Servidores da Saúde realizam protesto devido atraso dos salários em Palmeira

| Redação Rádio Sampaio


14731369_670396529787185_2468263252705464151_n

(Foto: Divulgação/facebook)

Servidores municipais da área da saúde de Palmeira dos Índios se concentram desde as primeiras horas na manhã desta segunda-feira (24), em frente à Secretaria Municipal da Saúde localizada no bairro Paraíso. O presto é devido ao atraso de salário dos profissionais efetivos, contratados e comissionados.

A presidente do Núcleo Regional do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde (Sindprev), Reliete Ramos falou sobre essa situação para a equipe da Rádio Sampaio. “Estamos no dia 24 e tem servidores que não recebeu o pagamento do mês de setembro. Os motoristas estão sem receber desde o mês de agosto, então é impossível que eles possam prestar o serviço para a população”, afirmou.

Os problemas não param por aí. Segundo Reliete Ramos as pessoas que necessitam de transporte para se deslocar para outros municípios para fazer algum tipo de tratamento ou exame em Maceió ou Arapiraca não estão tendo esse tipo de serviço. “A semana passada eles não foram, isso é sério, pois quem faz uma radioterapia ou hemodiálise não pode parar, tem que dar continuidade”, destacou.

Sobre o movimento é chamar atenção do poder público, dos gestores para que ele se sensibilize e possa realizar o pagamento dos salários atrasados. A Secretaria Municipal de Saúde ainda não se posicionou sobre o assunto e existe a previsão que às 15h o secretário Gliferson Magalhães receba uma comissão para buscar uma solução para esse quadro.

Uma usuária do sistema de saúde fez um desabafo que a Secretária de Saúde precisa ter mais respeito com a população e que resolva a situação dos servidores públicos que estão com os salários atrasados.

A paciente Quitéria Vieira contou o drama que vem passando. “Eu tenho um câncer maligno, preciso ser acompanhada pela médica e estou com uma ultrassom desde o mês de abril sem conseguir fazer o exame”, lamentou. Indignada ele pede que o secretário de saúde tenha consciência e olhe a situação dos servidores. “Será que não temos alguém da Justiça? Cadê o dinheiro, cadê a verba para cuidar da população?”, finalizou.

 

 

 

 

 

TodoSegundo e Redação

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

%d blogueiros gostam disto: