TRE/AL garante que urnas eletrônicas estão em boas condições para as eleições

TRE/AL garante que urnas eletrônicas estão em boas condições para as eleições

A indefinição acerca da licitação de novas urnas eletrônicas, por parte do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), não preocupa os técnicos da Secretaria de Tecnologia da Informação (STI) do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL) para a próxima eleição. Isso porque grande parte das urnas que serão utilizadas no próximo pleito são de 2009 (63,29%), o que não motiva uma substituição imediata.

Atualmente, em Alagoas, há 8.156 urnas eletrônicas e 6.679 seções eleitorais espalhadas em todo o Estado. Desse total, 5.162 urnas são do modelo 2009, 326 do modelo 2010, 2.312 do modelo 2013 e apenas 262 do modelo 2015. Além disso, ainda há um quantitativo de quase 15% de urnas de contingência, que são as utilizadas apenas em caso de substituições.

“As urnas que temos disponíveis nos dão condições de trabalhar normalmente nas eleições de outubro, dentro do plano de logística executado em pleitos anteriores. Mas, ainda aguardaremos as definições do TSE para saber qual a realidade que encararemos. É preciso destacar que não há motivo para preocupação neste momento em razão da quantidade de urnas de seções e de contingência ao nosso dispor”, explicou Daniel Souto, secretário de TI substituto do TRE/AL.

O questionamento acerca da quantidade suficiente de urnas eletrônicas nas eleições municipais de outubro se deu pela não conclusão da licitação do TSE, que previa a aquisição de 180 mil novas urnas que seriam distribuídas para todos os Regionais brasileiros. Atualmente, o Tribunal só tem orçamento para a compra de 60 mil equipamentos e o processo licitatório ainda não foi concluído em razão das empresas classificadas não atenderem aos requisitos técnicos exigidos.

“Tenho certeza que o TRE de Alagoas dispõe de excelentes técnicos que garantirão o bom andamento das eleições municipais em todos os âmbitos, perpetuando o clima de tranquilidade e segurança que vivemos em pleitos recentes. Estamos comprometidos, desde o ano passado, em executar nosso planejamento para aperfeiçoar e corrigir o que for necessário”, destacou o presidente do TRE/AL, desembargador Pedro Augusto Mendonça de Araújo.


Deixe uma resposta