Uma vítima e uma testemunha resolveram falar sobre casos de abuso e assédio que teriam sido praticados pelo homem que foi filmado dentro do ônibus da linha Eustáquio/Iguatemi suspeito de assediar uma mulher, na segunda-feira, no bairro do Tabuleiro do Martins, em Maceió.

Os jornalistas Thiago Correia e José Pereira revelam os casos onde as vítimas afirmam que foram abusadas e chantageadas para fazer sexo com o homem, identificado como José Carlos Silva dos Santos.

Uma testemunha contou que o homem abusou do irmão dela e que, sempre que ficavam sós com José Carlos, ele praticava abusos com as crianças. Ele lembra como o irmão narrou para a mãe o que ocorria: “Oh mãe, um dia a senhora saiu e eu fiquei sozinho com ele, aí ele disse ‘vamos alí no banheiro que estou com uma dor na mão e queria que você me ajudasse’ e me pediu para pegar nas coisas dele. Oh mãe, toda vez que a gente ficava só com ele, ele ficava pelado para mostrar as coisas”, disse a testemunha.

Por telefone, uma vítima relatou o assédio sofrido quando tinha apenas 13 anos de idade. O caso foi registrado na polícia, mas como o suspeito teve testemunhas a favor dele, a investigação não foi adiante.

“Ele me chantageou para fazer sexo com ele ameaçando me expor para minha família. Uma vez, meu irmão pegou ele entrando no meu quarto para ficar se masturbando. Fizemos o boletim de ocorrência e ele arrumou pessoas para falar bem dele. Não deu em nada por não ter provas e porque depuseram a favor dele”, disse a vítima.

Ontem a tarde, o Ministério Público Estadual pediu a prisão de José Carlos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *