Pediatra alerta para cuidados e dicas para curtir os dias de carnaval com as crianças

Por:
 / Publicado em 03/03/2019

No período de carnaval é sempre comum comentar sobre os cuidados durante os dias de folia, o pós-ressaca, mas não podemos esquecer de o público que acaba acompanhando os pais nos bailes e blocos de ruas. Para tirar algumas dúvidas dos pais, a pediatra Ana Larissa Melo faz algumas observações sobre hidratação, proteção e até mesmo os acessórios.

Tempo de folia: quanto tempo um bebê de até 2 anos pode ficar em um bloquinho?

Pediatra: Lactantes, por exemplo, não devem permanecer por muito tempo na folia pelo risco de desidratação. A exposição às altas temperaturas pode ser prejudicial para os pequenos. Então, até dois anos de idade, não se deve permanecer por mais de duas horas nesses ambientes. Crianças maiores de três anos já podem permanecer até quatro horas. Sempre respeitando os limites da criança e evitando exageros.

 Alimentação: o que levar na bolsa para alimentar o bebê que seja fácil de manusear e servir? E como os alimentos devem ser armazenados?

Pediatra:  O ideal é seguir a alimentação normal da criança. Levar frutas bem lavadas, sanduíches feitos em casa, sucos, água, biscoitos integrais, picolé de frutas etc. Armazene os lanchinhos em recipientes bem fechados e térmicos. Evite comidas de rua, pois não se sabe como esses alimentos foram manipulados.

 Troca de fralda: qual a recomendação para a troca, considerando que nem todos os lugares terão fraldários disponíveis?

Pediatra: A troca de fraldas não deve ultrapassar quatro horas. Durante esse tipo de evento, é preciso prestar bastante atenção e não deixar que a fralda fique muito cheia de urina para evitar assaduras nos bebês. Na presença de fezes, a troca precisa acontecer o mais breve possível. Uma dica é levar na bolsa do neném lenços umedecidos, que facilitarão nesse momento, e ter uma quantidade razoável de fraldas descartáveis extra de boa absorção.

 Hidratação do bebê: quanto e qual tipo de líquido o bebê deve ingerir nesta ocasião?

Pediatra:  Hidrate muito a criança, oferecendo água por todo o trajeto. O ideal é levar a garrafinha de água bem abastecida. Se preferir, água de coco ou sucos de frutas, também são boas opções.

 É necessário proteger a audição do bebê? Qual fator de proteção solar é ideal para um bloquinho de carnaval na rua?

Pediatra: Em geral, não são necessários protetores de ouvido. Porém, se a criança se sentir incomodada é sempre bom ter disponível protetor auricular adequado para idade.  A atenção redobrada vai para crianças menores de um ano. Nesta idade, evite ficar muito próximo às caixas de som. Quanto a proteção solar, o ideal é a utilização de fator mínimo de 30FPS, a cada duas horas, bem como a utilização de chapéus, bonés, como formas de prevenção.

 É necessário utilizar roupas com fator de proteção solar? E óculos escuros?

Pediatra: Roupas com fator de proteção solar são sempre bem-vindas, mas não são obrigatórias, bem como óculos escuros. Entretanto, quanto mais acessórios para evitar a exposição solar e garantir a proteção do bebê, melhor.

Fantasias e Acessórios

Quais cuidados deve-se ter ao utilizar fantasia nos bebês?

Pediatra:  As fantasias estão liberadas desde que sejam de tecido leve, arejado, como o algodão, e não apertem o bebê. Quanto menos adereços, melhor. Mantenha a criança longe de objetos pontiagudos. Capas devem bater no máximo até a cintura da criança.  Após os dois anos de idade, já pode-se usar alguma pintura antialérgica, atóxica e hipoalergênica, especialmente indicada para crianças. Optar por marcas conhecidas e usar com moderação para evitar alergias e intoxicações. Evite sempre a área dos olhos.

 É aconselhável usar maquiagens, glitter e spray colorido no corpo e cabelos de bebês ou crianças de colo?

Pediatra: Não é aconselhável usar esse tipo de pintura em crianças menores de dois anos de idade.

 O tradicional spray de espuma pode causar alergia ou prejudicar a visão das crianças?

Pediatra: Sim, as espumas podem causar alergias nas crianças e ardência nos olhos. Sempre que possível, opte por confetes, evitando os de alumínio, que podem ser cortantes.

*Com Assessoria.

Deixe uma resposta

Contato

Rua José e Maria Passos, nº 25
Centro - Palmeira dos Índios - AL.
(82) 99641-3231
TELEFONE FIXO - ESTUDIO:
(82)-3421-4842
SETOR FINANCEIRO: (82) 3421-2289 / 99636-5351
(Flávia Angélica)
COMERCIAL: 
(82) 99344-9999
(Dalmo Gonzaga)
O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados. Segurança e privacidade
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram