ficou muito abalada", disse o delegado.

Após cortar o cabelo do cadáver, segundo relatos à polícia, a mulher procurou a mãe da vítima, mostrou que estava com o cabelo e ofereceu para guardar de recordação ou doar para que fosse feito mega hair.

Ainda de acordo com o delegado, a defesa da mulher apresentou laudos médicos que comprovam que ela está recebendo tratamento psiquiátrico. Mesmo assim, a polícia segue com a investigação para confirmar se a no momento em que cometeu o crime de vilipêndio ao cadáver ela tinha consciente.

"A Polícia Civil ainda busca uma motivação lógica para esses atos dela. A gente precisa também ver se ela tinha consciência do que ela estava fazendo, se ela tinha consciência da ilicitude desse ato, se tinha intenção de desrespeitar o cadáver. Tudo isso vai ser apurado no decorrer do inquérito policial", disse o delegado.

Polícia busca suspeitos do assassinato de manicure

Carolaine tinha 26 anos e foi assassinada por engano no dia 15 de agosto, enquanto conversava na porta da casa de uma amiga. A manicure foi atingida por vários tiros quando, na verdade, o alvo dos criminosos era a sua amiga, que tem envolvimento com o tráfico.

Testemunhas disseram que ela percebeu quando três homens desconhecidos se aproximaram e que ainda tentou se salvar.

A Polícia Civil divulgou na semana passada imagens dos três homens que participaram da execução da manicure. Ninguém foi preso.

Contato

Rua José e Maria Passos, nº 25
Centro - Palmeira dos Índios - AL.
(82) 99641-3231
TELEFONE FIXO - ESTUDIO:
(82)-3421-4842
SETOR FINANCEIRO: (82) 3421-2289 / 99636-5351
(Flávia Angélica)
COMERCIAL: 
(82) 99344-9999
(Dalmo Gonzaga)
O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados. Segurança e privacidade
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram