Associação de defesa da mulher de Tanque D’Arca não acolhe denúncia de violência

Por: Portal Rádio Sampaio
 / Publicado em 02/04/2024

A Associação de Mulheres Empreendedoras (AME), com sedes em diversas cidades de Alagoas e Pernambuco, diz em seu site oficial que acolhe vítimas de qualquer tipo de violência contra a mulher e presta diversos tipos de assistência. Contudo, um caso de violência doméstica ocorrido em janeiro deste ano mostrou algo distinto.

Em janeiro, Maria José da Silva (49), retornou de viagem e soube que sua cadela havia sido atacada por um pitbull pertencente a Gláucio Valença, patrão de seu irmão, Luciano Vital da Silva. No dia 30, a mulher foi até a fazenda do proprietário do cachorro para tirar satisfação do ocorrido, mas acabou sendo hostilizada pelo irmão, com quem também tem pendências pessoais.

Escoriações sofridas pela vítima | Foto: cortesia ao Portal Rádio Sampaio

De acordo com o boletim de ocorrência (B.O.) registrado por Maria, Gláucio teria sacado uma arma e mandado Luciano “resolver” o problema, momento em que o homem a derrubou e a agrediu com socos e pontapés, deixando-a com escoriações e hematomas pelo corpo.

Tentativa de coibição

Depois de ter sido agredida, a vítima relatou que procurou a AME, que a orientou a aguardar por instruções. Segundo Maria, a presidente estadual da instituição, Júlia Nunes, ficou sabendo do ocorrido e disse que tomaria as providências para que ela recebesse uma medida protetiva. Apesar disso, ela contou que não recebeu nenhum retorno da associação.

Sede da AME em Tanque D'Arca | Foto: redes sociais

Em dado momento, a mulher recebeu um telefonema do motorista de Vone Valença, primo de Gláucio e marido de Adriana Wanderley, que é mãe da presidente da AME em Tanque D’Arca.

De acordo com o boletim de ocorrência, depois de entrar em contato com a vítima, o motorista foi até a casa dela e lhe fez uma proposta de trabalho, solicitando que ela entrasse no carro para que pudessem conversar. O que aconteceu, entretanto, foi que o homem a levou para a fazenda de Vone, que a instruiu a não ir adiante na questão da agressão sofrida. Após Maria informar que já havia registrado um B.O., Vone e Adriana tentaram convencê-la a tirar o nome de Gláucio da história.

Ainda no local, a mulher recebeu R$ 50 para fazer o exame de corpo de delito em Arapiraca. Segundo Maria, a AME teria lhe prometido um carro para levá-la até o local do exame, mas apenas postergou a ação.

Foi a partir daí que a vítima percebeu que estava sendo “passada para trás”, para que não levasse o caso adiante.

Medida protetiva

Por conta própria, Maria foi até o Instituto Médico Legal (IML) e realizou o exame de corpo de delito. Cerca de 20 dias já haviam se passado sem que nenhuma providência fosse tomada por parte da AME, então a mulher procurou o atual prefeito de Tanque D’Arca, Will Valença, que acionou a Patrulha Maria da Penha para ajudar a mulher.

Maria foi levada até o fórum de Arapiraca, onde assinou um pedido de medidas protetivas de urgência. Segundo o boletim de ocorrência, momentos antes de ir ao fórum, quando ainda estava em Tanque D’Arca, a vítima percebeu uma funcionária da AME tirando fotos suas. À polícia, a mulher declarou que teme pela própria vida.

Questões políticas

Maria José da Silva declarou que acredita que a tentativa de coibição que sofreu tem motivações políticas, por Gláucio ser primo de Vone.

Informações passadas ao Portal Rádio Sampaio dão conta de que a esposa de Vone e pré-candidata à prefeitura de Tanque D’Arca, Adriana Wanderley, e a AME, estão unidas ao grupo político de Roney Valença e José Rubens, que faz oposição à atual gestão do município de Tanque D’Arca.

Adriana Wanderley, pré-candidata à prefeitura de Tanque D'Arca, junto a membros da AME | Foto: redes sociais

Deixe uma resposta

Contato

Rua José e Maria Passos, nº 25
Centro - Palmeira dos Índios - AL.
(82) 99641-3231
TELEFONE FIXO - ESTUDIO:
(82)-3421-4842
SETOR FINANCEIRO: (82) 3421-2289 / 99636-5351
(Flávia Angélica)
COMERCIAL: 
(82) 99344-9999
(Dalmo Gonzaga)
O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados. Segurança e privacidade
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram