O secretário de turismo do município de Canindé de São Francisco, em Sergipe, Dilmas Roque, foi denunciado a Justiça pela morte do ator Domingos Montagner. O artista morreu em setembro, após se afogar no rio São Francisco.
montagner4
A denúncia foi apresentada pelo promotor de Canindé, Emerson Oliveira Andrade. De acordo com o documento apresentado por ele, Dilmas seria o responsável pela falta de sinalização na chamada Prainha, local onde Montagner se afogou.

“José Dimas dos Santos Roque, conhecido por Dimas Roque, tinha o dever legal de agir, vez que com seu comportamento anterior (retirada de boias, das placas de sinalizações e demissão dos guardas vidas), criou o risco da ocorrência do resultado ao liberar a área para banho, sem atender os deveres objetivos de cuidados, sem tentar impedir a ocorrência de resultados danosos, cuja ação resultou na morte do ator Domingos Montagner”, diz o despacho de Andrade.

Para o promotor, o lugar era perigoso por ter redemoinhos e água com profundidade grande demais para banho.

A denúncia foi surpreendente, considerando que o delegado da cidade, Antônio Francisco de Oliveira Filho, pediu arquivamento do caso por interpretar a fatalidade como um acidente atípico.

A denúncia de Andrade foi despachada pelo juiz Paulo Roberto Fonseca Barbosa. O processo segue agora para apuração de provas.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *