Palmeira dos Índios
31 ºC Céu Limpo

Palmeira dos Índios | Céu Limpo
31 ºC

82 99641-3231 (pedido musical)

82 99947-6977 (jornalismo)

82 99641-3231 (pedido musical)

82 99947-6977 (jornalismo)

Vereadores elogiam indicação de Pedro Alberto para Articulação Política

Foto: Reprodução/Facebook

Portal Rádio Sampaio

Na última sessão da Câmara de Vereadores de Palmeira dos Índios, alguns vereadores que estavam presentes na casa de Leis, usaram a tribuna para elogiar a então indicação do nome do ex-vereador Pedro Alberto Toledo, para ocupar a pasta de Articulação Política na gestão atual.

 

A vereadora Adelaide França (MDB), conhecida por sua postura firme, foi uma das vereadoras que elogiou a indicação. Adelaide afirmou que Júlio Cezar, então prefeito do município, acertou ao indicar Pedro Alberto. “Parabenizo o prefeito Júlio e Pedro Alberto pela indicação. Pedro é conhecido de todos, e essa indicação era um anseio de quem o conhecia, por sabíamos de sua capacidade.” afirmou Adelaide França.

 

Outro vereador que também parabenizou a indicação foi o vereador Maxuell Feitosa. “Quero aproveitar o momento para parabenizar Pedro Alberto pela indicação na pasta de Articulação. Tenho certeza que ele está preparado e vai dá o seu melhor.” concluiu o vereador.

 

Pedro Alberto Toledo é casado com a vereadora e vice presidente da casa, Joelma Toledo. Agropecuarista e envolvido no meio politico local e estadual, já esteve a frente de campanhas de deputados e governadores, saindo de todas elas vitorioso.


Moradores protestam contra implantação de Transbordo de Lixo em Palmeira dos Índios

Foto: Rafael Santos/Rádio Sampaio

Portal Rádio Sampaio

Na manhã desta quinta-feira, 03, moradores do Povoado Batingas, zona rural de Palmeira dos Índios, acionaram a equipe de reportagem da Rádio Sampaio FM, para manifestarem sua posição contra a implantação de um sistema de transbordo de lixo na comunidade.

 

O município está se adequando ao Plano Nacional de Resíduos Sólidos e todo o lixo gerado na cidade será levado para esse Transbordo, onde ficará armazenado esperando ser transportado para o aterro sanitário, na cidade de Craíbas, há aproximadamente 40km de distância.

 

Segundo populares, a prefeitura anunciou em um vídeo que implantaria o sistema, sem comunicar ou consultar os moradores que vivem no local. “O prefeito esteve aqui, fez um vídeo e falou que ia botar o transbordo, sem consultar a gente.” afirmou uma moradora, e continuou “Tentamos uma reunião com ele, mas ele não compareceu. Nós não queremos brigar, queremos apenas resolver isso.” concluiu Sandra Oliveira, presidente da Associação Comunitária do local.

 

“O Prefeito decidiu sem comunicar a gente. Ele quer botar um transbordo de lixo no meio da comunidade, isso não existe! Ele deveria trazer algo com mais serventia, um posto de saúde que não tem aqui por exemplo” afirmou outro morador da região.

 

Os moradores anunciaram que procuraram o Ministério Público para tentar mediar a situação. “Procuramos o Ministério Público e vamos tentar uma audiência com o pessoal da prefeitura, eles estiveram aqui, mas não tiraram nossas dúvidas, muitas casas estão localizadas próximas à área, cerca de 50 metros. Será somente transtorno para os moradores. Mau cheiro, possibilidades de contrair uma doença, barulho de caminhão.”

 

Até a conclusão da matéria nenhum técnico da prefeitura chegou ao local para mediar a situação.

 

 

 

 

 


Em sessão solene, antropólogo recebe título de cidadão honorário

Vereador Pedrinho Gaia, Professor Adelson Lopes, ex-vereadora Martha Gaia. (Foto: Assessoria/Câmara)

Portal Rádio Sampaio

A pedido do vereador Pedrinho Gaia (MDB), a Câmara de Vereadores de Palmeira dos Índios, concedeu nesta quarta-feira (18), o Título de Cidadão Honorário do município ao professor e antropólogo, José Adelson Lopes Peixoto. A sessão solene contou com a presença de autoridades e diversos estudiosos, além de um grande número de alunos e e VC alunos do homenageado.

 

Dono de vastos textos e estudos, Adelson escreveu diversos artigos sobre as etnias do estado de Alagoas. O trabalho desenvolvido por Adelson Lopes, ficará para a posteridade.

Natural de Lagoa do Ouro no vizinho estado de Pernambuco, Doutorando em Ciências da Religião, mestre em Antropologia e mestre em Ciências da Educação, Especialista em Programação do Ensino de História, coordenador pedagógico do ensino médio do Colégio Cristo Redentor e professor da UNEAL Adelson é um dos mais importantes e reconhecidos intelectuais na área indígena de Alagoas e do Brasil da atualidade. Assim, como também, um defensor das causas envolvendo índios.

Emocionado, o vereador Pedrinho Gaia, que é ex-aluno do homenageado, lembrou da importância da valorização dos professores. “O que supera seus títulos são seus méritos. Reconhecer o professor Adelson é reconhecer o que Palmeira tem de melhor”, disse o vereador Pedrinho Gaia.

Em sua fala, Prof. Adelson agradeceu a presença de todos, e relembrou um pouco de sua história na cidade. Adelson contou com a precensa de sua esposa, também professora Geilza e de seus dois filhos.


Após explicações do SINTEAL, vereadores formam comissão para negociar verba do FUNDEF

SINTEAL compareceu na Câmara e explicou o motivo do bloqueio da verba do FUNDEF. Vereadores Joelma Toledo e Pedinho Gaia representarão a Casa de Leis em negociações sobre rateio.

 

A presidente do SINTEAL, em Palmeira dos Índios, Helenice Lopes (Foto: Arquivo Pessoal)

Cayo César

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas, Professora Helenice Lopes, esteve nesta última quarta-feira (11), na Câmara de Vereadores de Palmeira dos Índios, atendendo um pedido da vereadora Joelma Toledo (MDB), para tiras dúvidas sobre o rateio da verba indenizatória do antigo FUNDEF.

 

A vereadora Joelma Toledo, que foi responsável pela solicitação da presença do SINTEAL na casa de leis, explicou que a importância do próprio sindicato ir a tribuna para falar o que está acontecendo com a verba. “Convidei  SINTEAL para que eles mesmo explicassem o que está acontecendo, o por que o dinheiro ainda não foi rateado para os profissionais, e para eles informarem como nós, vereadores, podemos ajudar.” disse Joelma Toledo que também é da classe da educação.

 

A primeiro momento o SINTEAL teria apenas 5 minutos para explicar a situação para os edis, mas, pela complexidade do assunto, o debate se estendeu durante uma hora. Prof. Helenice explicou que os municípios que entraram com a ação na União através das próprias procuradorias, já receberam a verba e ratearam com os profissionais da educação, já os demais municípios entram com a ação através da AMA, como é o caso de Palmeira, e por esse motivo, a verba de quase R$ 100 Milhões foi bloqueada pelo TRF5.

 

Além desse bloqueio, existe outro bloqueio que é realizado pelo MPF, afim de que os gestores gastem corretamente

Vereadora Joelma Toledo (MDB) (Foto: Assessoria/Câmara)

essa verba. “Para evitar esse bloqueio, alguns gestores assinaram um Termo de Ajustamento de Conduta, popular TAC, esse termo junto ao MPF, impede que o município ratei a verba com os profissionais da educação, que foram prejudicados há alguns anos, e voltam a ser prejudicados novamente.” explicou Helenice, presidente do SINTEAL.

 

Ainda segundo Helenice, para cumprir esse TAC, a prefeitura deveria gastar com reforma, construções, compra de veículos para educação, mas ela lembrou que esse dinheiro é uma indenização e não uma verba de custeio que vem todo mês de forma certa. “Esse dinheiro vem, e quando acabar, acabou! Não tem mais, é uma indenização para os profissionais e município.” afirmou a presidente.

 

A presidente afirmou ainda que quando o dinheiro for liberado pelo TRF5 terá 60% bloqueado pelo SINTEAL, para que seja cumprido a Lei do Fundef que diz que esses 60% devem ser rateados para os profissionais, caso seja descumprida essa medida o gestor responsável terá uma multa de R$ 1 mil reais por dias em seu salário.

 

Após um longo debate, a vereadora Joelma Toledo e o vereador Pedrinho Gaia, ambos do MDB foram escolhidos para representar os demais vereadores junto ao SINTEAL para tentar resolver esse impasse o mais rápido possível. “Sou professora, sei o que os profissionais estão passando e vamos juntos ao SINTEAL lutar pelo direito dessa classe.” afirmou Joelma Toledo, vereadora responsável pelo debate do FUNDEF na Câmara.

 

 


Lei Seca flagra 25 inabilitados e recolhe 3 CHN’s em Palmeira dos Índios

FOTO: Cortesia à Rádio Sampaio

Portal Rádio Sampaio

A operacão Lei Seca realizada em Palmeira dos Índios Agreste de Alagoas, na noite desta quinta-feira (05), terminou com 25 pessoas flagradas dirigindo inabilitadas e outros 3 motoristas tiveram suas habilitações recolhidas por irregularidades.

A ação aconteceu na Avenida Vieira de Brito, no bairro São Cristóvão, e contou ainda com o apoio da equipe de Inteligência do Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran-AL) e SMTT de Palmeira dos Índios.

Foram realizados ao todo 181 testes do bafômetro, e duas pessoas foram flagrados em situação de alcoolemia. Estes, no entanto, em níveis mais baixos que não resultaram em prisão.

Outros números da ação realizada em Palmeira dos Índios incluem 1 recusas ao teste do bafômetro, 3 carteiras de habilitação recolhidas e 72 autos de infração por diversas irregularidades emitidos.


Toninho Garrote solicita que prefeitura ajude os moradores que vivem no lixão

Vereador Toninho Garrote (Foto: Assessoria/Câmara)

Portal Rádio Sampaio

Na sessão da Câmara de Vereadores de Palmeira dos Índios que aconteceu na manhã desta quarta-feira, 04, ao qual antecede o fechamento permanente do lixão, cumprindo uma lei federal, o vereador Toninho Garrote (PP), levou a casa de leis o receio que está tomando os moradores que tiram sua renda do lixão.

 

O vereador informou que foi procurado por esse moradores que revelaram o receio pelo fechamento de sua principal, e de muitos, única fonte de renda. Sensibilizado com o relato, Toninho Garrote solicitou da Secretaria de Assistência Social as medidas legais para disponibilizar moradias, acompanhamento psicológico e social para as famílias.

 

“Aquilo não é vida para ninguém! E queira ou não eles sobreviviam daquele lixão, com o seu fechamento as famílias tiveram suas vidas modificadas e precisamos ajuda essas pessoas, é nossa obrigação! Além disso, temos que cumprir a lei e fechar o lixão que prejudica o meio ambiente e a saúde dos palmeirenses.” afirmou Toninho Garrote.

 

Endossando a fala do parlamentar, o vereador Cristiano Ramos (PDT), parabenizou o pedido de Toninho e ressaltou a importância. “Seu pedido é fundamental. No século em que vivemos muitas pessoas ainda chegaram a comer lixo para sobreviver, sua preocupação e de extrema importância e muito louvável. Parabenizo e conte comigo!” disse Cristiano.

 

O pedido do vereador foi levado a pauta e aprovado por todos os vereadores presentes na sessão.

PUBLICIDADE

Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2019 RÁDIO SAMPAIO - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey