A Globo ordenou uma varredura em câmeras de segurança na sua redação em São Paulo na noite desta terça-feira (5). Segundo o colunista Ricardo Feltrin, do UOL, o motivo foi que Diego Rocha, ex-funcionário da Globo que disse ter gravado e vazado o vídeo que exibia William Waack fazendo um comentário racista, entrou na emissora sem ser notado.

Segundo o colunista, uma prova de que a foto é recente é que a redação sofreu mudanças, com alteração no layout e disposição das mesas. A Globo estaria tentando descobrir quando e quanto tempo Diego Rocha ficou na emissora, por onde andou, quem autorizou sua entrada e quem foi que o fotografou dentro da redação posando na bancada.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *