Veterinário da dicas de como eliminar os carrapatos do seu Pet

| Redação Rádio Sampaio


Em entrevista a Rádio SAMPAIO, Drº Franklin Tavares deu dicas de como evitar que seu cachorro pegue carrapatos.

Drº Franklin Tavares é médico veterinário com pós graduação em Clínica e Cirurgia de cães e gatos. (Foto: Cayo César/ Rádio SAMPAIO)

O aparecimento de carrapatos em nossos cachorros são sempre uma péssima notícia. Carrapatos transmitem várias doenças que podem até causar a morte, tanto em cães, quanto em humanos, portanto manter o cachorro livre de carrapatos não é uma questão de escolha e sim uma questão de necessidade.

O especialista alerta que os carrapatos, principalmente o do tipo marrom, podem transmitir parasitoses no sangue dos cães, que podem levar a anemia profunda e até à morte dos animais.

 

Como evitar e eliminar os carrapatos no pet?
A maioria dos animais é infestada em passeios, ao ter contato com cães infestados em praças, parques, portões de casa ou com gatos não protegidos que passeiam pela vizinhança. Por isso, a melhor maneira de proteger seu pet durante o verão é evitar locais com grande circulação de cães e gatos. Mas, para eliminar os carrapatos, devem ser usados em seu pet produtos específicos para este fim, com reforço a cada 30 dias. É importante lembrar que a única possibilidade de repelir o parasita antes de picar o animal é a coleira antipulga.

 

Produtos disponíveis
Para evitar as os carrapatos nos pets existem quatro tipos de produtos mais comuns. Todos podem ser eficazes, dependendo do estágio de vida do animal, da preferência do proprietário pela facilidade de administração, do custo, da frequência de tratamento, infestação e se há algum problema de saúde concomitante. Confira quais são a seguir.

1) Pipetas e sprays antipulgas: devem ser espalhados sobre a pele do animal e matam o parasita por contato ou picada. A maioria tem a duração de 30 dias.
2) Coleiras antipulgas: algumas têm a presença de medicamentos, outras de inseticidas. Também mata por contato ou picada.
3) Comprimidos e tabletes via oral: duram de quatro a 12 semanas, dependendo do produto. Matam exclusivamente pela picada e ingestão da medicação.
4) Xampus e sabonete antipulgas: podem ser usados para efeito imediato e higiene, mas têm pouco ou nenhum efeito residual. Deve-se sempre usar algum produto complementar de maior tempo de duração.

Crédito da arte: Portal Animal

 

 

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

%d blogueiros gostam disto: