Uma operação conjunta foi desencadeada por policiais militares e civis na cidade de Palmeira dos Índios, na manhã desta quarta-feira (6), com o objetivo de combater a criminalidade na região. Mais de 70 mandados de prisão, busca e apreensão estão sendo cumpridos por mais de 100 policiais. Pelo menos quinze pessoas foram presas até o momento.

De acordo com o gerente de Polícia Judiciária região 3, Fábio Costa, os mandados são contra acusados de tráfico de drogas, roubos e homicídios cometidos na região.

Segundo a assessoria da Secretaria de Segurança Pública (SSP), a operação foi denominada “Xanduca” pelo fato de parte das ações criminosas da organização se concentrar em uma área indígena de Palmeira dos Índios.

Foram expedidos 50 mandados de busca e apreensão e 21 de prisão, que foram cumpridos em Palmeira dos Índios, Arapiraca, Belém e São Miguel dos Campos. Os mandados foram expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital com base no trabalho técnico realizado que detectou a participação dos alvos nas ações criminosas.

Foram presos  Kátia Maria Pinto de Oliveira, Raiane Pinto de Oliveira, conhecida como “Ray”, Maria José Feitosa, a “Leninha”, Ivoneide Alves Cavalcante, Antônio Viana da Silva, o “Tonho”, Daniel Barros Araújo, conhecido como  “Có”, Joice Mônica da Silva, Eduarda Priscila Teixeira da Silva, Cícero da Silva, conhecido como “Coroa de Belém”.

Também foram presos Jonatha da Silva Leite, e os indivíduos identificados como “Galeguinho”, “Vavá”, “Lucas”, Rafinha e “Bicudo”. Eles foram encaminhados para a Delegacia Regional de Palmeira dos Índios, onde foram autuados pelos crimes.

As investigações foram realizadas de forma conjunta pela Secretaria de Estado da Segurança Pública, Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DRN) e 10º Batalhão da Polícia Militar. Além disso, a operação contou com a importante participação da população que realizou denúncias por meio do Disque Denuncia 181.

Participam da operação equipes do 3º, 7º e 10º Batalhão da Polícia Militar, Batalhão de Operações Especiais (Bope), Radiopatrulha, Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DRN) , Polícia Rodoviária Federal (PRF), Companhia de Operações Especiais (Copes), além de equipes da 5ª Delegacia Regional, Delegacia de São Miguel dos Campos e Grupamento  Aéreo


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *