PRF prende três pessoas durante final de semana

| Redação Rádio Sampaio


Uma espingarda calibre 12 e quatro munições foram apreendidas

Ascom PRF

Ascom PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu no domingo (20) três pessoas por crimes realizados nas rodovias federais que cortam Alagoas. As ocorrências se deram nas BRs 104 e 316. Dois homens foram presos por portar ilegalmente uma espingarda calibre 12, e outro foi flagrado dirigindo embriagado. Além disso, o fim de semana foi marcado por flagrantes de imprudências no trânsito e acidentes graves, envolvendo especialmente veículos de duas rodas.

Por volta das 22h de ontem (20), uma equipe policial fazia ronda pela BR104, em União dos Palmares, quando decidiu abordar o veículo GM/Classic, de cor bege. Após buscas pelo veículo foi encontrada uma espingarda calibre 12 e quatro munições escondidas embaixo de uma capa do banco traseiro. O motorista, de 40 anos, e o passageiro foram presos em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de União dos Palmares.

No mesmo dia, uma viatura da PRF fazia ronda pela BR316, em Tanque D’arca, quando os agentes federais avistaram uma motocicleta com condutor e passageiro sem capacete de segurança. De imediato solicitaram a parada, mas o motociclista seguiu em alta velocidade fugindo da abordagem. Ele só parou depois de ter feito uma manobra arriscada e perdido o controle do veículo, vindo a cair. Os policiais visualizaram no condutor sinais claros de embriaguez ao volante, que foi confirmado pelo resultado do teste de etilômetro: 1,11mg/l, quase quatro vezes acima do considerado crime de trânsito. O condutor foi levado a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Palmeira dos Índios para fazer curativos nos ferimentos, devido à sua queda, e em seguida foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil da cidade, pelo crime de trânsito.

IMPRUDÊNCIA NO TRÂNSITO x ACIDENTES

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou dez acidentes de trânsito nesse fim de semana nas rodovias federais que cortam Alagoas. Três deles foram considerados graves e resultou na morte de seis pessoas. A conexão entre eles é que todos os acidentes foram causados por uma conduta errada de trânsito.

No sábado (19), às 21h, os policiais receberam informação de acidente ocorrido na BR416, em Ibateguara. O homem, de 25 anos, perdeu o controle da motocicleta ao realizar uma leve curva e acabou caindo numa ribanceira com o veículo. Ele e o passageiro morreram no local. Ambos não usavam capacete e o condutor não tinha carteira nacional de habilitação (CNH).

No domingo (20), às 11h40, na BR 101, em Teotônio Vilela, a PRF atendeu um chamado de atendimento de acidente do tipo colisão traseira. O condutor da Honda CG/125, prata, seguia o fluxo da via e colidiu na traseira de outro veículo de duas rodas. O condutor, de 27 anos, inabilitado, não usava capacete de segurança e morreu no local.

O último sinistro com óbito do fim de semana foi registrado na mesma rodovia, alguns quilômetros depois, às 18h40 de ontem. Ele resultou em três óbitos e quatro pessoas feridas. O condutor do VW/Gol saia de uma vicinal e acessou a rodovia sem atentar que vinha um caminhão M.Benz/ 2536. O caminhoneiro tentou frear, sem sucesso, e acabou havendo a colisão transversal. Dentro do Gol havia sete pessoas. Motorista, de 46 anos, e duas passageiras, de 26 e 04 anos, morreram no local. Outros dois passageiros ficaram gravemente feridos, e dois com lesões leves. Um dos sobreviventes falou pros policiais que eles vinham da praia. Dentro do veículo havia uma caixa térmica com várias latinhas de cerveja.

Um caso inusitado ocorreu numa abordagem realizada na BR101, em São Miguel dos Campos. Ao abordar uma motocicleta Honda/CG160, modelo 2017, sem placa, os policiais perceberam que o condutor tinha uma deficiência em sua perna direita, com cerca de 80% dos movimentos comprometidos. Além disso, havia uma enorme cicatriz nela. Ao ser questionado sobre aquilo, o homem, de 20 anos, explicou que há quatro anos sofreu um grave acidente de trânsito, enquanto dirigia um ciclomotor, que acabou deixando sequelas. Ele passou por cirurgias e tratamentos de reabilitação mas não conseguiu reverter a situação e por conta disso recebe benefício do governo de R$800/mensal. Ele havia comprado a moto a poucos dias, mas não tinha habilitação para dirigi-la.

Todos os acidentes envolveram infrações que a PRF faz questão de focar em seu dia a dia de fiscalizações. Esse fim de semana foram autuadas seis pessoas por embriaguez ao volante, 22 pessoas por não uso do capacete de segurança e 19 pessoas por realizar ultrapassagem proibida nas rodovias federais que cortam Alagoas. Essas são as infrações que costumam causar maior gravidade nas lesões quando há o sinistro.

Fonte: Ascom PRF

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

%d blogueiros gostam disto: