Palmeira dos Índios
27 ºC Céu Limpo

Palmeira dos Índios | Céu Limpo
27 ºC

82 99641-3231 (pedido musical)

82 99947-6977 (jornalismo)

82 99641-3231 (pedido musical)

82 99947-6977 (jornalismo)

FGTS vai reduzir descontos no financiamento da casa própria em 2021

FGTS vai reduzir descontos no financiamento da casa própria em 2021

Os descontos concedidos a pessoas físicas nos financiamentos à casa própria, com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), vão cair a partir do próximo ano. A decisão foi tomada pelo Conselho Curador do FGTS, que reuniu-se hoje (19), em Brasília, para revisar o orçamento do fundo.

Os subsídios foram definidos em R$ 9 bilhões para este ano, R$ 8,5 bilhões, em 2021, R$ 8 bilhões, em 2022, e R$ 7,5 bilhões, em 2023. O presidente do Conselho Curador do FGTS, Júlio César Costa Pinto, afirmou que a ideia é reduzir os descontos em uma “transição suave”.

Costa Pinto afirmou que já há uma discussão sobre a possibilidade de redução das taxas de juros dos empréstimos “de forma que no final não tenha mudanças em termos de custos para o consumidor”. A redução de juros depende de normativos do Conselho Curador. O presidente do conselho ponderou que, além de incentivar a habitação popular, é preciso priorizar também a remuneração paga aos trabalhadores. “Temos que pensar em reembolsar o cotista e também em habitação”, disse.

Orçamento

O Conselho aprovou o orçamento para 2020, com o total de R$ 77,9 bilhões. Segundo Costa Pinto, houve uma “adequação de receitas e despesas”. Na revisão do Orçamento que já tinha sido aprovado em dezembro, houve aumento no orçamento para habitação popular de R$ 62 bilhões para R$ 62,5 bilhões. O orçamento para saneamento básico foi mantido em R$ 4 bilhões, para infraestrutura urbana, segue em R$ 5 bilhões e para o FGTS-Saúde, que financia entidades hospitalares filantrópicas, permaneceu em R$ 3,4 bilhões.

Taxa de administração

O conselho também aprovou o valor nominal que será pago à Caixa Econômica Federal por administrar o FGTS. Esse valor ficou em R$ 2,643 bilhões, dividido em 12 parcelas, neste ano.

A medida provisória que liberou os saques do FGTS reduziu a taxa de administração 1% e 0,5%. A MP foi aprovada pelo Congresso Nacional e convertida em lei no final do ano passado. O conselho converteu o percentual em valor nominal.


Caixa lança saque digital do FGTS pelo aplicativo do banco

Caixa lança saque digital do FGTS pelo aplicativo do banco – Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal passou a oferecer a partir desta segunda-feira (17) a opção de Saque do FGTS digital para todas as modalidades previstas em lei. A medida permite que o saque seja realizado pelo APP do FGTS. A atualização do aplicativo gratuito já está disponível para dispositivos Android. A nova versão para IOS será lançada nos próximos dias.

“O Saque Digital é mais uma inovação do banco em busca da excelência dos serviços prestados ao trabalhador, que a partir de agora não necessita ir a um ponto de atendimento físico para sacar seu recurso do FGTS”, destaca o presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

Ao solicitar o saque do FGTS pelo app, o trabalhador poderá indicar uma conta da Caixa ou de outra instituição financeira para receber os valores, sem nenhum custo. O trabalhador também poderá consultar os valores de seu FGTS já liberados para saque, fazer upload de documentos e acompanhar as etapas entre a solicitação e a liberação dos valores para o saque.

O app FGTS permite ainda consultar o saldo e o extrato das contas do FGTS, fazer a opção pela sistemática de Saque-Rescisão ou Saque-Aniversário, efetuar o cadastramento do serviço SMS, além de apresentar uma seção com as dúvidas mais frequentes.

Saque Imediato

Até o dia 14 de fevereiro, já foram pagos mais de R$ 27,5 bilhões do Saque Imediato do FGTS para cerca de 59 milhões de trabalhadores. Essa modalidade de saque liberou até R$ 998 no ano passado, mas quem ainda não sacou poderá fazê-lo até 31 de março. A Caixa atendeu cerca de 62% dos 96 milhões de trabalhadores contemplados e já liberou aproximadamente 65% dos R$ 42,6 bilhões inicialmente previstos.

Saque-Aniversário

Até o dia 14 de fevereiro, mais de 2,3 milhões de trabalhadores optaram pelo Saque-Aniversário, que permite a retirada de parte do saldo da conta do FGTS, anualmente, no mês do seu aniversário, em alternativa à sistemática de saque por rescisão do contrato de trabalho sem justa causa. A opção pela sistemática de saque é voluntária e pode ser realizada nos seguintes canais: APP FGTS, fgts.caixa.gov.br, Internet Banking CAIXA ou Agências.


Brasil se torna o maior mercado da Heineken

Foto: Paulo Whitaker/Reuters

O Brasil se tornou o maior mercado da marca de cerveja Heineken, segundo divulgou nesta quarta-feira (12/02) a empresa. A fabricante de bebidas holandesa reportou um crescimento de 4,1% no volume de vendas globais no 4º trimestre, com os aumentos mais fortes no Brasil, Vietnã e Camboja.

“O Brasil é agora o maior mercado mundial da Heineken e, com a adição do Reino Unido e da Nigéria, agora 12 mercados vendem mais de 1 milhão de hectolitros da marca [100 milhões de litros]”, informou a empresa em comunicado, ao reportar números do último trimestre de 2019.

Segundo a companhia, considerando somente a marca Heineken, o crescimento do volume de vendas nos 3 últimos meses do ano chegou a 12%, acumulando uma alta de 8,3% em 2019, o melhor resultado em uma década.

“A marca cresceu em todas as regiões com crescimento de dois dígitos em mais de 40 mercados, incluindo Brasil, México, África do Sul, Nigéria, Reino Unido, Romênia e Alemanha”, informou a empresa em seu balanço. A maior alta regional foi nas Américas, com avanço de 16,2%.

A Heineken, segunda maior cervejaria do mundo, registrou um crescimento de 13% no lucro líquido em 2019, na comparação com o ano anterior, para 2,16 bilhões de euros.

Além da cerveja Heineken, a companhia destacou o “forte crescimento” das vendas da marca Amstel no Brasil e em países como México, Rússia, África do Sul e Reino Unido.

A empresa não divulgou números específicos sobre a operação no Brasil. Informou apenas que o volume de cerveja no país cresceu meio dígito em 2019, “com o quarto trimestre crescendo dois dígitos”.

A Heineken adquiriu as operações deficitárias brasileiras da japonesa Kirin em 2017, se tornando desde então a segunda maior cervejaria do país, atrás da Ambev.


Governo Municipal anuncia pagamento dos salários doença e maternidade

Governo Municipal anuncia pagamento dos salários doença e maternidade

A Câmara de Vereadores aprovou em sessão extraordinária realizada nesta quarta-feira (12), o Projeto de Lei de autoria do Poder Executivo Municipal que versa sobre a criação de elemento de despesa para pagamento dos salários doença e maternidade, que após a reforma da Previdência passou a ser de responsabilidade dos municípios.

O prefeito Júlio Cezar estima que terá que fazer ajustes no orçamento, visto que, segundo a prefeitura, será necessário 1 milhão de reais para garantir o pagamento desta nova despesa. O chefe do Poder Executivo disse que a aprovação do Projeto de Lei ocorreu dentro do prazo legal com a mediação do presidente da Câmara, Agenor Leôncio é demais integrantes daquela Casa.

Ainda na tarde da quarta-feira, o prefeito determinou as equipes de Administração, Contabilidade,?Procuradoria, Fazenda e Controladoria que agilizasse a confecção da folha de pagamento referente ao mês de janeiro dos servidores que têm direito ao salário doença ou maternidade. Atualmente esta folha mensal está estimada em cerca de 80 mil reais.

“Parabéns a todos da Câmara pela aprovação da Lei que autoriza o município a assumir e pagar esta despesa. A Câmara foi muito importante neste processo, aprovando em tempo recorde, pois estas pessoas estão precisando deste dinheiro para comprar remédio ou manter sua casa. Confirmo que nesta sexta-feira (14) vamos pagar essa folha dos salários doença e maternidade” anunciou Júlio Cezar.


Caixa inicia nesta semana pagamento do PIS para nascidos em março e abril

Caixa – Foto: Arquivo/Rádio Sampaio

A Caixa inicia na próxima quinta-feira (13) o pagamento do Abono Salarial do Programa de Integração Social (PIS) calendário 2019/2020, para os trabalhadores nascidos nos meses de março e abril. Os beneficiários com conta individual na instituição, cadastro atualizado e movimentação, o crédito está sendo feito hoje (11).

Segundo a Caixa, receberão o abono mais de 3,6 milhões de trabalhadores, totalizando R$ 2,7 bilhões em recursos injetados na economia. Os valores variam de R$ 88 a R$ 1.045, de acordo com a quantidade de dias trabalhados durante o ano base 2018.

Os pagamentos são escalonados conforme o mês de nascimento do beneficiário e tiveram início em julho de 2019, com os nascidos naquele mês. O prazo final para o saque do abono salarial do calendário de pagamentos 2019/2020 é 30 de junho deste ano.

O valor do benefício pode ser consultado no Aplicativo Caixa Trabalhador, no site da Caixa ou pelo Atendimento ao Cidadão, no telefone 0800 726 0207.

O banco disponibilizará cerca de R$ 16,5 bilhões para mais de 21,6 milhões de beneficiários até o final do calendário.

Quem tem direito?

Pode receber o benefício o trabalhador inscrito no PIS há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2018, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos.Também é necessário que os dados estejam corretamente informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais), ano base 2018.


Revisão da Aneel pode elevar tarifa da Equatorial Alagoas em até 12%

Revisão da Aneel pode elevar tarifa da Equatorial Alagoas em até 12%

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou abertura de consulta pública referente à revisão tarifária extraordinária para a Equatorial Alagoas Distribuidora de Energia, antiga Ceal. A proposta prevê um aumento médio de 12,02% nas tarifas da companhia, sendo 13,74% para consumidores conectados à alta tensão e 11,36% para aqueles ligados à baixa tensão.

Os valores ainda passarão por consulta pública entre os dias 5 de fevereiro e 20 de março, mas, se aprovados, vigoraram a partir de 3 de maio deste ano.

Os contratos de concessão das distribuidoras que pertenciam à Eletrobras, privatizadas em 2018, preveem uma revisão tarifária apenas em 2024.

Eles possibilitam, porém, que a companhia possa solicitar uma revisão extraordinária antes disso, em substituição ao reajuste. Foi o que a Equatorial fez em 30 de abril do ano passado.

Em nota encaminhada, a Equatorial Alagoas informa que o valor divulgado é provisório, que o percentual definitido só será estabelecido no final do mês de abril. Ainda segundo a empresa, a Aneel está analisando a Revisão Tarifária Extraordinária (RTE) da concessão de Alagoas para verificar os custos e investimentos realizados pela distribuidora.

Confira a nota na íntegra.

Ainda segundo a empresa, o valor divulgado é provisório e que no final de abril será estabelecido o percentual definitivo.
A Equatorial Energia Alagoas esclarece que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) está analisando a Revisão Tarifária Extraordinária (RTE) da concessão de Alagoas para verificar os custos e investimentos realizados pela distribuidora.

A Aneel deu início ao processo de revisão e o valor divulgado é provisório. No final de abril será estabelecido o percentual definitivo. A nova tarifa entrará em vigor a partir de 03 de maio. Em 2020, a revisão tarifária extraordinária ocorre em substituição ao reajuste, ou seja, não haverá novo processo de reajuste pela Aneel este ano, apenas em 2021.

A Equatorial esclarece ainda que a Revisão Tarifária Extraordinária é um dispositivo previsto no edital do leilão da concessão da Companhia Energética de Alagoas, ocorrido em Dez/2018, e é conduzida pela Aneel, observando normas e procedimentos estabelecidos pela própria Agência.

A RTE visa o reequilíbrio da concessão, e irá garantir que a Equatorial tenha recursos para manter o plano de investimentos e melhorias que a empresa tem implementado desde quando assumiu a gestão no estado, e assim continuar a melhorar a prestação do serviço para os alagoanos.

A Equatorial Energia Alagoas esclarece que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) está analisando a Revisão Tarifária Extraordinária (RTE) da concessão de Alagoas para verificar os custos e investimentos realizados pela distribuidora.

A Aneel deu início ao processo de revisão e o valor divulgado é provisório. No final de abril será estabelecido o percentual definitivo. A nova tarifa entrará em vigor a partir de 03 de maio. Em 2020, a revisão tarifária extraordinária ocorre em substituição ao reajuste, ou seja, não haverá novo processo de reajuste pela Aneel este ano, apenas em 2021.

A Equatorial esclarece ainda que a Revisão Tarifária Extraordinária é um dispositivo previsto no edital do leilão da concessão da Companhia Energética de Alagoas, ocorrido em Dez/2018, e é conduzida pela Aneel, observando normas e procedimentos estabelecidos pela própria Agência.

A RTE visa o reequilíbrio da concessão, e irá garantir que a Equatorial tenha recursos para manter o plano de investimentos e melhorias que a empresa tem implementado desde quando assumiu a gestão no estado, e assim continuar a melhorar a prestação do serviço para os alagoanos.


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2020 RÁDIO SAMPAIO - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey