Os corpos dos onze homens que foram mortos em confronto com polícia civil no município de Santana do Ipanema, no Sertão de Alagoas, começaram a ser identificados nesta sexta-feira (9), no Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca. O bando era suspeito cometer assaltos a bancos no Nordeste e estava escondido no município.

Já foram identificados o piauiense Francisco das Chagas Vieira de Barros, da cidade de Água Branca. Ele, que tinha 32 anos, estava em posse de documentos de identificação. Também já há a identificação de um alagoano: Adjane da Silva, de 30 anos, natural de Santana do Ipanema.

Entre as vítimas, também estava Manoel Bezerra de Almeida, que tinha passagens por assalto a banco no Pará e no Ceará. Ele havia sido preso em março deste ano por falsidade ideológica e tráfico de drogas, no município de Paulo Afonso.

A operação foi deflagrada na tarde dessa quinta-feira (8), no município de Santana do Ipanema, no Sertão de Alagoas. De acordo com Fábio Costa, que coordenou a ação, o grupo estava escondido em uma residência esperando a “poeira baixar” e fazendo a “divisão do dinheiro” após uma ação ocorrida em uma agência bancária de Águas Belas, no estado de Pernambuco. Os suspeitos teriam sido mortos após reagir à abordagem da polícia.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *