Dono de bar é acusado de matar cliente por causa de R$ 10,00

Ilustração (Foto: Jonathan Lins)

O dono de um bar é acusado de matar um cliente por causa de apenas R$ 10,0 na manhã desta quinta-feira (31), no município de Girau do Ponciano, Agreste de Alagoas. Vanilton Teixeira Neto, de 48 anos de idade, foi assassinado a facadas. O crime chocou os moradores da cidade, já que, o suspeito e vítima sempre se encontravam no estabelecimento comercial.

O bar fica localizado no Povoado Lagoa Grande do Jatobá, zona rural do município, e a vítima frequentava o local constantemente a convite do dono do bar, identificado apenas como Edvan. A confusão começou após o momento de fechar a conta.

De acordo com testemunhas, Vanilton Teixeira Neto estava com dois amigos no momento do crime. A confusão iniciou na hora de fechar a conta: houve uma dúvida se estava completamente paga ou não, faltando apenas R$ 10,00. Segundo testemunhas, o dono do bar se enfureceu porque queria receber o dinheiro e esfaqueou a vítima.

As pessoas que estavam no estabelecimento comercial ficaram chocadas com a ação. A vítima foi socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e foi encaminhado para o Hospital de Emergência, em Arapiraca. Na unidade hospitalar, Vanilton Teixeira Neto não resistiu aos ferimentos e morreu.

Familiares da vítima informaram que o dono do bar sempre buscava Vanilton Teixeira Neto em casa para ir beber no local logo cedo. Edvan fechou as portas do estabelecimento logo após o crime. A Polícia Militar já foi acionada. O caso será investigado pela Polícia Civil.


Deixe uma resposta