O Presídio Baldomero Cavalcanti e o Presídio de Segurança Máxima de Maceió ficaram alagados devido as fortes chuvas que atingiram a capital alagoana neste domingo (22). De acordo com a assessoria de comunicação do Sindicato dos Agentes Penitenciários de Alagoas (Sindapen/AL), infiltrações e a falta de escoamento provocaram a situação.

“Além dos corredores, celas, módulos, alojamentos dos agentes, paiol de armas, banheiros e cozinhas estão alagados. Os reeducandos e agentes estão andando em meio à água contaminada por esgoto, que transbordou”, informou a assessoria.

O escoamento, segundo o Sindapen, não funciona. “Arriscando a saúde de todos que correm grave risco de leptospirose, por exemplo. Todo ano, o mesmo problema acontece, sem nenhum planejamento no sentido de resolução por parte da Seris [Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social]”, disse a assessoria.

As visitas de familiares aos presos que estão nos presídios foi suspensa.

“Uma vistoria foi feita alguns meses atrás e foi constatado que o sistema de fossa /esgoto é bastante raso e com as chuvas, esborram com muita facilidade”, disse o Sindapen.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *