82 99641-3231

Avião que transportava Aécio Neves faz pouso de emergência em SP

Problema em trem de pouso fez aeronave passar dos limites da pista de Cumbica. Ninguém se feriu.

Aeronave que transportava senador Aécio Neves sai da pista de Cumbica durante pouso

Um jatinho que transportava o senador Aécio Neves (PSDB-MG) fez um pouso de emergência no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na noite desta quinta-feira, 9. Ninguém se feriu.

A aeronave Beechcraft Hawker 800 saiu de Brasília e deveria pousar em Congonhas, mas teve um problema no trem de pouso. Um pedaço do pneu sob a asa esquerda caiu no aeroporto de Brasília, durante a decolagem. O piloto percebeu o problema, solicitou prioridade e pousou com sucesso em São Paulo, pouco depois das 22 horas, informou a GRU Airport, empresa que administra o aeroporto.

Por Whatsapp à TV Globo, a assessoria de Aécio informou que o senador estava a bordo da aeronave e não se feriu na aterrissagem. Diz o texto: “O senador Aécio Neves embarcou para São Paulo na noite desta quinta-feira para uma reunião com o ex-presidente FHC. A aeronave de táxi aéreo alugado pelo PSDB precisou fazer pouso de emergência no Aeroporto de Cumbica. Os pilotos e o senador estão bem”.

A Líder Táxi Aéreo, proprietária do avião, emitiu uma nota sobre o incidente. O texto: “A empresa informa que, na última quinta-feira, 09, uma aeronave da frota, proveniente de Brasília, com destino a São Paulo, teve uma indicação de pane no trem de pouso. Seguindo todos os protocolos de segurança previstos para esta ocorrência, a tripulação decidiu aterrissar no Aeroporto Internacional de Guarulhos. Após o pouso, a aeronave, já em velocidade reduzida, ultrapassou o limite da pista. Na aeronave, estavam dois tripulantes e dois passageiros. Nenhum deles se feriu. As causas do incidente estão sendo apuradas”.


Planalto gasta R$ 1,75 milhão em comidas para avião presidencial

De café da manhã com presunto de parma e queijos a sanduíche de mortadela e sorvete Häagen-Dazs; tem para todos os gostos

Segundo Lauro Jardim no O Globo, chamado de “Breakfast PR”, os 200 cafés da manhã encomendados custam R$ 96 cada. Compostos por presunto de parma, queijos brie, provolone e muçarela de búfala, entre outras guloseimas. Quem é menos requintado pode optar também por um sanduíche de mortadela que custa nada menos do que R$ 16,45.

Para sobremesa, o presidente vai comer a bordo sorvetes Häagen-Dazs. Foram encomendados 500 potinhos, num custo de R$ 7.500. Com o objetivo de agradar a todos os gostos, foram pedidos também 50 Cornetos, 50 Tablitos, 50 Chicabons, 50 Eskibons, 50 Frutillys e mais 300 picolés sem lactose.

Os passageiros também poderão optar por saborear tortas de chocolate. Uma tonelada e meia de torta já foi encomendada por R$ 96 mil. Além de 120 potes de Nutella, a R$ 34 cada.

Segundo o jornalista, também foram comprados quatro tipos de açúcar, seis tipos de iogurte e seis tipos de geleia. Só de sal do Himalaia serão pagos R$ 1.600.

 

*Com GazetaWeb e O Globo


Alagoano está entre as vítimas de acidente com delegação da Chapecoense

Arthur Maia atuava como meia e estava emprestado pela equipe do Vitória para o time de Chapecó

O atleta alagoano Arthur Brasiliano Maia estava no avião que levava a delegação da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, que caiu na madrugada desta terça-feira (29). Segundo autoridades colombianas, há 76 mortos e cinco sobreviventes.

O avião da LaMia, matrícula CP2933, decolou de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, com 81 pessoas a bordo: 72 passageiros e 9 tripulantes.

Arthur Maia atuava como meia e estava emprestado pelo Vitória para a Chapecoense.

O atleta é fruto das categorias de base do Vitória. Foi descoberto pelo núcleo do rubro-negro baiano em Maceió. Aprovado nos testes, teve de se deslocar da capital alagoana para Salvador com apenas dez anos de idade, e passou a morar nas dependências do clube.

Em 2015, Arthur Maia foi emprestado ao Flamengo até o fim da temporada, com o proposito de. aos 22 anos, ajudar o time rubro-negro.

O ACIDENTE

O diretor de um hospital envolvido no socorro disse que apenas cinco pessos sobreviveram ao acidente: os jogadores Alan Ruschel, Danilo e Follmann, um jornalista e um comissário.

Segundo a imprensa local, a aeronave com o time catarinense perdeu contato com a torre de controle às 22h15 (local, 1h15 de Brasília) e caiu ao se aproximar do Aeroporto José Maria Córdova, em Rionegro, perto de Medellín.

Os jogadores da equipe de Santa Catarina são os goleiros Danilo e Follmann; os laterais Gimenez, Dener, Alan Ruschel e Caramelo; os zagueiros: Marcelo, Filipe Machado, Thiego e Neto; os volantes: Josimar, Gil, Sérgio Manoel e Matheus Biteco; os meias Cleber Santana e Arthur Maia; e os atacantes: Kempes, Ananias, Lucas Gomes, Tiaguinho, Bruno Rangel e Canela.

 

*Com GazetaWeb


Avião derrapa e provoca fechamento do aeroporto de Recife

O avião da empresa Sterna realizou um pouso forçado e saiu da pista do terminal

9880abea82feb2b30b06a3d13ac921db
(Foto: Reprodução/Twitter)

Um avião de carga da empresa Sterna, modelo A300, derrapou ao realizar um pouso forçado em uma das pistas do Aeroporto Internacional de Recife- Guararapes, Zona Sul da capital, na manhã desta sexta-feira (21). De acordo com informações iniciais, a aeronave sofreu um problema técnico no trem de pouso. A pista está fechada e, por enquanto decolagem e partidas não estão sendo realizadas.

Até as 9h da manhã, (horário de Brasília), o sistema virtual da Infraero registrava apenas um atraso em vôos e nenhum cancelamento. O avião é de carga e não há registro de feridos.

 

Redação


Rua José e Maria Passos, nº 25 - Centro - Palmeira dos Índios - AL.

Redes sociais


Facebook

Whatsapp: 82 99641-3231

Fale conosco


82 99641-3231

© 2018 RÁDIO SAMPAIO - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Interactive MOnkey