PF conclui que advogado tinha ligação com PCC, mas Adélio Bispo agiu sozinho quando esfaqueou Bolsonaro

Por: Pedro Ivon com CNN Brasil
 / Publicado em 11/06/2024

Foto: Fabio Motta/Estadão Conteúdo (06 de setembro de 2018)

Nesta terça-feira (11), o advogado de Adélio Bispo foi alvo de um mandado de busca e apreensão pela Polícia Federal (PF). A investigação concluiu que o profissional tinha um vínculo com o Primeiro Comando da Capital (PCC), mas que seu cliente agiu sozinho quando esfaqueou o então candidato Jair Bolsonaro, em 2018.

As informações foram divulgadas pelo diretor-geral da PF, Andrei Rodrigues, na manhã de hoje.

Com esta última fase da investigação tendo sido concluída, a PF considera o caso encerrado.

Deixe uma resposta

Contato

Rua José e Maria Passos, nº 25
Centro - Palmeira dos Índios - AL.
(82) 99641-3231
TELEFONE FIXO - ESTUDIO:
(82)-3421-4842
SETOR FINANCEIRO: (82) 3421-2289 / 99636-5351
(Flávia Angélica)
COMERCIAL: 
(82) 99344-9999
(Dalmo Gonzaga)
O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados. Segurança e privacidade
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram