Policiais do 10º Batalhão de Palmeira dos Índios (Foto: Cayo César/Rádio SAMPAIO)

Roberta Sampaio / F5 Alagoas

Os policiais do 10º Batalhão de Palmeira dos Índios conseguiram prender na tarde desta terça-feira (10), Maria Lucio da Silva, 48 anos, mais conhecida por Maria Medina. De acordo com a polícia, ela é considerada como líder de umas das ORCRINS no município.

 

Ainda de acordo com a polícia, essa senhora é considerada a maior traficante de Palmeira a anos, mas nunca havia sido pega. Mas, com o trabalho de investigação foi conseguido levantamentos de provas que ela traficava em grande quantidade. Ela não é considerada perigosa quanto a homicídios, mas, segundo a polícia é a mais articulada da organização.

 

 

A acusada estava com mandado de prisão desde o início da Operação intitulada de ”Xanduca”, que ocorreu nas cidades de Palmeira dos índios, Belém e Arapiraca no último dia 06 de Junho. Porém, restaram alguns mandados de prisões a serem cumpridos já que os mesmos não foram encontrados, dentre eles restava o da sra. Maria Lucio da Silva.

 

Contudo, os agentes de campo do 10º Batalhão fizeram todo o acompanhamento possível da mesma até conseguir no dia de hoje o êxito na apreensão de Maria, que foi encontrada enquanto circulava pelas ruas do bairro Alto do cruzeiro, considerado, segundo a polícia, de risco e com maiores índices de tráfico de drogas.

 

Ao ser detida a mesma foi encaminhada para a 5º DRP para ser realizado os procedimentos cabíveis e em seguida sua transferência para o presídio.

 

Destacando que, o mandado de prisão foi emitido pela 17º Vara da capital e a inteligência do 10º batalhão contou com o apoio da Rádio patrulha do 10º Batalhão e agentes da 5º DRP em um trabalho conjunto com a Secretaria de Segurança Pública de Alagoas.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *