Em 2018, Eletrobras Alagoas registra 10 casos de mortes por choque elétrico

A morte de José Carlos Silva de Oliveira, de 38, na manhã dessa quarta-feira (24), foi o décimo acidente com vítima fatal em decorrência de choque elétrico em 2018. Destes, seis foram registrados na construção civil ou manutenção predial.

De acordo com a Eletrobras Distribuição Alagoas, o acidente ocorrido no bairro do Clima Bom, em Maceió, iguala o número de casos que foram registrados pelas equipes ao longo dos meses de 2017.

Conforme a empresa, o caso registrado nesta quarta é o primeiro do ano ligado a furto que acabou resultando em morte.

Segundo a companhia, a ação criminosa de furto de eletricidade não pode ser coibida por completo porque não há denúncias que possam facilitar o trabalho de combate em conjunto com a Polícia Militar de Alagoas.

“É muito difícil combater esse tipo de crime. Participamos efetivamente quando recebemos denúncias ou em operações que contam com a presença das equipes da Polícia Militar,  Normalmente, para ter uma investigação, é necessário que as pessoas façam essas denúncias e, diante disso, as diligências são realizadas pelas autoridades”, explicou a assessoria da Eletrobras Distribuição Alagoas.

Visando a conscientização da população sobre os ricos da ligação clandestina, a Eletrobras informou que distribui cartilhas nos postos de atendimento e mantém ativo o projeto de “Ônibus Luz do Saber”, que realiza visitas em escolas da rede pública de ensino com objetivo de estimular o consumo consciente desde a fase infantil.

Denúncias

Para denunciar a ação clandestina ou alguma irregularidade em fiações de energia, a Eletrobras pede para a ajuda da população. A empresa destaca que para denunciar não é preciso se identificar, basta informar o endereço completo no site www.eletrobrasalagoas.com/index.php/fale-com-a-eletrobras/denuncia-de-furto-de-energia/ ou então ligar gratuitamente para o número 0800 082 0196.


Deixe uma resposta