Secretaria emite alerta para o bairro do Pinheiro após chuva forte em Maceió

Por:
 / Publicado em 28/01/2019

Vários bairros da capital amanheceram debaixo d'água nesta segunda-feira (28). Com trovões, relâmpagos e fortes chuvas, ruas e avenidas ficaram alagadas, o que gerou transtornos para quem precisou se deslocar para o trabalho, em pleno início de semana. A Secretaria do Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Alagoas (Semarh) emitiu um alerta, principalmente, para o bairro do Pinheiro.

A reportagem da TV Gazeta esteve logo cedo, na Rua Miguel Palmeira, que registra grandes alagamentos com apenas algumas horas de chuva. A via liga o bairro do Farol a outras regiões de Maceió, dentre elas, o bairro do Pinheiro, que sofre com as constantes rachaduras em casas, apartamentos e estabelecimentos comerciais.

Avenida Pierre Chalita está alagada e tomada pela lama após temporal

FOTO: cortesia à gazetaweb

Desde a madrugada, relâmpagos e trovões assustam a população, que, inclusive, entrou em contato com a Rádio Gazeta, para falar sobre a falta de energia elétrica. Moradores de bairros, como Ipioca, Feitosa, Mangabeiras, Ponta Grossa, São Jorge, Pajuçara e Jatiúca, reclamaram sobre a situação. A Avenida Pierre Chalita ficou tomada pela água e pela lama.

Por meio de nota, a Semarh emitiu um alerta sobre as chuvas, citando que o volume  registrado, até o momento, pode ultrapassar os 50 mm/dia e causar transtornos na região vulnerável do bairro do Pinheiro. A previsão meteorológica indica continuidade de chuva moderada a forte nas próximas horas.

Essas chuvas previstas não trazem risco de transbordamento nas principais bacias hidrográficas do Estado de Alagoas e, também, não impactarão os níveis das lagoas; porém, pancadas intensas poderão provocar alagamentos e movimentações de massa em áreas vulneráveis e com deficiência de drenagem, "principalmente em áreas urbanas impermeabilizadas".

Céu completamente nublado nesta segunda-feira, em Maceió

FOTO: Rafael Maynart

 

CONFIRA A NOTA NA ÍNTEGRA

A formação de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis no Oceano Atlântico, próximo à costa de Alagoas, provocará pancadas de chuva de intensidade moderada à forte nas regiões do Litoral (atenção especial à região metropolitana), Baixo São Francisco e Zona da Mata durante esta segunda-feira (28/01/2019). O volume de chuva registrado até o momento e a continuidade da mesma pode ultrapassar os 50 mm/dia e causar transtornos na região vulnerável do bairro do Pinheiro.

Essas chuvas previstas não trazem risco de transbordamento nas principais bacias hidrográficas do Estado de Alagoas e também não impactarão nos níveis das lagoas, porém, pancadas intensas poderão provocar alagamentos e movimentações de massa em áreas vulneráveis e com deficiência de drenagem, principalmente em áreas urbanas impermeabilizadas.

Ressalta-se, que a chuva prevista para estas áreas será localizada, por isso, a precisão da localização e intensidade poderá ser prevista apenas com algumas horas de antecedência, mediante o monitoramento contínuo.

A Sala de Alerta está monitorando as condições sinóticas e novas atualizações poderão ser enviadas a qualquer momento.

Sala de Alerta - Rede de Monitoramento Hidrometeorológico de Alagoas - SEMARH / Agência Nacional de Águas (ANA).

Veículos passam com dificuldade em rua alagada durante fortes chuvas

FOTO: Rafael Maynart

Fonte: gazetaweb

Deixe uma resposta

Contato

Rua José e Maria Passos, nº 25
Centro - Palmeira dos Índios - AL.
(82) 99641-3231
TELEFONE FIXO - ESTUDIO:
(82)-3421-4842
SETOR FINANCEIRO: (82) 3421-2289 / 99636-5351
(Flávia Angélica)
COMERCIAL: 
(82) 99344-9999
(Dalmo Gonzaga)
O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados. Segurança e privacidade
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram