Foto: REUTERS/Yulia Morozova

Subiu para 133 o número de mortos no atentado registrado em uma casa de shows em Moscou. A Rússia diz ter prendido, neste sábado (23), o total de 11 pessoas, incluindo os quatro atiradores.

O atentado, reivindicado por um braço do grupo terrorista Estado Islâmico, aconteceu na casa de shows Crocus City Hall, na noite de sexta-feira (22), e é o pior dos últimos 20 anos na Rússia. Segundo autoridades russas, ao menos cinco homens armados invadiram o local enquanto a banda Picnic se preparava para se apresentar.

De acordo com o Kremlin, o chefe do Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB, na sigla em inglês) informou ao presidente Vladimir Putin que quatro terroristas foram detidos -- os outros sete haviam participado no planejamento do ataque.

O FSB informou que os suspeitos estavam indo em direção à fronteira com a Ucrânia e que tinham contatos no país vizinho.

O governo ucraniano ainda não havia se manifestado sobre o atentado do Estado Islâmico até a última atualização desta reportagem.

Na manhã deste sábado, os agentes ainda estavam buscando por cúmplices, ainda de acordo com o Kremlin, que prometeu caçar todos os envolvidos no atentado.

 

Contato

Rua José e Maria Passos, nº 25
Centro - Palmeira dos Índios - AL.
(82) 99641-3231
TELEFONE FIXO - ESTUDIO:
(82)-3421-4842
SETOR FINANCEIRO: (82) 3421-2289 / 99636-5351
(Flávia Angélica)
COMERCIAL: 
(82) 99344-9999
(Dalmo Gonzaga)
O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados. Segurança e privacidade
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram