Robinho decide, e CSA vence o CRB no primeiro jogo da final.

  • Azulão na frente

    O primeiro jogo da decisão do Alagoano teve um personagem improvável. Robinho andava sumido do jogo, participando pouco, mas estava no lugar certo, na hora certa. Aos quatro do segundo tempo, ele recebeu na direita e bateu por baixo, tirando de Edson Mardden. Assim, o CSA venceu o CRB por 1 a 0 neste domingo, no Rei Pelé, e levou a vantagem do empate para a finalíssima.

    Marcelos Chamusca e Cabo se encontram no Rei Pelé
    Marcelos Chamusca e Cabo se encontram no Rei Pelé (Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)

  • Vantagem

    A finalíssima do Alagoano está marcada para o próximo domingo, às 16h, no Rei Pelé. O CSA precisa apenas de um empate para levantar a taça. Se o CRB vencer por um gol de diferença, leva a decisão para os pênaltis. Para conquistar o título no tempo normal, o Galo tem a difícil missão de bater o rival por dois ou mais gols de diferença.

    CSA x CRB, no Rei Pelé
    CSA x CRB, no Rei Pelé (Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)

  • Estreante

    O técnico Marcelo Chamusca estreou neste domingo no CRB. Ele é o substituto de Roberto Fernandes, que pediu demissão na semana passada.

    Marcelo Chamusca, técnico do CRB
    Marcelo Chamusca, técnico do CRB (Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas)

    Marcelo Chamusca, técnico do CRB (Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas)

  • Duas lesões

    CSA e CRB tiveram que fazer mudanças ainda no primeiro tempo. O zagueiro Ronaldo Alves, do Azulão, sentiu o joelho direito e foi substituído por Gerson. Depois, quem sentiu a posterior da coxa direita foi o meia Felipe Menezes, do Galo. Lucas entrou.

    Machucou! Ronaldo Alves sente joelho direito e é substituído, aos 18 do 1T
    Machucou! Ronaldo Alves sente joelho direito e é substituído, aos 18 do 1T

  • Encanto quebrado

    CSA e CRB fizeram neste domingo o terceiro clássico do ano. Os outros dois terminaram empatados sem gols. Na decisão do estadual, o Azulão venceu e quebrou a sequência. Ano passado, depois do Alagoano, os rivais também empataram duas vezes na Série B.

    Robinho, atacante do CSA
    Robinho, atacante do CSA (Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)

  • Primeiro tempo

    O jogo começou até bom. CRB adiantou a marcação e deu mais espaço na defesa. O CSA explorava mais o lado direito. A primeira chance saiu aos cinco minutos.

    Ferrugem bateu falta de longe, a bola desviou na barreira e acertou a trave do Azulão. Na sequência, o troco. Didira roubou de Edson Henrique e tabelou com Patrick Fabiano, que finalizou cruzado. Mardden salvou o Galo.

    Aos 27 minutos, Ferrugem cobrou falta pela direita e, livre, Wellington Carvalho cabeceou pra fora. Quase entrou.

    Aos 5', Ferrugem bate direto para o gol, a bola desvia na barreira e acerta a trave
    Aos 5′, Ferrugem bate direto para o gol, a bola desvia na barreira e acerta a trave

  • Segundo tempo

    O CRB começou assustando. Ferrugem cobrou falta de longe e João Carlos espalmou. Depois, entrou em campo o espírito zombeteiro do futebol.

    Um dos destaques do Galo, Ferrugem foi facilmente desarmado por Patrick Fabiano, que avançou com liberdade pela esquerda. Ele perdeu a passada, mas teve tempo de virar o jogo para a direita. Apodi não dominou e a bola sobrou limpa para Robinho, na entrada da área. Ele ajeitou e bateu no cantinho, por baixo, aos quatro minutos: 1 a 0.

    Aos 14, o lateral Carlinhos cobrou falta com muita precisão e acertou o travessão do CRB. Ninguém pegou o rebote. O Galo caiu de produção, mas, depois dos 40, foi para o abafa. No finalzinho, Maison recebeu livre, arrumou o corpo, mas chutou fora.

    Gol do CSA! Robinho chuta cruzado e marca para o Azulão, aos 4 do 2T
    Gol do CSA! Robinho chuta cruzado e marca para o Azulão, aos 4 do 2T

Olha a renda

Público total: 10.164

Público pagante: 9.123

Renda: R$ 183,106,00

Torcida do CSA no Rei Pelé
Torcida do CSA no Rei Pelé (Foto: Aiton Cruz/Gazeta de Alagoas)

 

 

 

 

Fonte: Globo Esporte


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *