Penedo-Neópolis: Projeto de engenharia da ponte é entregue, viabilizando construção

| Redação Rádio Sampaio


Equipamento, que vai de Penedo (AL) a Neópolis (SE), tem 1,1 mil metros de extensão e representa antigo anseio da população local

Presidente Kênia Marcelino (Codevasf), ministro Helder Barbalho (Integração), governador Renan Filho e presidente do Senado, Renan Calheiros, comemoram realização de um sonho comum de AL e SE.

Presidente Kênia Marcelino (Codevasf), ministro Helder Barbalho (Integração), governador Renan Filho e presidente do Senado, Renan Calheiros, comemoram realização de um sonho comum de AL e SE.

Mais um passo está sendo dado na direção de tornar concreta uma ponte conectando os estados de Alagoas e Sergipe por meio dos municípios de Penedo e Neópolis. O governador Renan Filho recebeu, nesta quinta-feira (17), das mãos do ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho, e da presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Kênia Marcelino, o projeto executivo da obra – instrumento imprescindível à fase de licitação pública para construção da ponte, antigo anseio da região.

O projeto executivo de engenharia rodoviária foi realizado pela Codevasf com investimento de R$ 2,3 milhões oriundo do Orçamento Geral da União por meio de emendas parlamentares destinadas à Codevasf pelo então deputado federal Renan Filho.

“Hoje, com muita alegria, recebi ao lado do senador Renan, o projeto executivo para construção da Ponte de Penedo a Neópolis. Essa obra é fundamental para integração regional, para o desenvolvimento do turismo e escoamento da produção, portanto para geração de empregos e renda pra região. Grande vitória! Agora vamos licitar e incluí-la no PAC para iniciar a obra já no próximo ano. Penedo vai deixar de ser fim de linha para ser rota do desenvolvimento”, resumiu o governador alagoano.

O documento detalha os serviços de engenharia necessários à implantação, melhoramentos, pavimentação e obra de arte especial, inclusive estudos e projetos ambientais, nas rodovias estaduais AL-225 e SE-335, no trecho que compreende os municípios de Penedo (AL) e Neópolis (SE).

 

“Este é um grande momento para a Codevasf e para a população dos estados de Alagoas e Sergipe. A construção dessa ponte traz a perspectiva de dias melhores para a população ribeirinha, facilitando o fluxo de pessoas entre os estados”, destaca a presidente da Codevasf.

Depois de construída, a ponte terá extensão aproximada de 1.072 metros e largura de 21,10 metros. Os acessos, que farão parte do projeto, estão calculados em 12 metros. O projeto incluirá ainda passeio e ciclovia, cada qual com largura estimada de dois metros. O custo total da obra está estimado em aproximadamente R$ 320 milhões.

“O empreendimento também deve melhorar o escoamento da produção agropecuária dos perímetros irrigados da Codevasf, tanto em Penedo, quando em Neópolis, especialmente para o transporte da safra de arroz, que é recordista nessa região”, ressalta Kênia Marcelino. A estimativa é de que mais de 80 mil pessoas sejam beneficiadas com a construção da ponte.

Benefícios da obra

A construção da ponte trará estímulo à economia local em razão da melhoria no escoamento de produtos e do aumento do fluxo de turistas, tendo como consequência a diversificação de serviços ligados ao turismo, como o artesanato, comércio local, gastronomia e hotelaria. Do ponto de vista ambiental, a implantação da ponte está em sintonia com os programas que visam à melhoria da qualidade ambiental do rio São Francisco.

“A expectativa da Codevasf é de que a construção da ponte traga um grande impulso para o desenvolvimento da região do ponto de vista econômico e de mobilidade”, avalia o fiscal do contrato de execução do projeto, Rodrigo Benevelli.

Neste momento, são aguardadas as análises do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), órgão responsável pelo licenciamento ambiental, para subsequente contratação e elaboração do Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e do Relatório de Impacto Ambiental (Rima).

Agência Alagoas

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

%d blogueiros gostam disto: