Imagem: reprodução/Inmet

Nesta terça-feira (16), o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um aviso de acumulado de chuva com perigo potencial para Maceió e outras 37 cidades alagoanas. Os municípios podem ter chuva entre 20 e 30 mm/h ou de até 50 mm/dia. O alerta é válido até às 10h de amanhã (17).

O Inmet informou que há baixo risco de alagamentos e pequenos deslizamentos em áreas de risco.

A seguir, confira as cidades que podem ser afetadas:

  1. Atalaia;
  2. Barra de Santo Antônio;
  3. Barra de São Miguel;
  4. Boca da Mata;
  5. Campo Alegre;
  6. Coqueiro Seco;
  7. Coruripe;
  8. Feliz Deserto;
  9. Flexeiras;
  10. Igreja Nova;
  11. Jacuípe;
  12. Japaratinga;
  13. Jequiá da Praia;
  14. Joaquim Gomes;
  15. Junqueiro;
  16. Maceió;
  17. Maragogi;
  18. Marechal Deodoro;
  19. Matriz de Camaragibe;
  20. Messias;
  21. Murici;
  22. Paripueira;
  23. Passo de Camaragibe;
  24. Penedo;
  25. Piaçabuçu;
  26. Pilar;
  27. Porto Calvo;
  28. Porto de Pedras;
  29. Porto Real do Colégio;
  30. Rio Largo;
  31. Roteiro;
  32. Santa Luzia do Norte;
  33. São Luís do Quitunde;
  34. São Miguel dos Campos;
  35. São Miguel dos Milagres;
  36. São Sebastião;
  37. Satuba;
  38. Teotônio Vilela.

Foto: Josival Meneses/Já é Notícia

Nesta terça-feira (2), um carro tombou e caiu em uma vala às margens da rodovia AL-220, próximo ao centro de zoonoses, em Arapiraca. As chuvas na região teriam sido a causa do acidente, levando o motorista a perder o controle do veículo.

O carro, um Volkswagen Crossfox, ficou bastante danificado depois do tombamento. O motorista estava consciente, mas precisou ser levado para o Hospital de Emergência do Agreste (HEA), para receber o devido atendimento médico.

Um guincho foi acionado e removeu o automóvel da pista.

Imagem: Shayestehpour/Unsplash

Neste sábado (22), o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um aviso de acumulado de chuva com perigo potencial para 50 cidades alagoanas. O alerta tem início a partir das 10h de hoje e segue até às 23h59 de amanhã (23). A previsão é de que haja entre 20 e 30 mm/h de chuva ou até 50 mm/dia.

De acordo com o aviso, o risco de alagamentos e pequenos deslizamentos é baixo. Apesar disso, o instituto recomenda que as pessoas evitem enfrentar o mau tempo, observem alterações nas encostas e evitem usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.

A seguir, confira todas as cidades do aviso:

  1. Anadia;
  2. Atalaia;
  3. Barra de Santo Antônio;
  4. Barra de São Miguel;
  5. Boca da Mata;
  6. Branquinha;
  7. Cajueiro;
  8. Campestre;
  9. Campo Alegre;
  10. Capela;
  11. Colônia Leopoldina;
  12. Coqueiro Seco;
  13. Coruripe;
  14. Feliz Deserto;
  15. Flexeiras;
  16. Ibateguara;
  17. Igreja Nova;
  18. Jacuípe;
  19. Japaratinga;
  20. Jequiá da Praia;
  21. Joaquim Gomes;
  22. Jundiá;
  23. Junqueiro;
  24. Limoeiro de Anadia;
  25. Maceió;
  26. Maragogi;
  27. Marechal Deodoro;
  28. Maribondo;
  29. Matriz de Camaragibe;
  30. Messias;
  31. Murici;
  32. Novo Lino;
  33. Paripueira;
  34. Passo de Camaragibe;
  35. Penedo;
  36. Piaçabuçu;
  37. Pilar;
  38. Porto Calvo;
  39. Porto de Pedras;
  40. Porto Real do Colégio;
  41. Rio Largo;
  42. Roteiro;
  43. Santa Luzia do Norte;
  44. São Luís do Quitunde;
  45. São Miguel dos Campos;
  46. São Miguel dos Milagres;
  47. São Sebastião;
  48. Satuba;
  49. Teotônio Vilela;
  50. União dos Palmares.

Foto: ilustração

Nesta quinta-feira (20), tem início o inverno brasileiro, que pode trazer chuvas acima da média em Alagoas. A informação é do meteorologista e superintendente de Prevenção em Desastres Naturais da Secretaria do Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Vinícius Pinho.

“Nosso inverno tem duas características distintas. Primeiro, a gente pode dividir ele em duas partes, sendo que na primeira parte do inverno há uma queda, um declínio gradual das temperaturas médias em todo o nosso estado. Nós estamos na primeira metade da quadra chuvosa, ainda dentro do período chuvoso com expectativas de chuvas acima da normalidade”, afirmou. “Já na segunda metade do inverno, acaba o período chuvoso, o tempo fica bem mais seco, bem mais firme, há também um aumento gradual das temperaturas médias e os ventos começam a soprar mais de Leste, e no finalzinho um pouco mais de Nordeste, um vento mais quente”, continuou.

Mesmo que as chuvas estejam acima da média histórica, o meteorologista informou que elas devem ser melhor distribuídas do que nos anos anteriores. Isso, entretanto, não descarta os cuidados. “Mesmo que essas chuvas sejam bem distribuídas, a gente não tem como descartar a ocorrência de um ou outro evento mais severo no nosso estado”, observou.

Foto: Arquivo/Elza Fiúza/Agência Brasil

O Rio Grande do Sul deve ter chuvas abaixo da média do estado em junho, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). O povo gaúcho ainda deve sofrer com baixas temperaturas, inferiores a 14°C, mas com um grau acima da média para o mês. No restante do Brasil, o tempo deve ser seco, exceto na região Norte, no leste do Nordeste e em algumas áreas do Maranhão, Piauí e Ceará.

Em todo o território nacional, as temperaturas devem ficar acima da média. A pouca precipitação no Sul pode colaborar no desencharcamento do solo.

“Não se descarta a ocorrência de geadas em algumas localidades, especialmente aquelas de maior altitude, devido à entrada de massas de ar frio que podem provocar declínio de temperatura, o que é muito comum nesta época do ano”, diz o boletim divulgado pelo Inmet.

Nesta segunda-feira (20), as ruas da cidade de Gniezno, na Polônia, ficaram alagadas após uma tempestade de granizo. A água estava toda coberta pelo gelo e chegou a deixar uma moradora presa dentro do carro e precisou da ajuda de outra pessoa para sair.

Segundo a agência meteorológica da Polônia, que descreveu a tempestade como “violenta”, o “mau” tempo vai continuar até amanhã (21). Áreas do oeste e do sudeste do país ainda devem sofrer com mais granizo.

Imagem: reprodução/Inmet

O Instituto Nacional de  Meteorologia (Inmet) publicou um aviso meteorológico de perigo potencial de chuva, ventos intensos e queda de granizo para a região norte do Rio Grande do Sul, para todo o estado de Santa Catarina e para parte do Paraná. Os ventos podem chegar a até 60 km/h e as chuvas podem ter até 50 mm/dia.

O aviso é válido até às 10h de amanhã (18).

De acordo com a previsão do Climatempo, o sábado em Porto Alegre (RS) deve ter Sol e muitas nuvens durante o dia, mas com apenas 6% de chance de chuva. No domingo, há a possibilidade de uma garoa durante o dia e à noite, e 24% de chances de chover.

Foto: ilustração

Palmeira dos Índios e outras 87 cidades alagoanas estão incluídas no novo alerta de temporais, com chuvas e ventos fortes, emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). O aviso de “perigo potencial” é válido para as próximas 24h.

Segundo o alerta, as chuvas podem chegar a até 30 mm/h ou 50mm/dia. Os ventos intensos podem chegar a até 60 km/h. Mesmo assim, não há grande risco de corte de energia elétrica, queda de galhos ou alagamentos e descargas elétricas.

Veja a lista das cidades a seguir:

Chuvas em Roteiro - Foto: Defesa Civil

Em virtude do grande volume de chuvas que atingiram o estado de Alagoas entre segunda(06) e terça-feira (7), os municípios de Jequiá da Praia e Roteiro decretaram situação de emergência. Os dois municípios são localizados na região Litoral Sul do estado.

Os anúncios foram feitos através das redes sociais das duas gestões municipais, que também informaram- por meio de suas Secretarias de Educação- que as aulas ficarão suspensas por tempo indeterminado, como medida de prevenção para a segurança dos estudantes.

Na cidade de Jequiá da Praia, ocorreram alagamentos de ruas, residências, prédios públicos e privados,  deslizamento de terra além de erosões, nas regiões urbana e rural do município.

Em  Roteiro, ocorreram  situações de deslizamentos de encostas e desabamentos de casas, além de ter chuvas de mais de 100 mm, considerada de grande volume de água. O total de pessoas afetadas até o momento é de 89, segundo números informados.

 

Na noite de hoje (31), um homem gravou um vídeo mostrando a situação de uma rua sem calçamento, ainda no barro, durante a chuva. O local fica na Grota do Arroz, no bairro de Cruz das Almas, em Maceió. No registro, é possível ver correntes de água da chuva descendo pela via, podendo dificultar o trânsito de pessoas.

“Cadê os vereador [sic], cadê o prefeito?”, questiona o homem do vídeo. “Vocês acha [sic] lindo isso. Agora quando chegar a política, vem tudinho pra cá”.

A seguir, confira mais um registro.

 

Contato

Rua José e Maria Passos, nº 25
Centro - Palmeira dos Índios - AL.
(82) 99641-3231
TELEFONE FIXO - ESTUDIO:
(82)-3421-4842
SETOR FINANCEIRO: (82) 3421-2289 / 99636-5351
(Flávia Angélica)
COMERCIAL: 
(82) 99344-9999
(Dalmo Gonzaga)
O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados. Segurança e privacidade
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram