Médico veta participação de Bolsonaro em debate da Globo nesta quinta

Um dos médicos que atende o candidato Jair Bolsonaro (PSL), o cirurgião Antônio Macedo, afirmou nesta quarta-feira (3) ter vetado a participação do candidato no debate que será realizado pela TV Globo com os presidenciáveis, amanhã (4), o último antes da votação do primeiro turno.

Após visitar Bolsonaro em sua casa, no Rio de Janeiro, Macedo disse que o político ainda não tem condições de se submeter a situações de desgaste, como um debate na TV.

O médico contou que o candidato estava predisposto a comparecer ao evento, mas que acatou a recomendação e seguirá sem agenda de compromissos por sete a dez dias. Uma nova avaliação será feita na semana que vem.

Macedo, que é chefe da equipe que cuidou de Bolsonaro no Hospital Albert Eistein, em São Paulo, viajou ao Rio com o propósito de avaliar a situação do presidenciável. Ele relatou que o concorrente do PSL retirou o curativo e interrompeu, por orientação médica, o uso de antibióticos. Nesse momento, não há mais risco de infecção.

Bolsonaro se recupera da facada recebida durante atividade de campanha em Juiz de Fora, em Minas Gerais, em 6 de setembro. Ele passou por duas cirurgias. Após longo período de internação, ele recebeu alta do Hospital Albert Einstein no último sábado (29 de setembro) e viajou para casa, na Barra da Tijuca, zona oeste carioca.


Deixe uma resposta