82 99641-3231 (pedido musical)

82 99947-6977 (jornalismo)

Justiça nega liberdade a vereador acusado de homicídio qualificado

O desembargador Celyrio Adamastor Tenório Accioly negou o pedido de liberdade do vereador por Palestina, Luciano Lucena de Farias, preso por envolvimento no assassinato do caseiro Zenóbio Gomes Feitosa, de 60 anos, ocorrido em maio deste ano. O crime serviria para incriminar rivais políticos, mas o esquema foi descoberto pela Polícia Civil de Alagoas.

Luciano e o ex-prefeito de Palestina, José Alcântara Júnior, conhecido como Júnior Alcântara (PMDB), foram presos no dia 22 de dezembro, por agentes da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic)  e do Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (Tigre), durante cumprimento de mandados de prisão e de busca e apreensão nas residências dos dois suspeitos.

A defesa alegou que o Luciano se encontra na mesma situação processual do ex- prefeito, que foi solto na quarta-feira passada (27) pelo desembargador Celyrdio Adamastor,“… Primeiramente, observo que os motivos ensejadores da decisão do recurso interposto por José Alcântara Júnior possuem caráter exclusivamente pessoal, inexistindo diferentemente do alegado pela defesa, situação de igualdade, não podendo, assim, ser aproveitada a extensão do benefício a este paciente”, alegou o desembargador.

O magistrado negou o pedido do vereador e manteve sua prisão, entendendo que sua liberdade pode representar óbices ao andamento do processo. “Como destacado pela magistrada de primeiro grau, a custódia preventiva justifica-se também por conveniência da instrução criminal, uma vez que, por tratar-se de pessoa investida no cargo de vereador, estando em pleno exercício, tem a real possibilidade de, com sua influência política, interferir no curso da persecução penal”, argumentou.


Lei Seca flagra 11 condutores dirigindo em situação de alcoolemia

Onze condutores foram retirados de circulação, em Maceió, durante a virada do ano, por agentes da Operação Lei Seca, após ser constatado de que eles estavam sob efeito de álcool. Uma dessas pessoas foi presa. Duas ações para coibir esta prática foram realizadas durante a madrugada e manhã desta segunda-feira (1º).

Os trabalhos foram comandadas por agentes do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e militares do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran).

De acordo com o coordenador da Operação Lei Seca em Alagoas, tenente Emanuel Costa, vários condutores fizeram o teste do etilômetro (bafômetro) e, por meio dele, ficou constatada a presença de álcool no organismo. Ao todo, foram feitos 67 testes.

Nas ações, 11 condutores foram autuados e retirados de circulação por situações de alcoolemia e um deles foi preso por conduzir veículo com a capacidade psicomotora alterada em razão do álcool

Foram 62 veículos abordados com os condutores devidamente revistados. Destes, seis se recusaram a fazer o teste do bafômetro.

Ainda conforme o tenente Emanuel, os agentes apreenderam nove Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) por estarem irregulares. Os donos devem procurar o órgão de trânsito para a regularização. E foram aplicados 26 autos de infrações por várias ilegalidades verificadas. Quatro condutores foram flagrados sem a habilitação.

As operações foram iniciadas por volta das 4 horas e somente foram encerradas às 10 horas desta segunda-feira. A primeira delas (saturação) ocorreu nos bairros do Tabuleiro do Martins, Farol, Poço, Pajuçara, Ponta Verde, Jatiúca, Cruz das Almas e Jacarecica). A outra teve ponto fixo, a Avenida Pierre Chalita, no bairro de Jacarecica.

“As ações foram realizadas com a finalidade de preservação de vidas”, afirmou o tenente Emanuel Costa.


Ivete Sangalo pede licença para sentar: ‘barriga pesada’

Grávida de gêmeas e com o barrigão de fora, a cantora Ivete Sangalo foi quem comandou a contagem regressiva para a chegada do ano novo na orla de Salvador. A musa fez sua última apresentação antes da parada nos shows para o parto das gêmeas.

Ivete entrou no palco com sua já conhecida energia, mas após a contagem regressiva, pediu licença ao público para sentar em uma cadeira.

Toda de branco, com brilhos, Ivete brincou com o público durante toda a sua apresentação, mostrando que o desconforto do fim da gravidez não atrapallhou seu bom humor.

Em um momento da apresentação, Ivete recebeu o filho Marcelinho no palco, e ele tocou percussão. E quem disse que ela conseguiu ficar sentada o tempo inteiro? Levantou para dançar um pouco e curtir o clima do público baiano.

Após a contagem de Ivete, os olhos do público, que até então estavam voltados para o palco, por onde passaram ainda artistas como Jorge e Mateus e Bell Marque, se voltaram para o céu. Foram 15 minutos de show pirotécnico, acompanhado por uma trilha sonora especial.

Algumas pessoas choraram, uns se abraçaram e outros aproveitaram para orar.

A festa na capital baiana começou, no entanto, bem antes da queima de fogos. Antes mesmo de o sol se pôr, por volta das 17h, o grupo Ilê Ayê, primeiro a se apresentar, já animava a galera com um cortejo que percorreu, de ponta a ponta, a Arena Daniela Mercury.


Redes sociais


Whatsapp: 82 99641-3231

Contato


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Tel: (82) 99641-3231

© 2020 RÁDIO SAMPAIO - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey